This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

HORÓSCOPO CHINÊS

Apesar das dificuldades em se estabelecer os dados exatos acerca do desenvolvimento da Astrologia na China, sabe-se que os chineses acreditavam firmemente que sua história estava relacionada com os céus... Chamavam sua terra de “O Reino do Meio”, que representava o “Reino do Meio” celeste, onde as estrelas nunca se punham.

O imperador, ou o “Filho dos Céus” como era chamado, era um mediador entre o Céu e a Terra. Conhecia, graças ao seu astrólogo imperial, os dias das mudanças das estações e podia prever e interpretar todos os sinais celestes.

Acreditava-se que, caso o imperador cometesse algum erro em suas previsões, ele perderia todos os poderes que lhe eram conferidos pela natureza. Portanto, era muito importante que seus conselheiros observassem e calculassem com a máxima precisão todos os movimentos do céu.. Os deslizes eram punidos com a decapitação.

Em vez de se basearem na eclíptica, como fazem os astrólogos ocidentais, os chineses observavam as estrelas circumpolares, que eram visíveis durante à noite e durante o ano todo.

Concentravam-se também nas 28 constelações circumpolares, denominadas “hsui”. Cada uma delas pertencia a um dos palácios celestes e tinha o nome de algum animal. Assim, a constelação do Morcego, por exemplo, estaria nos domínios do Palácio Norte.

Alguns desses animais não só dão seu nome aos doze meses, como também aos ciclos horários e aos ciclos de 12 meses. Esse zodíaco parece ter sido usado desde 500 antes de Cristo. Porém, a verdadeira origem do círculo dos animais ainda permanece desconhecida....

Diferente do calendário ocidental, regido pelos ciclos do Sol, o calendário chinês se pauta pelo movimento lunar, o que faz com que seu ano-novo aconteça sempre entre a segunda quinzena de janeiro e a primeira de fevereiro.

Cada ano lunar é atribuído pelos chineses a um dos doze animais que, segundo lenda, foram os únicos a atender ao chamado feito por Buda, quando de sua partida da Terra. Segundo essa lenda, Buda convidou todos os animais da criação para uma festa de Ano Novo, prometendo uma surpresa a cada um dos presentes...

Apenas 12 compareceram e, obedecendo à ordem de chegada, cada um desses animais – rato, boi, tigre, coelho, dragão, serpente, cavalo, cabra, macaco, galo, cão e porco – ganhou um ano no calendário. Desde então, o signo de cada ano transmite suas características mais marcantes às pessoas nascidas em seu período de regência.

A esses animais atribuem-se: Metal, Madeira, Água, Fogo e Terra, os cinco elementos fundamentais que na filosofia oriental são a composição do universo. O Cavalo de Fogo rege a cada 60 anos...

De acordo com um antigo texto budista, quando os animais terminam suas meritórias tarefas, fazem um juramento solene perante os budas de que um deles estará sempre, por um dia e uma noite, pelo mundo, pregando e convertendo, enquanto os outros onze ficam praticando o bem em silêncio...

Para saber qual é o seu signo no horóscopo chinês, consulte a tabela abaixo, a partir do ano de seu nascimento.

Polaridade Chinês Nome em português                  
1 Yang SHU Rato ou Camundongo 1900 1912 1924 1936 1948 1960 1972 1984 1996
2 Yin NIÚ Boi ou Búfalo 1901 1913 1925 1937 1949 1961 1973 1985 1997
3 Yang HU Tigre (Pantera, Mongólia) 1902 1914 1926 1938 1950 1962 1974 1986 1998
4 Yin Coelho ou Gato 1903 1915 1927 1939 1951 1963 1975 1987 1999
5 Yang LONG Dragão (Crocodilo, Pérsia) 1904 1916 1928 1940 1952 1964 1976 1988 2000
6 Yin SHÉ Serpente ou Cobra (pequeno Dragão, Tailândia) 1905 1917 1929 1941 1953 1965 1977 1989 2001
7 Yang MA Cavalo 1906 1918 1930 1942 1954 1966 1978 1990 2002
8 Yin YÁNG Cabra ou Carneiro 1907 1919 1931 1943 1955 1967 1979 1991 2003
9 Yang HÓU Macaco 1908 1920 1932 1944 1956 1968 1980 1992 2004
10 Yin JI Galo ou Galinha 1909 1921 1933 1945 1957 1969 1981 1993 2005
11 Yang GOU Cão ou Cachorro 1910 1922 1934 1946 1958 1970 1982 1994 2006
12 Yin ZHU Porco ou Javali 1911 1923 1935 1947 1959 1971 1983 1995 2007
volta ao topo

