This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

JÚPITER

Júpiter é a energia que usamos para expandir, para ir além das fronteiras e para cultivar a abundância. Ele diz como expandimos nossos horizontes, como buscamos a verdade, a sabedoria e o conhecimento elevado. Diz ainda como estabelecemos uma ética na vida.

O setor que Júpiter se localiza em nosso mapa recebe esta energia benevolente e expansiva. Alí ele traz expansão e abundância, mas também pode trazer algum exagero e alguma negligência.

Expansão da personalidade e do espírito, a ordem, a religião, o Eu superior, a justiça, a lei, a legislação, a diplomacia, a recuperação física, representa o nosso Sol interior, rege também o dinheiro, o “jogo de cintura”, a moral, a hierarquia, o exterior, as longas viagens.

É o planeta da expansão dos ideais, dos objetivos e planos, rege a filosofia, a cultura, a religião e as pessoas que estão sempre buscando algo. Governa os assuntos financeiros, o comércio, os empréstimos, a vida cultural, os estudos superiores e a paz.

Júpiter é a oitava elevada do Sol, onde ele representa o Eu superior e o Sol interior; enquanto que o Sol representa o Eu inferior, o ego e a individualidade.

Nota: Acho que elas, as girafas, são “regidas” por Júpiter, que é o planeta regente de Sagitário... Júpiter em Sagitário (signo de sua regência) significa enxergar longe, otimismo, bênçãos, expansão através do conhecimento, tendência ao exagero, tudo que é muito grande etc. É sempre bom estar perto da energia de uma girafa... e como o planeta Júpiter rege os animais de grande porte, com esse ar disperso e distante, a girafa seria um dos animais jupiterianos... então, a girafa é uma energia boa de captar cara a cara...


Abaixo, um bloco emitido pela República da Gâmbia em 1988 (Yvert: B58), com valor facial de 15 dalasis, que comemora os 350 Anos da Publicação de “Discursos”, por Galileo Galilei. A emissão filatélica mostra o planeta Júpiter e a sua lua Ganymede.

Dados Técnicos do Planeta
Ano Jupiteriano: 4.325 dias e 12 horas.
Período de Rotação: 9,8 horas.
Diâmetro: 139.661 km.
Distância do Sol: 778 milhões de km.
Deslocamento diário no zodíaco: 0º12’ por dia.
Revolução zodiacal: 12 anos (a cada 3 anos a criança cresce).
Permanência média em cada signo: 11 meses e 26 dias.

Característica: Quente – seco, elétrico, masculino, vitalizante e fecundo.
Runas: Thor, Is, Yr, Eolh, Beorc.
Tarô: O Imperador e O Papa.
Mitologia: Zeus, Quíron.
Personificação: O poder judiciário. Legislador, jurista, diplomata, os viajantes, os filósofos, os religiosos, o acadêmico e os juízes.
Simbologia: O cavalo, a moeda, o raio e as leis.
Chakra: Terceiro olho.
Saúde: Rege a maior glândula do corpo o fígado e a sua atividade purificadora, o nervo ciático e o baço. Atualmente, reconhece-se a forte influência que exerce sobre a glândula pituitária, que é chamada de “glândula mestra”, que regula a produção de hormônios e determina o crescimento físico.
Dia da Semana: Quinta-feira.
Cores: Verde.
Signo: Sagitário.
volta ao topo


Júpiter em Áries (21.59): É uma pessoa aberta, leal, franca e honesta. Tem bastante ambição, bom caráter e gosta muito de se divertir. Pontos fracos: Está muitas vezes de mau humor. Irritação, desacordo, arrebatamento.
Júpiter em Touro (23.11): É uma pessoa conservadora e perseverante na sua maneira de expandir os horizontes. Tem um jeito lento e tradicional de desbravar novas fronteiras e conhecer filosofias e religiões. É inflexível e teimoso quando busca a verdade e o conhecimento superior. Tem o dom de dar uma dimensão maior às tradições e à preservação das coisas. Gosta de todas as boas coisas da vida e sabe aproveitá-las. Gosta de bons cozidos e de bom vinho; talvez seja guloso demais. Dirige bem as suas empresas, os seus negócios. Pontos fracos: Vive um pouco obcecado com a ideia de aumentar o seu patrimônio e ampliar os seus negócios. Tem demasiado desejo de possessão e de poder.
Júpiter em Câncer: Família rica e tradicional.


