This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

GIRAFAS EM ARTES GRÁFICAS

Nesta página você vai encontrar diversos objetos da coleção Girafamania que compreendem várias formas de artes gráficas. Arte Gráfica é o conjunto de representar caligrafia, desenho, figura, fotografia, gravura, pôster ou qualquer outra técnica de impressão.

Arte de Reprodução significa o conjunto das artes gráficas que se realizam em duas fases distintas: a da criação de uma fôrma e a da multiplicação (por impressão) do trabalho nela executado, assim compreendidas a gravura, a fotogravura etc.

Terminologia: Tanto na Filatelia como na Numismática, para impressão de cédulas ou de selos postais, são utilizados diversos SISTEMAS ou PROCESSOS DE IMPRESSÃO, sobre diferentes TIPOS DE PAPÉIS, por exemplo: gravura, litografia, ofsete, tipografia, rotogravura, talho-doce, xilografia etc.

Litografia – É a impressão executada com matriz plana em pedra calcária apropriada, chamada de pedra litográfica, onde gravam os elementos a serem reproduzidos.

Ofsete (Offset, Off-set) – Moderno processo de impressão, em que a imagem, gravada em uma folha de metal flexível, geralmente de zinco ou alumínio, é transferida para o papel por intermédio de um cilíndro de borracha. Hoje, este processo é utilizado para compor os fundos de segurança das cédulas, por exemplo. A impressão ofsete é um processo planográfico cuja essência consiste em repulsão entre água e gordura (tinta gordurosa). O nome off-set – fora do lugar – vem do fato da impressão ser indireta, ou seja, a tinta passa por um cilindro intermediário, antes de atingir a superfície. Este método tornou-se principal na impressão de grandes tiragens (a partir de 1.000)...

Tipografia – É a arte e o processo de criação na composição de um texto, física ou digitalmente. É o tipo de impressão mais comum, no qual são empregados tipos geralmente feitos com uma liga metálica especial. Na filatelia o desenho é gravado em um cunho onde fica em relevo. Na superfície deste último, deposita-se a tinta que é transmitida ao papel... A invenção da tipografia foi atribuída a Johanes Gutenberg, que começou a trabalhar com caracteres móveis fundindo letras em metal. As primeiras obras foram impressas manualmente, linha por linha e por consequência, os livros da época eram muito grandes. A sua principal característica era não possuirem páginas de rosto e em algumas obras constavam indicação de onde o livro foi impresso e por quem...

Xilografia – A palavra xilogravura é composta pelas gregas: xilon (madeira) + grafó (gravar, escrever). Xilografia é a impressão por um processo de gravação em prancheta de madeira própria para tal fim. Xilogravuras são gravuras impressas em papel com matriz de madeira (como um carimbo). Estão representadas, geralmente, como Arte em Papel ou em Azulejos (tanto em preto e branco, como coloridas). Com instrumento pontiagudo, como acontece na escultura, o toco de madeira de formato quadrado ou retangular é debastado (feito à mão), fazendo aparecer em relevo a figura desejada. A tinta é espalhada sobre a madeira para impressão da gravura em suportes como o papel e o tecido. Quando há utilização de mais de uma cor, imprime-se separadamente. As matrizes também podem ser feitas sobre placas de borracha coladas em base de madeira. A impressão xilográfica pode ser feita em gravuras utilitárias, por exemplo, como em baralho de tarô, livros, jornais, cartazes, rótulos etc. Existem xilogravuras de artistas brasileiros como Goeldi, Lasar Segall, Lívio Abramo, Grassmann, entre outros.

Xilógrafos originários de oficinas tipográficas vinculadas à literatura de cordel são um bom exemplo dessa arte. Aliás, na coleção há uma peça matriz de xilogravura com duas girafas, assinada por J. Miguel, adquirida na loja “Sobrado 7”. Na Casa da Cultura, em Recife, há vários artesãos que trabalham com xilogravuras, como Severino Borges (www.severino.borges.nom.br), por exemplo.

Na cidade de Campos do Jordão há o Museu Casa da Xilogravura (www.casadaxilogravura.com.br), fundado em 1987 por Antônio Fernando Costella; mantido pela Editora Mantiqueira (www.editoramantiqueira.com.br). Endereço: Avenida Eduardo Moreira da Cruz, 295 – Bairro Jaguaribe, Campos do Jordão (SP).

