This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

4 – CÂNCER ou CARANGUEJO

21 de junho a 21 de julho (90º à 120º)

“EU SINTO”

Um jeito meigo de curtir o amor...
Câncer é o signo onde domina a mãe, Júpiter está exaltado (como também Netuno, segundo alguns autores), Marte está em queda e Saturno tem o seu exílio.

A Lua é o “planeta” que rege as nossas ligações pessoais, no sentido mais amplo. A Lua nos dá maior ou menor capacidade de receber o “feedback” do ambiente em que vivemos – decapitar uma multiplicidade de mensagens, verbalizadas ou não, sobre nossa atuação.

Dessa forma, a Lua está em casa em Câncer, um signo cujo símbolo é uma imagem que se reflete, que se completa: o indivíduo não existe sozinho, mas é o que é porque está em contato com outras pessoas, faz parte de um contexto maior – a família, os amigos, a comunidade – onde tem um papel a desempenhar.

Câncer representa um processo de realimentação de energia, de troca entre o indivíduo e o ambiente em que vive.

Signo eminentemente político, Câncer é capaz de esperar o momento em que o meio ambiente está mais receptivo, pois sente o pulso da comunidade a que pertence e sabe perceber sua tendência geral, seus desejos e aspirações; é um intérprete dos sentimentos, emoções e dos anseios de um grupo, de uma nação.

Aí vemos uma ressonância com uma forte característica jupiteriana – também Júpiter é um representante da lei, do costume, das normas estabelecidas e sabe igualmente captar tendências e rumos; da mesma forma que a Lua, sabe amoldar-se quando necessário.

Júpiter, como dissemos, é um planeta de “ismos”, ou seja, de lealdade – como também o são a Lua e Câncer. Por isso Júpiter tem em Câncer o signo de sua exaltação.

A combinação Lua – Júpiter é de acordo com Michel Gauquelin, a marca por excelência dos políticos. Já Saturno, que tem uma certa dificuldade em amoldar-se às situações, preferindo insistir por vezes em preceitos cristalizados e do seu ponto de vista, mais sólidos e seguros, não encontra seu melhor cenário no signo de Câncer.

Saturno é formal demais para este signo de informalismo, rígido demais para este signo de nuanças, disciplinado demais para este signo que, tantas vezes, segue a voz do coração.

Quanto a Marte, sua rudeza fere a qualidade pacifista Lua – Câncer, o planeta vermelho, direto e objetivo, não combina muito com os caminhos sinuosos que Câncer gosta de percorrer, ajustando sua estratégia, sempre que preciso, aos acidentes de percurso.

Netuno, por outro lado, encontra aqui um terreno propício, pois, como a Lua, está ligado à intuição e à imaginação, aos sonhos e fantasias, características fortes deste signo de tantos poetas e escritores.

Neste signo, o domínio total e absoluto da mãe. Isso não quer dizer que quem nasce sob o signo de Câncer ame mais a sua mãe do que o seu pai, o predomínio de um ou de outro modelo em sua formação não leva em consideração o amor, é antes de mais nada um modo de compreender melhor a nós mesmos.

Quem nasce sob esse signo, vem ao mundo em um momento da maior importância para os personagens femininos da família. É como se essa pessoa fosse a “tábua de salvação” de sua mãe, como se ela viesse preencher um vazio, uma lacuna na existência dessa mãe.

Este tipo de relação com uma super-mãe interior, excessivamente zelosa, dominadora e as vezes chantagista, muitas vezes tira da pessoa a possibilidade de ter um contato mais afetivo com o pai, com o aspecto masculino da vida, o que pode gerar alguma dificuldade de expansão, de ocupar espaço na sociedade e particularmente para as mulheres, para definir um modelo adequado e não fantasioso de homem.

Como todo signo do elemento água, este adora viver fortes emoções. A paixão é algo incrível para o canceriano, pois nem sempre um amor calmo consegue dominar seu coração, e seu tipo sensível frequentemente é seduzido por sentimentos enlouquecedores.

Câncer é a estação das frutas, que precisam ser bem cuidadas para que possam crescer viçosas. No Hemisfério Norte é o verão, onde os dias são mais longos e o Sol traz vitalidade às frutas.

Para este signo, emocional, sensível e perceptível, Deus fala em diversas vozes, dependendo da necessidade do momento. Por isso não é de estranhar que cancerianos “ouçam coisas”, que tenham as suas visões.

Câncer é o mar, origem de todas as coisas, a matriz, as condições primordiais da existência que precisam ser protegidas para serem preservadas. É o avatar e a manifestação psíquica.