O Correio do Brasil já emitiu por três vezes séries alusivas ao Calendário Lunar Chinês: Ano da Serpente (2001), Ano do Cavalo (2002) e Ano do Boi (2009). Nota: Parece que existe um cartão-postal comemorativo ao Ano do Boi que foi emitido em 1997, do artista pernambucano Jô Oliveira...

24/01/2001 – Ano da Serpente. Artista: Jô Oliveira. Processo de impressão: Ofsete + Hot Stamping. Papel: Cuchê gomado. Folha: 12 selos. Valor facial: R$ 1,45 cada. Tiragem: 2.000.004 selos. Picotagem: Área de desenho: Dimensões do selo: 38 mm × 76 mm. Local de Lançamento: ?

Trata-se de uma composição decorativa, que teve como elementos principais a serpente e o zodíaco chinês. O formato do selo, retangular, é inédito e permitirá uma composição simétrica. A cauda da serpente parte de sua casa na roda do zodíaco chinês, à esquerda, envolvendo-a. O corpo da serpente, no outro lado, à direita, forma novo círculo, configurando um formato que lembra o símbolo do infinito. Tendo em vista que o ano de 2001 é o da Serpente de Metal, foi feita uma impressão com aplicação de metal dourado e alto relevo no corpo da serpente, por meio da utilização do processo conhecido com “Hot Stamping”. Os demais elementos foram impressos pelo processo de Offset”, dando ao conjunto um efeito bastante diferenciado.

25/01/2002 – Ano do Cavalo. Edital: nº 1. Arte: Jô Oliveira. Processo de impressão: Ofsete + Hot Stamping. Papel: Cuchê gomado. Folha: 12 selos. Valor facial: R$ 1,45 cada. Tiragem: 2.000.004 selos. Picotagem: 23 × 11,5. Dimensões do selo: 38 mm × 76 mm. Local de Lançamento: Brasília/DF. RHM: C-2440. Yvert: 2749. Michel: 3217.

No dia 12 de fevereiro de 2002, o que corresponde ao início do ano 4.699 do Calendário Lunar Chinês, segundo o horóscopo daquela cultura, os chineses, do outro lado do mundo, celebraram seu ano-novo, o Ano do Cavalo; que encerrou em 31/01/2003. Assim, de acordo com os chineses, os nativos do Ano do Cavalo são, em princípio, pessoas marcadas pela lealdade, coragem, bondade, integridade e criatividade. Antecipando-se à celebração, os Correios brasileiros prestaram uma homenagem à riqueza cultural chinesa com o lançamento em 25 de janeiro do selo especial Calendário Lunar Chinês – Ano do Cavalo. A homenagem ocorre num momento em que o relacionamento bilateral avança de maneira significativa nas áreas científica, tecnológica, política e econômica.

O selo é uma composição de desenhos feitos à mão, separadamente, com nanquim preto sobre papel branco, tendo como principais elementos o cavalo e o zodíaco chinês, em disposição simétrica. A computação gráfica foi utilizada nas cores dos animais do zodíaco. As cores prata, do cavalo, em “hot stamping”, e azul, ao fundo, representam a água – elemento que rege o ano de 2002. O desenho do cavalo foi criado pelo artista, a partir de referências visuais do animal encontradas na arte chinesa.