Mudando de assunto, em colecionismo, no item pôster destaca-se o cartaz impresso de Fotografia ou de Cinema mas, na realidade, vários assuntos compõem o tema, como pôsteres de propagandas antigas, obras de arte, paisagens, transportes etc. Veja algumas definições de categorias humorísticas relacionadas às girafas!

Último “censo”: ... peças (02/2007).

Outras páginas relacionadas:
Girafas em Fotografias...
Girafas em cartões-postais...
Girafas da National Geographic...
Girafas em Artes Plásticas...


Datas Comemorativas relacionadas ao Jornalismo Brasileiro:

João Gutenberg ou Johannes Gutenberg (década de 1390-1468) foi um inventor alemão que se tornou famoso pela sua contribuição para a tecnologia da impressão e tipografia ... inventor das rudimentares letras de chumbo que serviam para o gráfico imprimir... O primeiro livro impresso por Gutenberg foi a Bíblia, processo que se iniciou cerca de 1450 e que terá terminado cinco anos depois em março de 1455. São Francisco de Sales é o padroeiro dos jornalistas...

03/01 – Dia da Criação da 1ª Tipografia no Brasil (1808)
06/01 – Circula pela primeira vez o jornal Clarim da Alvorada, editado por José Correia Leite e Jayme de Aguiar (1924)
08/01 – Dia Nacional da Fotografia e Dia do Fotógrafo

07/02 – Dia Nacional do Gráfico [ver 01/06, 10/09]
16/02 – Dia Nacional do Repórter

28/03 – Dia do Revisor e Dia do Diagramador

07/04 – Dia do Jornalista Brasileiro e Dia do Jornalismo • Porque neste dia, em 1908, foi fundada a ABI – Associação Brasileira de Imprensa (www.abi.org.br). A FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas (www.fenaj.org.br), criada em 20/09/1946, relata que mesmo sob os efeitos das torturas do Regime Militar, a profissão de Jornalista foi reconhecida e regulamentada pelo Decreto 972, de 17/10/1969. Lei de Imprensa (Lei 5.250, 09/02/1967).

Nota: Criada em 28/04/1891, a Imprensa Oficial (www.imprensaoficial.com.br) assumiu desde o início os ideais da recém-proclamada República, pautando-se pela transparência e democratização no cumprimento do seu objetivo principal: organizar e divulgar, por meio do Diário Oficial, as leis e os atos das três esferas do governo do Estado de São Paulo: Executivo, Legislativo e Judiciário.

03/05 – Dia Mundial da Liberdade de Imprensa • Estabelecido em 1993, por iniciativa da UNESCO.

05/05 – Dia Nacional das Comunicações (Exposições de Motivos 17, 27/04/1971) • Porque Cândido Mariano da Silva Rondon (1865-1958) ou Marechal Rondon – patrono das comunicações do Brasil, patrono do Ministério dos Transportes e patrono da Arma de Comunicações do Exército, nasceu neste dia.

13/05 – No Brasil, a impressão de textos começa quando D. João cria a Impressão Régia, neste dia, em 1808. A Imprensa Nacional (portal.in.gov.br) nasceu por decreto do príncipe regente D. João, em 13/05/1808, com o nome de Impressão Régia. Recebeu, no decorrer dos anos, novos nomes: Real Officina Typographica, Tipographia Nacional, Tipographia Imperial, lmprensa Nacional, Departamento de Imprensa Nacional, e, novamente, Imprensa Nacional. Foi a Imprensa Nacional que fez surgir a imprensa no Brasil e o primeiro jornal impresso no país, a “Gazeta do Rio de Janeiro”, em 10/09/1808, além disso, teve sólida presença como casa editora até o ano 2000. Nota: 22/05/1958 – Selo Sesquicentenário ou “150 Anos da Fundação da Imprensa Nacional”, com valor facial de Cr$ 2,50 cruzeiros... Picotagem: 11½. Tiragem: 5.000.000 de selos. Impressão: Rotogravura. Filigrana: Q Correio Estrela Brasil (5 mm). Yvert: 649. Scott: 867. Michel: 932. RHM: C-409. Em 13/05/2008 foi emitido o selo 200 Anos da Imprensa Nacional...