Como o animal, câncer prefere agir rodeando as situações ou em movimento regressivo, porque sabe que é frágil – embora persistente na sua reserva e no seu silêncio.

Protege-se, a si e aos outros e por isso é ciumento, possessivo e absorvente, e tem medo do que pode acontecer se mudar alguma coisa ou se perder a segurança do abrigo.

A ligação com o lar e a família é muito grande. Afinal os frutos precisam da árvore. O sentimento está acima de tudo e a memória é longa. Dez anos atrás é como se fosse hoje. E porque o passado é o presente, o canceriano pode se esquecer do presente.

Tem uma vida emocional dupla, profundidade e reserva interior que lhe torna capaz de ouvir todos os segredos dos outros, mas não contar os seus. E o envolvimento com o exterior lhe empolga e o atrai, pois quer sair por ai e ir longe. Deseja também ser popular porque precisa de atenção.

Magoa-se facilmente, é esnobe, tem gosto musical e parecer haver profunda empatia com a mãe e com os filhos. Sem as virtudes cancerianas de proteção, nutrição, ajuda aos inseguros, o mundo se tornaria frio, racional e morto.

Necessita ter preenchimento emocional, sentir-se parte de alguma coisa, senão pode ter comportamento infantil ou se rodear de coisas materiais para sentir segurança emocional.

Emotivo e sensível, é o mais voltado para a família, seu lado emocional é sempre latente, tem grande capacidade de percepção e muitas vezes, ouve e vê coisas que os outros não conseguem captar. Tem forte ligação com a família e o lar, cuidando sempre de proteger a si mesmo e aos outros.

Paciente e compreensivo, você tem ainda a seu favor uma grande intuição. É o signo da receptividade. O canceriano é uma criatura tranqüila, quando não está com a “lua virada”.

Endente com facilidade as dificuldades alheias, é apegado a rotina, não gosta muito de novidades e possui uma excelente memória.

Mas, por ser muito emotivo, magoa-se com facilidade e tem tendências a ter grandes oscilações de humor durante o mesmo dia, isto é, está permanentemente sujeito a altos e baixos.

Dinamismo: Grande capacidade para direcionar e usar (cardinal) a abundante sensibilidade receptiva e intuitiva (água) através da qual o meio é interiorizado (feminino), em seguida assimilado ou fecundado (predominância do úmido) segundo padrões subjetivos muitas vezes baseado numa idealização ou amplificação (Júpiter) do passado (Lua), que serve frequentemente de ponto de apoio contra uma certa insegurança da integração racional na vida ou da construção do futuro (Saturno).

A falta de agressividade conquistante (Marte), ainda que compensada pela agilidade intuitiva da inteligência (Lua), reforça um pouco mais a insegurança da vida de confrontação e luta, dispondo a uma retirada objetiva ou subjetiva.

Os conflitos são estruturados num nível de relacionamento e independência (cruz cardinal), enquanto que as soluções podem ser estruturadas num nível de investigação (Escorpião) dos condicionamentos de Câncer e ocultos de Peixes.

Tarefa: A ti, Câncer, a atribuo a tarefa de ensinar aos homens a emoção. Minha ideia é que provoque neles risos e lágrimas, de modo que tudo o que eles vejam e sintam desenvolva uma plenitude desde dentro. Para ti, Eu te dou o dom da família, para que tua plenitude possa se multiplicar.

Abaixo (do lado direito da tela), a autoridade postal da República da Áustria emitiu em datas diferentes, quatro séries com quatro selos cada uma, compondo 16 selos, dos quais 12 mostram a Astrologia através dos signos do zodíaco e 4 selos celebram o Ano Novo do Horóscopo Chinês. Todos são auto-adesivos e foram emitidos em folhas de 8 selos, com valor facial de 0,55 € cada. As três primeiras séries foram emitidas no Ano do Galo. A quarta e última série foi emitida no Ano do Cachorro.

    1. Astroset I – 21/04/2005: Câncer, Gêmeos e Touro
    2. Astroset II – 22/07/2005: Leão, Virgem e Libra
    3. Astroset III – 24/10/2005: Capricórnio, Sagitário e Escorpião
    4. Astroset IV – 20/01/2006: Áries, Aquário e Peixes

Do lado esquerdo, série de 12 selos postais e mini-folhinha emitida pela República da Bósnia Herzegóvina em 15/04/2004, com valor facial de 0,50 centavos de Marco conversível cada selo, eles mostram os 12 signos do zodíaco.