15/01/2009 – Série Relações Diplomáticas China: Calendário Lunar Chinês – Ano do Boi. Edital: nº 3. Artista: Jô Oliveira. Processo de Impressão: Ofsete. Folha: 24 selos. Papel: Cuchê gomado. Valor facial: R$ 2,35 cada. Tiragem: 2.040.000 selos. Picotagem: 11,5 × 12. Dimensões do selo: 25 mm × 59 mm. Locais de lançamento: Brasília/DF, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP.

Sobre um pano de fundo cor de jade estão dispostos, simetricamente, os elementos visuais que compõem o selo. Entre dois círculos destaca-se a figura do Boi, em estilo que reporta à arte popular da China. No círculo da esquerda encontram-se as figuras dos doze animais do Zodíaco Chinês, e, no da direita, seus nomes, escritos em chinês. A disposição das cores que decoram os dois círculos é a mesma. Foram utilizadas as técnicas de desenho a nanquim e computação gráfica.

O selo do Ano do Boi é a terceira emissão com tema relacionado à cultura e astrologia milenar chinesa. Este é o ano 4.707 do Calendário Lunar Chinês, um dos mais antigos calendários do mundo. Pelo sistema de combinação de “Tiangan” (Troncos Celestiais) e “Dizhi” (Ramos Terrestres), o ano chinês, que começou em 26 de janeiro e terminou em 13/02/2010 do Calendário Gregoriano, é denominado Ji-Chou e é representado pelo Boi.

volta ao topo

RATO
Horas governadas: das 23 horas à 01 hora / Direção de seu signo: norte / Estação e mês: inverno e junho
Signo ocidental correspondente: Sagitário / Elemento fixo: água / Planeta regente: Mercúrio / Cores: vermelha, preta e prateada / Planta: absinto / Flor: orquídea
Anos correspondentes:
De 31 de janeiro de 1900 até 18 de fevereiro de 1901
De 18 de fevereiro de 1912 até 05 de fevereiro de 1913
De 05 de fevereiro de 1924 até 24 de janeiro de 1925
De 24 de janeiro de 1936 até 10 de fevereiro de 1937
De 10 de fevereiro de 1948 até 28 de janeiro de 1949
De 28 de janeiro de 1960 até 14 de fevereiro de 1961
De 16 de janeiro de 1972 até 02 de fevereiro de 1973
De 02 de fevereiro de 1984 até 19 de fevereiro de 1985

Aqui está um animal com o qual é fácil conviver, e que se deve aprender a seguir, para a direção que ele for, estará o melhor que se pode encontrar, porque o Rato tem como que um radar interior que o guia sempre. É o animal do horóscopo chinês, que ama com mais intensidade. É também muito apegado a vida familiar. É ainda aquele que possui uma alma anarquista, mas jamais demonstrará isso na organização de sua vida.
volta ao topo


BOI
Horas governadas: da 01 hora às 03 horas / Direção de seu signo: norte-nordeste / Estação e mês: inverno e julho
Signo ocidental correspondente: Capricórnio / Elemento fixo: água / Planeta regente: Mercúrio / Cores: verde e cinza / Planta: alecrim / Flor: violeta
Anos correspondentes:
De 19 de fevereiro de 1901 até 07 de fevereiro de 1902
De 06 de fevereiro de 1913 até 25 de janeiro de 1914
De 25 de janeiro de 1925 até 12 de fevereiro de 1926
De 11 de fevereiro de 1937 até 30 de janeiro de 1938
De 29 de janeiro de 1949 até 16 de fevereiro de 1950
De 15 de fevereiro de 1961 até 04 de fevereiro de 1962
De 03 de fevereiro de 1973 até 22 de janeiro de 1974
De 20 de fevereiro de 1985 até 08 de fevereiro de 1986