13/05 – Porque neste dia, em 1982, foi inaugurado o atual Museu da Imprensa (http://museudaimprensa.in.gov.br). A “Ala dos Pioneiros”, inaugurada no Dia do Gráfico (2001), conta a saga da criação da Imprensa Nacional desde a vinda da família Real Portuguesa para o Brasil em 1808, passando pelo ato de criação, a 1ª junta diretória, o 1º jornal impresso no Brasil, o 1º livro e a Nau Medusa, que trouxe os primeiros prelos (máquinas de impressão) e 28 caixas de tipos para dar início a toda essa história... bem como microfilmes de Diários Oficiais antigos...

17/05 – Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação • Proclamado pela ONU o dia serve para evidenciar o esforço promovido cotidianamente pela UIT – União Internacional de Telecomunicações, agência especializada das Nações Unidas para o setor. A UIT foi criada neste dia em 1865. Era, então, a União Internacional de Telegrafia, e foi estabelecida pelos representantes de 20 países europeus, que criaram um conjunto de normas para regulamentar o uso internacional do telégrafo.

23/05 – Dia Mundial das Comunicações Sociais

01/06 – Dia Nacional da Imprensa (Lei nº 9.831, 13/09/1999) • Porque neste dia, em 1808, foi lançado o jornal Correio Braziliense. Até 1999, a data era comemorada em 10/09, lançamento da Gazeta do Rio de Janeiro, que se acreditava ser o mais antigo jornal brasileiro. Abaixo, o primeiro selo postal emitido para portear jornais, que data de fevereiro de 1889, com valor facial de 10 réis (laranja). Catálogo RHM: J1 (cifra oblíqua).

07/06 – Dia da Liberdade de Imprensa

18/06 – Porque neste dia, em 1965, foi fundada a ABIGRAF – Associação Brasileira da Indústria Gráfica (www.abigraf.org.br).

Nota: 01/06/1977 – Selo Sesquicentenário ou “150 Anos do Diário de Porto Alegre”, com valor facial de Cr$ 1,10 centavos, o selo mostra Linotipo... Picotagem: 11½. Tiragem: 1.500.000 selos. Impressão: Ofsete. Papel: Cuchê, gomado. Yvert: 1261. Scott: 1509. Michel: 1596. RHM: C-988.

19/08 – Dia Mundial da Fotografia

02/09 – Dia do Repórter Fotográfico

21/09 – Dia do Radialista

25/09 – Dia Nacional do Rádio ou Dia Nacional da Radiodifusão • Patenteado por Guglielmo Marconi, cientista e físico italiano, inventor do primeiro sistema prático de telegrafia sem fio (1896) e inventor do rádio no início do século 20... A 1ª transmissão radiofônica no Brasil aconteceu no dia 07/09/1922, por iniciativa de Edgard Roquette Pinto, para a ocasião do centenário da Independência. Uma estação de rádio foi instalada no Corcovado e, além de música, emitiu o discurso do Presidente da República Epitácio Pessoa. O rádio só foi ao ar comercialmente em 1923.

Abaixo, selo Homenagem a Guglielmo Marconi (1874-1937) emitido em 05/05/1995, no Dia Nacional das Comunicações. Valor facial: R$ 0,84. O selo mostra Marconi – o precursor da Radiodifusão. Ao lado um Envelope de Primeiro Dia. Scott: 2533. Michel: 2642. RHM: C-1941.

30/09 – Dia Nacional do Jornaleiro • Apesar de haver referências para o dia 15/12, 30/09 é a data oficialmente adotada pelos Sindicatos de Jornaleiros... (www.jornaleironline.com.br).

21/10 – Dia do Contato Publicitário

08/12 – Dia do Cronista Esportivo

31/12 – Corrida Internacional de São Silvestre • A corrida que acontece neste dia na Avenida Paulista, em São Paulo, recebeu o nome de São Silvestre em homenagem ao Papa. A iniciativa foi do jornalista Cásper Líbero, quem idealizou o evento. A primeira prova de São Silvestre foi realizada em 1925. Em 1928, Cásper Líbero fundou o jornal “A Gazeta Esportiva”, que até hoje é o patrocinador oficial do evento. Nas primeiras provas, os corredores atravessavam o ano correndo e alcançavam a linha de chegada já no ano seguinte, pois a corrida era noturna e terminava poucos minutos depois da meia-noite (Reveillon). Com a regulamentação da Federação Internacional de Atletismo a prova passou a ter início às 15h (mulheres) e às 17h (homens); a distância também se tornou fixa: 15 km. Em 1953, a corrida compreendeu o calendário internacional, tornando-se uma das provas mais importantes do mundo.