Júpiter na casa II: Esta pessoa tem que fazer tudo o que tiver vontade, agindo assim, atrai dinheiro.
Júpiter na casa V: Adora andar a cavalo, ou apostar em corridas de cavalos.
Júpiter na casa VI: Pode ter diabetes.
Júpiter na casa VIII: Tem paz para morrer, teve muitas vidas passadas, atrai muita sorte.
Júpiter na casa IX: Profunda inteligência. É uma pessoa tolerante e íntegra. O sucesso profissional pode ter lugar no estrangeiro, ou em relação com o estrangeiro. Viagens longínquas e vantajosas.
Júpiter na casa XI: Pessoa cooperante, gosta de ajudar toda a gente. Subirá na escala social graças ao apoio de amigos e relações. Escolhe-os e seleciona-os não pelas suas qualidades, mas sim por causa do que eles lhe poderão trazer. Consegue atingir os seus objetivos.
Júpiter na casa XII: Pode ter diabetes.


Júpiter com bons aspectos: Proteção na saúde.

Júpiter em sêxtil e trígono com o ascendente: Indica otimismo, jovialidade, entusiasmo, sociabilidade, personalidade liberal. Favorece a saúde, as viagens e a vida social.

Júpiter em quadratura ou oposição ao ascendente: É indicação de preguiça, vulgaridade, desonestidade, dificuldades sociais e legais, pobreza, extravagância e tendência a deixar as coisas acontecerem. Tendência a obesidade. Se Júpiter estiver domiciliado, tais tendências são acentuadas.

Júpiter em sêxtil e trígono com o MC: Indica capacidade de organização administrativa e financeira, ponderação e honestidade profissional, favorece a vida social.

Júpiter em quadratura e oposição com o MC: Indica desprestígio e prejuízos profissionais. Predispõe a problemas legais e jurídicos.

Júpiter em conjunção com Saturno: Indica tendência à política; fortes qualidades morais; grande disposição porém numerosos obstáculos; e fracassos ou reveses podem retardar o desenvolvimento da pessoa.

Júpiter em sêxtil e trígono com Saturno: Confere um equilíbrio inteligente entre expansão e consolidação. Nos negócios, usarão cautela, prudência e boa organização, combinadas com otimismo, entusiasmo e expansão. Assim são capazes de cumprir suas obrigações, obtendo respeito. Geralmente são honestos e íntegros em seus relacionamentos. Capacidade administrativa e poder para governar; discernimento; êxitos materiais; senso de justiça; ponderação e firmeza; conceitos rígidos; capacidade de concretizar objetivos e cumprir missões. Favorece a execução de trabalhos construtivos; o magistério superior; as posições clericais elevadas; e pode indicar ainda projeção pessoal em idade madura ou em política conservadora.

Júpiter em quadratura e oposição com Saturno: Há dificuldade nos negócios e assuntos financeiros. Há uma má sorte, perda de chances e falta de oportunidades. Seu julgamento no planejamento e na realização de suas metas de longo alcance podem ser falhas, especialmente em relação as finanças. Precisam aprender o valor da busca contínua de metas de longo alcance.

Há avareza; tédio; melancolia; inquietações; insatisfações; decepções; impedimentos a iniciativas; radicalismo moral, filosófico e religioso; perdas ou maus negócios imobiliários; problemas; reveses; dificuldades ou retardos em assuntos legais ou jurídicos; conflitos entre objetivos e dever; ações melhores quando em postos subalternos; discordância entre aparência e conduta ou entre a moralidade real e as virtudes que se quer demonstrar; tendência à arteriosclerose; e expansões a custo de muito esforço. Indica ainda possibilidade de terremotos.