É organizado, paciente e trabalhador. Ninguém pode dizer que seja um inovador, um revolucionário, mas igualmente ninguém pode negar que ele tem uma grande capacidade para tornar viáveis novas ideias que lhe sejam apresentadas. É justamente por isso que acaba por ocupar cargos de responsabilidade, não é difícil perceber que se pode confiar nele. No amor, ele tem conduta semelhante por ser muito previsível, acaba despertando a desconfiança, será que é possível acreditar mesmo em alguém que parece jamais sair do caminho traçado? O que ele está escondendo? Gosta de relacionamentos longos, tem o casamento como meta.
volta ao topo


TIGRE
Horas governadas: das 03 horas às 05 horas / Direção de seu signo: leste-noroeste / Estação e mês: inverno e agosto
Signo ocidental correspondente: Aquário / Elemento fixo: madeira / Planeta regente: Júpiter / Cores: laranja e marrom-dourado / Planta: bambu / Flor: heliotrópio
Anos correspondentes:
De 08 de fevereiro de 1902 até 28 de janeiro de 1903
De 26 de janeiro de 1914 até 13 de fevereiro de 1915
De 13 de fevereiro de 1926 até 01 de fevereiro de 1927
De 31 de janeiro de 1938 até 18 de fevereiro de 1939
De 17 de fevereiro de 1950 até 05 de fevereiro de 1951
De 05 de fevereiro de 1962 até 24 de janeiro de 1963
De 23 de janeiro de 1974 até 10 de fevereiro de 1975
De 09 de fevereiro de 1986 até 28 de janeiro de 1987

Paixão, inconstância e sorte: esta é a legenda do Tigre. Essas três características exercem um verdadeiro encantamento nas pessoas que convivem com ele. Seu traço marcante é a vaidade, sua aparência sempre o preocupa. Conquista quem quiser com seu modo arrojado de viver e tem uma sensualidade rara. Seu amor, assim, é ardente e não costuma sofrer as dores da paixão, ainda que deixe muitos corações aos pedaços.

O Tigre é considerado em todo o Oriente como o rei dos animais. Símbolo das virtudes reais - lealdade, generosidade e coragem - é venerado e temido por todos. Dizem os chineses que o Tigre é protegido pelos deuses, que lhe dão sorte nos momentos de maior dificuldade.

O nativo de Tigre não é muito apegado ao dinheiro nem à segurança, como os demais signos do Zodíaco Chinês. Por isso, é imensamente generoso e está sempre pronto para envolver-se nas mais incríveis aventuras. Possui um dinamismo estonteante e seu forte nunca será a contemplação, a meditação.

Corajoso, ele não teme o desconhecido. Pelo contrário, lança-se de corpo e alma em todos os seus projetos, sempre muito diversificados. É extrememente impulsivo e curioso e adora saborear tudo o que a vida tem para lhe oferecer.

Na maioria das vezes, é rebelde, contestador, liberal. Para o Tigre nada é pior do que ficar preso a uma vida monótona. A rotina afugenta-o tanto quanto a deslealdade e a traição. Aliás, qualquer tipo de prisão tem como efeito a inibição de todas as suas qualidades.

Ativo e inquieto, sua presença sempre é notada por onde quer que passe. Ser o centro das atenções, além de alimentar o seu gigantesco ego, aumenta ainda mais o seu esplendoroso magnetismo pessoal, que faz dele, e com razão, o mais irresistível dos signos no Horóscopo Chinês.

Devido à sua natureza instável, nem sempre ele consegue conquistar a confiança das pessoas. Contudo, quando aprende a controlar seu espírito sensual e intranquilo, torna-se uma criatura sensata, sábia e realmante apreciada por todos.

No trabalho, o Tigre precisa de espaço para progredir e se desenvolver, mas nem sempre tem paciência para conquistar esse espaço. Para um Tigre, é um verdadeiro martírio ter de obedecer a horários ou cumprir deveres rotineiros. Altivo, passa por cima dos conselhos e sugestões dos mais experientes e raramente pensa antes de agir. Corajoso, prefere fazer tudo à sua maneira, não se importando muito com o certo e o errado. Em lugar de perder tempo reclamando, o Tigre, quando aborrecido, sai em busca de novos caminhos, deixando para trás o que já foi conquistado ou construído.