Filatelia – alguns selos postais relacionados à esta temática:

12/09/1953 – Selo “5º Congresso Nacional de Jornalistas” – Curitiba (PR), com valor facial de Cr$ 0,60 centavos, o selo mostra uma pena sobre o mapa do país e, de fundo, a árvore araucária. Picotagem: 12. Tiragem: 1.000.000 de selos. Impressão: Rotogravura. Filigrana: P Correio Estrela Brasil (7 mm). Yvert: 544. Scott: 755. Michel: 814. RHM: C-312.

13/12/1968 – Selo “Centenário de Nascimento do Jornalista Francisco Vieira Caldas Jr.”, com valor facial de NCr$ 0,10 centavos... Picotagem: 11½ × 11. Tiragem: 2.000.000 de selos. Impressão: Ofsete. Yvert: 882. Scott: 1112. Michel: 1201. RHM: C-624.

07/11/1985 – Selo “Homenagem à Imprensa Brasileira”, com valor facial de Cr$ 500,00 cruzeiros. Picotagem: 11½ × 11. Tiragem: 2.100.000 selos. Impressão: Ofsete. Papel: Cuchê, gomado. Yvert: 1774. Scott: 2033. Michel: 2154. RHM: C-1493.

14/04/1994 – Selo “Homenagem ao Jornalista Carlos Castello Branco”, com valor facial de CR$ 160,00... Picotagem: 11½ × 12. Tiragem: 1.000.200 selos. Impressão: Ofsete. Papel: Cuchê, gomado. Scott: 2468. Michel: 2579. RHM: C-1889.

14/12/1995 – Selo “170 Anos do Diário de Pernambuco”, com valor facial de R$ 0,23 centavos. Este selo é o que melhor mostra um computator. Picotagem: 12 × 11½. Tiragem: 1.000.200 selos. Impressão: Ofsete. Papel: Cuchê, gomado. Scott: 2569. Michel: 2686. RHM: C-1984.

07/04/2008 – Selo “Centenário da Associação Brasileira de Imprensa”... Tiragem: 600.000 selos.


FINE-ART PÔSTER DE FOTOGRAFIAS

Do lado esquerdo da tela, Girafa-reticulada (Reticulated Giraffe), do lado direito, cabeças de duas girafas... Ambas as fotografias são do artista Tom Brakefield.

1 – “Giraffes Living Nature” – Artista: Kevin Schafer. Tamanho: 24 × 36 polegadas. Tipo: Fine-Art Print.
2 – “Makulu First Love” (Primeiro Amor da Girafa Makulu) – Tamanho: 40 × 50 centímetros. Tipo: Fine-Art Print.
3 – “Safari Triptych I” – Artista: Deborah Wilson. Tamanho: 8 × 20 polegadas. Tipo: Fine-Art Print.
4 – “All Things Grow with Love” – Fotógrafo: Karl Amman. Tamanho: 24 × 36 polegadas. Tipo: Fine-Art Print. Nota: Na coleção há no formato cartão-postal, “Le baiser de la girafe / Giraffe greeting / Der Kuss der Giraffe”, impresso na França por Nouvellesimages S.A. (www.nouvellesimages.com) e Karl Amman 2001. Adquirido de Ricardo em 09/10.



(33k)


(22k)


(25k)


(32k)

Do lado esquerdo da tela, pôster “Drinking Print” 40 × 30 centímetros. Do lado direito, pôster “Giraffe Sunset” com 90 × 60 centímetros, em foto de Joe Van Os. Ambos foram adquiridos em 07/2008 na loja Center Artes Moldura & Deccor.

1 – “Wild African Babies” – Tamanho: 36 × 12 polegadas. Tipo: Wall Poster.
2 – “Honor Giraffe at Sunset” – Tamanho: 28 × 22 polegadas. Tipo: Fine-Art Print.
3 – “Sunset in Kenya” – Tamanho: 36 × 24 polegadas. Tipo: Wall Poster.
4 – “Giraffes in Botswana” – By Nuova Arti Grafiche Ricordi (2000), Cinisello Balsamo – MI, Printed in Italy. Código: 2390/4576. Tamanho: 30 × 90 centímetros. Tipo: Fine-Art Print. Pôster montado em quadro, presente de Soraia.