Do lado direito, série de 12 selos postais emitida pela Federação Russa em 21/04/2004, com valor facial de 5,00 Rublos cada selo, eles mostram os 12 signos do zodíaco. Do lado esquerdo, série de 12 selos postais e mini-folhinha emitida pela República da Hungria em 03/01/2005, com valor facial de 50 Florins Húngaros cada selo, eles mostram os 12 signos do zodíaco.

volta ao topo

LUA EM CÂNCER
Mãe poderosa ou super mãe.
A dependência emocional da mãe, um dos traços marcantes da pessoa deste signo, pode estar ligada a uma vida anterior que ocorreu entre antigas culturas matriarcas. Já a atração pela água, que leva o canceriano a se sentir bem em regiões próximas a rios ou ao mar, sugere que ele viveu na Lemúria, lendária ilha situada no pacífico sul.
Dia: Um clima de nostalgia toma conta de tudo. Em seus próprios domínios, ela excita a sensibilidade e a suscetibilidade, ativando as relações familiares e domésticas, as viagens por água, as pescarias, as construções, os processos, os favores e os empréstimos. Também é hora de se voltar para o passado e reavaliar as experiências. Todos ficam mais afetivos, emocionais e sensíveis e a troca de carinho se torna mais importante. Neste dia, até damos menos atenção aos assuntos profissionais. É um bom momento para procurar pessoas que não vemos há muito tempo ou para buscar um entendimento melhor com os familiares.

Saturno em Câncer: Depressão. É hora de esquecer que existe orgulho. Aprenda a oferecer carinho, ajuda e compreensão, mesmo quando não estiver muito afim. Além disso, procure ser mais seguro e não cobre tanto o reconhecimento das suas ações. Lembre-se de que as coisas devem acontecer naturalmente.

Em vidas passadas, é provável que a pessoa tenha deixado suas obrigações familiares em segundo plano, descuidando daqueles que dependiam dela. Na vida atual, seio desafio é evitar depender dos outros e vencer a sensação de rejeição que talvez a acompanhe desde a infância. Desenvolver a segurança interior será fundamental para sua felicidade.

Casa 4: O inferno, a família, segurança, a infância e a velhice, o começo e o fim, o pai num horóscopo feminino e a mãe num horóscopo masculino, o ambiente onde o indivíduo nasceu, as residências e propriedades, marcas hereditárias, o passado, raízes raciais e culturais, estrutura familiar, seu meio e suas coisas, a alma, o ressentimento, a nostalgia, o que eu gostaria de ter sido ou tido, mágoas, moral, síndrome da nostalgia, o nutrir, as heranças familiares, a origem, o lar, as bases emocionais, a sensibilidade.

4º eixo Câncer – Capricórnio: Ligados à família e coligados com o passado, profundamente emocionais, ambos são protetores. Capricórnio protege como um pai, cuida com responsabilidade, seria a representação da casa, enquanto que Câncer seria a representação do interior desta casa, protegendo como uma mãe, quem coloca no colo.

Saúde: Rege o estômago, os seios, o peito, as costelas, os líquidos do corpo, o tubo digestivo, a digestão, celulite, tendência de armazenamento de água no organismo, abdômen, inchaço nas pernas, flacidez, parte inferior dos pulmões, diafragma, pleura, pâncreas, baço, os lóbulos inferiores do fígado, esôfago, os processos químicos do organismo, a ação peristáltica do estômago, o útero, intestinos, circulação linfática, axilas. Os cancerianos tendem a se aborrecer e preocuparem-se mais do que as outras pessoas, ficando assim sujeitos a indigestões e úlceras, o que lhes dá a fama de portadores de saúde delicada. As glândulas mamárias também são atribuídas a Câncer, o signo do maternidade. Desregramento hormonal, retenção de líquidos, gânglios, epilepsia, disritmia, alcoolismo, edemas, sinusite, histeria, alucinações, gastrite, úlcera, catarro e problemas com insulina. Recomenda-se alimentos ricos em cálcio, como agrião e leite, para que evitem doenças na pele e dentição frágil.

Exercício: Sente-se e com os cotovelos apoiados no chão e as pernas esticadas, levante uma perna de cada vez alternadamente. Dedique-se a exercícios para melhorar a circulação das coxas e do abdômen, e favorecer a eliminação de líquidos.

Personificação: Signo animal com predominância de úmido, fértil e mudo. Representa o útero, o nutrir, a alimentação, o receptor, a família, a casa, as mulheres, os sentimentos maternos e as sensibilidade. Significa a formação das sementes pelas forças geradoras maternais.