Muito sensível e emotivo, o corajoso Tigre fere-se com incrível facilidade, e não pode haver nada mais triste do que um Tigre triste. Ele raramente admite estar errado e suas angústias não são nada razoáveis. Suas crises de depressão só são curadas mediante doses maciças de afeto e de carinho. As mulheres deste signo choram com a mesma facilidade com que riem.

Quando vivem o seu aspecto mais negativo, são indecisos e caprichosos, e tendem a precipitar-se nas decisões quando não sabem o que fazer. Contudo, nem sempre fracassam em suas aventuras audaciosas, pois a sorte parece não abandoná-los, nem nos instantes de maior impasse.

A vida do Tigre é, em geral, das mais animadas e repletas de acontecimentos imprevistos. A pessoa desse signo conhecerá todos os tipos e nuanças de emoção, que são transmitidos com expansividade e muito humor. Aliás, seu senso de humor é irresistível. O Tigre não se importa em ridicularizar a si próprio quando percebe que isso diverte os outros.

No entanto, quando seus poderes e seu magnetismo não são reconhecidos, o Tigre pode tornar-se bastante agressivo, briguento e mesquinho. Para ele, é imprescindível que suas buscas existenciais sejam compreendidas e respeitadas pelos que estão à sua volta. Quando não recebe esse apoio afetivo, o Tigre raramente atinge seus ideais e, o que é pior, não aprende a controlar suas intempestivas emoções.

Seu entusiasmo é contagiante. Mesmo nas momentos de depressão ou de dificuldade, o Tigre carregará dentro de si o fogo inextinguível do otimismo e da alegria.

De acordo com a tradição, os nativos de Tigre, por serem temerários e precipitados, e pelo seu gosto pelas atitudes que envolvam alguma forma de risco, são propensos a ser vítimas de acidentes bastante violentos.

Apesar de sua capacidade para perdoar as injúrias, o Tigre é notadamente exigente consigo próprio e com os outros. Assim como aprecia as pessoas dotadas da mesma força e personalidade que a sua, é pouco paciente com pessoas de espírito conservador ou estagnado pela rotina da vida.

O Tigre nascido à noite terá as suas paixões mais controladas pela razão e sua vida será mais tranquila. Em contrapartida, os nascidos à tarde são profundamente sensíveis e emotivos, e demoram um pouco mais para tingir a maturidade.
volta ao topo


COELHO ou GATO
Horas governadas: das 05 horas às 07 horas / Direção de seu signo: leste / Estação e mês: primavera e setembro
Signo ocidental correspondente: Peixes / Elemento fixo: madeira / Planeta regente: Júpiter / Cores: branca e cinza / Planta: figueira / Flor: filipêndula
Anos correspondentes:
De 29 de janeiro de 1903 até 15 de fevereiro de 1904
De 14 de fevereiro de 1915 até 02 de fevereiro de 1916
De 02 de fevereiro de 1927 até 22 de janeiro de 1928
De 19 de fevereiro de 1939 até 07 de fevereiro de 1940
De 06 de fevereiro de 1951 até 26 de janeiro de 1952
De 25 de janeiro de 1963 até 12 de fevereiro de 1964
De 11 de fevereiro de 1975 até 30 de janeiro de 1976
De 29 de janeiro de 1987 até 16 de fevereiro de 1988

Coelho para os astrólogos chineses e japoneses, Gato, para os vietnamistas, este é um signo marcado pela sorte, pelo mistério, pela ambiguidade.

O mais prudente de todos os signos animais, o Coelho é, antes de tudo, um pacifista. Em virtude da sua necessidade de harmonia e paz interiores, afasta-se de tudo o que possa trazer complicação, envolvimento, intranquilidade. Tenta manter, e em geral com bastante sucesso, a própria calma, contornando os problemas mais intrincados com inteligência e vivacidade. Mas o Coelho raramente se defronta com uma situação complicada.