(40k)


(32k)


(16k)


(22k)
volta ao topo

Misha and Makulu – Rothschild’s Giraffes
Athena, Published by Cartel International Ltd. London, 1997
“The First Kiss” – Printed in England (F3009997)
Wan Perth, Austrália – Photographer Ron D’Raine

Esta foto já foi publicada várias vezes na revista Caras, tanto no Brasil como na Argentina. Na coleção existem vários recortes desta página que amigos me enviaram... Também um quadro com seu pôster de 90 × 60 centímetros, adquirido em Buenos Aires, Argentina (02/08/1998).

A famosa foto “O primeiro beijo” / “The First Kiss”, de Ron D’Raine, foi tirada no Zoológico de Perth, Austrália... Do lado direito da tela, outra fotografia em pôster do artista Ron D’Raine que mostra “Shahni”... Nota: José enviou por e-mail, em 17/01/05. Vera também, em 08/08/05.



(39k)
volta ao topo

FINE-ART PÔSTER COM GRAVURAS DE DESENHOS

No centro, Girafa Valentino – by Mello Smello, 1999.


(70k)

– Pôster com inúmeras girafas. Quadro em 96 × 66 centímetros, adquirido no Shopping ... Centro, Rio de Janeiro – RJ (02/1996 e 02/1997).

– Quadro Savana, pôster de 90 × 60 centímetros, uma mamãe girafa com seu filhote em baixo de suas pernas. Loja dentro do Parque Nacional Kruger – África do Sul (23/12/1998).

– Quadro de girafa, com moldura de imbuia de 6 centímetros e filete em frejó com 3 centímetros. Passe Partout (passpartout) ou Passe-partout (pronuncia-se: paçpartú) creme de 7 centímetros. Tatuapé (vendedor Rubens), São Paulo.

– Quadro de girafa, com pequena moldura de sucupira de 3 centímetros e passe partout creme de 5 centímetros. Tatuapé (vendedor Rubens), São Paulo.

– Quadro de girafa, com moldura de imbuia de 10 centímetros. Tatuapé, São Paulo (14/01/05).

– Quadro com a palavra girafa grafada em japonês, com moldura de couro preto, em caixa de vidro de 30 × 35, vermelho. Tatuapé, São Paulo (14/01/05).

– Quadrinho têxtil com girafa em tecido: “Cuadrito textil” (Textile frame). Fieltro (fielt), madera (wood), 13 × 23 cm (5,1” × 9,0” inches). Este producto ha sido creado por el departamento de diseño de: Niño & Ideas (www.casaideas.com). Chile importado por DH Empresas SA, Av. Javier Prado Este 4200, Jockey Plaza Santiago de Surco, Lima, Perú. Fabricado en China. Made in China.

– Quadro Fornasetti, pôster de 96 × 55 centímetros de uma girafa pintada. Paris – França (02/08/1996).

Piero Fornasetti (1913-1988) foi um pintor italiano, escultor, decorador de interiores e gravador. Ele viveu a maior parte da vida em Milão. Em 1930, ele completou sua formação em desenho na Academia de Belas Artes de Brera, em 1932 foi expulso por indisciplina e insubordinação. Exibiu o seu primeiro lenço impresso em 1933, na Trienal de Milão (onde expôs vários anos). Durante a Segunda Guerra Mundial foi para o exílio na Suíça 1943-46. En 1970, fundou com amigos a Galleria dei Bibliofili. Ele criou mais de 11.000 itens, muitos com o rosto de uma mulher, soprano ópera Lina Cavalieri, como motivo. Fornasetti encontrou seu rosto em uma revista do século 19. “O que me inspirou a criar mais de 500 variações sobre o rosto de uma mulher?” Pergunta o designer italiano a si mesmo. “Eu não sei”, admite, “eu comecei a fazê-los e não parei mais”. O “Tema e Variazioni” (tema e variação), série baseada no rosto de Cavalieri são contados mais de 350. Outras características comuns em seu trabalho incluem o uso de preto e branco, o sol e o tempo. Seu estilo é uma reminiscência da arquitetura grega e romana, da qual ele foi fortemente influenciado. Hoje é mais comum ver o estilo Fornasetti na moda e acessórios como lenços, laços, mobiliário, porcelana etc. Seu filho, Barnaba Fornasetti, continua a projetar em nome de seu pai.

MUITO MAIS GRAVURAS

GRAVURAS DE ILUSTRADORES

Entrada principal !
Última atualização: 08/09/2012.
volta ao topo

ARTES TÊXTEIS LISTA DE MATERIAIS
FOTOGRAFIA