Aparência: De fraca constituição, de pouca beleza, com os olhos grandes.

Animal: Quadrúpedes domésticos, lebre, galinha, gato, cachorro.

Profissão: Enfermeiro, doméstica, professora (professor de história), trabalhar em museu (museólogo), marinheiro, advogado de família, nutricionista, vendedor de objetos de arte, antiquário, hoteleiro, arqueólogo, artista, pediatra, monitor de esporte náutico, escrivão, metroviário, pescador, guia turístico, agricultor, empresário, administrador e historiador.

Planeta: Lua, a deusa da maternidade, que lhe proporciona um agradável convívio familiar.

Qualidade: Cardeal, que dá impulsividade, fluente.

Elemento: Água.

Elemental: Ondinas.

Estação: O início do verão.

Dia: Segunda-feira, deusa Freya, dia da intuição.

Cor: Branco, azul claro, cinza.

Mineral: Pérola, berilo, pedra-da-lua, quartzo verde, cristal.

Metal: Prata.

Vegetal: Lírio, copo-de-leite, melão, pepino, melancia, alface, malva-real (símbolo de fecundidade), amor-perfeito (saudades), lírio-silvestre (recordação amorosa), rosa-branca (símbolo da proteção) e o ciclâmen (amor maternal).

Chacka: 3º e 4º.

Aroma: Lírio, rosa, maça, alfazema.

À mesa: Gostam de relembrar os sabores de sua infância.

Nota musical: Ré.

Arcanjo: Gabriel.

Plano de vida: Astral.

Regente esotérico: Netuno.

Missão esotérica: Capturar uma corsa de pés de bronze e chifres dourados.

Mitologia: O mito da Hidra de Lerna está associado a este signo. Hércules, durante a luta contra este monstro, é atacado por um caranguejo enviado por Juno. O herói esmaga o crustáceo sob seus pés. Juno resolve transformar o corpo do caranguejo em constelação.

Ao signo de Câncer corresponde o mito da Hidra de Lerna. A Hidra era um monstro famoso nascido dos amores de Tifão com Equidna. Assolava os pântanos que circundavam o lago de Lerna, na Argólida. Algumas versões lhe dão sete cabeças, outras 9 ou ainda 50 e finalmente 100 cabeças. Quando se cortava uma de suas cabeças, logo nascia outra em seu lugar, a não ser que se queimasse a parte decepada. Hércules recebeu a ordem de matar a Hidra. Com a ajuda de Iolau conseguiu vencer a tarefa: Hércules cortava a cabeça e Iolau aplicava o fogo. No sangue da Hidra Hércules molhou suas flechas, a fim de torná-las venenosas. O trabalho de Hércules, no entanto, foi anulado devido a ajuda solicitada a Iolau.

Tarô: A Lua. Tarô Cigano: Roda.

Runas: Inguz, Berkana, Fehu.

Câncer Ascendente em:

  1. Áries: Dá maior incentivo, energia, ambição, se torna menos emotivo e enxerga a vida com otimismo, mas não se livra das ocasionais depressões.
  2. Touro: Fortalece o emocional, dá tendências à preguiça e aos prazeres momentâneos.
  3. Gêmeos: Confere ambição e extroversão, no plano afetivo gera muitas contradições entre a vontade de se casar e a curiosidade sexual.
  4. Câncer: Redobra as características, tenha cuidado com o excesso de infantilidade e melancolia.
  5. Leão: Conflitos internos que são facilmente vencidos com a segurança e a energia positiva de Leão.
  6. Virgem: Enxerga a vida com mais clareza e objetividade, aguça seu senso crítico e o amor natural à família.
  7. Libra: Dá maior instabilidade e indecisão, é preciso fortalecer o caráter e não perder a integridade nas relações.
  8. Escorpião: Aumenta os defeitos do canceriano, tende a se irritar facilmente, dá maior introversão, mas sua coragem aumenta.
  9. Sagitário: Perfil contraditório, as vezes se fecha, outras vezes quer ser o centro das atenções, e aumenta o bom humor.
  10. Capricórnio: Dá mais segurança e maior poder de decisão, afetividade bem equilibrada e repressão pelos valores tradicionais.
  11. Aquário: Ganha um toque de audácia e receptividade para ideias novas, confere um bom astral.
  12. Peixes: Acentua o caos interior do canceriano, falta de energia e positividade, e confere um grande talento artístico.
Entrada principal !
Última atualização: 17/06/2013.
volta ao topo

GÊMEOS ASTROLOGIA
LEÃO