Seu espírito é reservado, conservador, amante das artes. Seja qual for o tipo de vida escolhida, o Coelho sempre estará rodeado de objetos de bom gosto, de valor e requinte. Ele é conhecido pelo seu admirável tino comercial que, aliado ao seu amor pelo conforto, permite-lhe um rápido desenvolvimento financeiro.

O Coelho aprecia a própria independência e, mesmo na vida em família, evita envolvimentos mais profundos. Não que seja indiferente a esse tipo de coisas, ele simplesmente valoriza a vida alheia como valoriza a própria tranquilidade. Em geral, o Coelho não é muito perseverante e, quando percebe que vive sob pressão de problemas insolúveis, não hesito em deixar tudo para trás.

A solidão não chega a ser um problema para o nativo deste signo. O Coelho pode, e muitas vezes prefere, viver perfeitamente bem quando só e é bastante feliz, desde que esteja rodeado pelos objetos que ativam suas mais doces recordações. O Coelho reverencia tudo o que tenha alguma ligação com o passado e, em especial, com a sua infância.

Gentil e côrtes, gosta de ser tratado com a mesma atenção com que trata os outros. É amigo afetuoso e protetor, e não mede esforços para simplificar a vida das pessoas. Nem demasiadamente possessivo, nem de todo indiferente, é o tipo de amigo com que se pode contar sempre. Discreto, evita fazer críticas ou meter-se onde não é chamado. Isso faz com que seja popular e apreciado por todos os que o conhecem. Contudo, como gosta de paz, afasta-se das amizades que possam ameaçar a sua tranquilidade.

Muito consciente de suas possibilidades, possui uma inabalável auto-estima. Detesta receber críticas, pois conhece, mais do que ninguém, suas próprias limitações e não precisa que ninguém lhe aponte os defeitos.

O Coelho pode ser maníaco pela ordem e a limpeza. Em geral, um típico nativo desse signo prefere o aconchego do lar às viagens que não lhe garantam conforto. Gosta de saber onde estão suas coisas e é muito apegado ao seu cantinho.
A harmonia do meio ambiente é vital para que o Coelho possa dar vazão à sua criatividade. Seja nos afazeres domésticos, seja no trabalho, seja na escola, o Coelho precisa de ordem para ser produtivo. Enfim, dá o máximo de si quando o mundo à sua volta não apresenta nenhuma ameaça ao seu refinado senso estético.

O Coelho pode parecer tímido e recatado. Apesar de ser muito suscetível à opinião dos outros, não sai em busca de aplausos. Gosta mais de refletir do que de falar. Seu gosto pela meditação afasta-o muitas vezes da família ou de seu círculo social. Contudo, apesar de seu temperamento retraído, é bastante observador e meticuloso.

No seu aspecto negativo, torna-se vaidoso e superficial. Conhece um pouco de tudo, é capaz de discutir sobre qualquer assunto, mas não de forma profunda. De qualquer modo, tudo o que disser terá a marca do bom senso e do cuidado.
Apesar de ser profundamente avesso às competições, à pressa e às brigas, o Coelho é muito capaz de defender os seus próprios interesses. Hábil, esperto, usa dos artifícios mais requintados para conseguir o que deseja; mas, no que diz respeito ao amor, prefere a sedução tranquila aos combates apaixonados.

As táticas subversivas do Coelho são famosas. Quando se sente ameaçado, em vez de atacar na linha de frente, o nativo deste signo escolhe uma pessoa mais combativa para representá-lo.

Para o Coelho típico, as reclamações e as queixas são sinais de fraqueza. Por isso, evita envolver outras pessoas em seus sofrimentos pessoais, que são tratados com muita reserva e discrição.

Apesar de ter uma constituição forte e saudável, o Coelho preocupa-se muito com a própria saúde. No entanto, raramente fala sobre suas dificuldades e inadequações com pessoas que não conhece bem.

O nativo de Coelho possui uma visão realista do mundo e da vida. Raramente se deixa enganar pelas aparências ou pelas palavras floreadas. Por isso, não ilude e não gosta de ser iludido.