Júpiter em conjunção com Urano: Indica tendências a inovar, renovar, modificar, reformar o que existe; falta de sensibilidade política; tendência a jogos e especulações. Pode indicar ainda grandes reviravoltas na vida, bem como alterações ou acontecimentos repentinos que podem trazer golpes de sorte.

Júpiter em sêxtil e trígono com Urano: Indica grande genialidade e entusiasmo; golpe de sorte; tendências reformadoras, humanitárias e altruístas com possibilidade de reformas religiosas, políticas e legislativas.

Júpiter em quadratura e oposição com Urano: Rígidos pontos de vista; extravagância cultural, religiosa, política e moral; desobediência; intolerância; desrespeito as regras; rompimentos de amizades; irritabilidade; excentricidade; e natureza anti-social. Não é favorável para especulações, pois uma imprevista reviravolta dos acontecimentos provavelmente anulará os gastos e esforços. Muitas pessoas perdem fortunas sob esta influência, pois há tendência a negócios arriscados e problemas de ordem jurídica. Quem possui este aspecto é uma pessoa elétrica, “dá choque”.

Júpiter em conjunção com Netuno: Confere fortes tendências musicais, artísticas e humanitárias; natureza místico-religiosa; compreensão transcendente e espiritual de suas obrigações sociais; possibilidade de perdas ou ganhos com especulações financeiras. É pouco favorável para a saúde, podendo inclusive, prejudicar os vasos capilares; e há também grande tendência ao alcoolismo, tabagismo e o uso de drogas para ter um sentido de expansão.

Júpiter em sêxtil e trígono com Netuno: Este aspecto concorre para uma inspiração e um idealismo com toque de religiosidade e filantropia. Confere um temperamento místico, expansivo, porém necessariamente não prático. Idealismo religioso; sacerdócio; piedade; filantropia; inspiração genial; fortuna; conciliação; tendências messiânicas; e ganhos por sorteios ou especulações. Favorece aos políticos de tendências sociais.

Júpiter em quadratura e oposição com Netuno: Indica timidez; sinceridade e fraqueza no trato com as outras pessoas, resultando prejuízo próprio; tendências utópicas; credulidade; fanatismo religioso; superstição e falsa caridade. Falta de controle que pode causar problemas e perdas financeiras; e tendência de exigir grandes garantias em negócios. Grande tendência a especulações nebulosas, a fraudes e a ser fraudado. É necessário um cuidado extra com drogas, fumos e bebidas.

Júpiter em conjunção com Plutão: Indica ambição que repousa em uma poderosa confiança em si próprio, em sua habilidade para elevar-se acima de suas limitações externas; realizações aclamadas e divulgadas por todos. Em temas de políticos, esta conjunção, quando mau “aspectada” (sob maus aspectos), pode gerar sérios problemas de ordem pessoal.

Júpiter em sêxtil e trígono com Plutão: Indica competência em assuntos técnicos, científicos e políticos. Capacidade decisória em perícias, posição moral e social de relevo e sabedoria. Atos que demonstram solenidade de um rito ou sacra função. Capacidade de orientar as pessoas a verem o futuro de forma otimista, transmutar as leis e princípios religiosos ou morais.

Júpiter em quadratura e oposição com Plutão: Inclina a pessoa ao dogmatismo religioso e filosófico, aliado a uma revolta contra as formas contemporâneas de religião e filosofia. O desejo de realizar algo grande e importante pode dificultar o caminho para a felicidade. É necessário cuidado com estelionato e fraudes, pois indica grandes fraudes financeiras.

Esta pessoa rompe com padrões pré-estabelecidos, é ambiciosa e não tem humildade. Pode indicar uma excessiva e forte imposição de seus próprios conceitos, tanto em assuntos religiosos como legais; excessiva valorização das próprias faculdades e competências; existe também um conflito do subconsciente com os princípios morais e religiosos.

Entrada principal !
Última atualização: 29/10/2013.
volta ao topo

MARTE ASTROLOGIA ÍNDICE
SATURNO