Pense na paz e na serenidade, é a principal característica deste animal. Provavelmente dessa procura de tranquilidade surge a observação aguçada que faz do Coelho um atento observador de detalhes, e as conclusões que tira deles são sempre apuradas.

É um pouco narcisista e se orgulha dos amigos e das pessoas mais próximas. É sensível e deixa que esta qualidade apareça em tudo o que faz. No amor é discreto, não demonstra afeto abertamente, e tem um grande poder de sedução.
volta ao topo


DRAGÃO
Horas governadas: das 07 horas às 09 horas / Direção de seu signo: leste-sudeste / Estação e mês: primavera e outubro
Signo ocidental correspondente: Áries / Elemento fixo: madeira / Planeta regente: Júpiter / Cores: preta e amarela / Planta: mandrágora / Flor: lótus
Signo que combina: Rato e Galo / Signo que não combina: Cachorro
Anos correspondentes:
De 16 de fevereiro de 1904 até 03 de fevereiro de 1905
De 03 de fevereiro de 1916 até 22 de janeiro de 1917
De 23 de janeiro de 1928 até 09 de fevereiro de 1929
De 08 de fevereiro de 1940 até 26 de janeiro de 1941
De 27 de janeiro de 1952 até 13 de fevereiro de 1953
De 13 de fevereiro de 1964 até 01 de fevereiro de 1965
De 31 de janeiro de 1976 até 17 de fevereiro de 1977
De 17 de fevereiro de 1988 até 05 de fevereiro de 1989

Famosos de Dragão: Salvador Dalí (11/05/1904-1989), Roberto Marinho (03/12/1904-2003), Christian Dior (21/01/1904-1957), François Mitterrand (26/10/1916-1996), Cláudio Vilas-Boas (08/12/1916-1998), Che Guevara (14/05/1928-1967), Idi Amim Dada (17/05/1928-2003, ditador e déspota de Uganda), Rev. Martin Luther King Jr. (15/01/1929-1968), John Lennon (09/10/1940-1980), Bruce Lee (27/11/1940-1973), William Waack (30/08/1952), Vladímir Putin (07/10/1952), Eu (02/08/1964), Simony (18/06/1976), Evaristo Costa (30/09/1976), Patrícia Poeta (19/10/1976), Kayky Brito (08/10/1988).

Segundo a tradição chinesa, o Dragão vem ao mundo com as quatro grandes bençãos divinas: a riqueza, a longevidade, a harmonia e a virtude. Em contrapartida e, segundo a mesma tradição, os dragões são feitos de papel e devem renascer das próprias cinzas a cada amanhecer. Trata-se portanto, de uma figura meio mítica, meio folclórica, meio imaginária. Por isso é que muitos dizem que os nativos desse signo têm, às vezes, a impressão de que não existem realmente...

A figura mítica, aterradora e venerável do Dragão povoa a imaginação de todos os povos, do Oriente e do Ocidente. Ele está presente nas mitologias da Índia, da China, da Grécia, da Europa, do Japão, e ocupa um lugar especial nos contos de fadas e nas histórias infantis.

Meio homem, meio mito, o magnífico e agitadíssimo Dragão dá aos que se relacionam com ele a sensação de que estão tratando com uma criatura irreal, uma fantasia. Para o Dragão, a vida não passa mesmo de uma festa colorida, efêmera. Por isso, ele vai deixando o seu rastro por onde passa, sem se apegar a nada nem a ninguém, pois detesta ver-se preso nas malhas do cotidiano, onde perde todo o fulgor, brilho e originalidade.

Sempre em busca de aventuras, de inovações, de conhecimento, de emoções, ele se considera superior às demais criaturas e faz tudo para que isso fique bem claro. Preocupa-se apenas consigo mesmo e em como surpreender os outros com suas atitudes excêntricas. Um Dragão adora fazer surpresas. É muito difícil ficar-se imparcial com relação a esse signo tão original no comportamento, no modo de vestir e de agir.

O Dragão é conhecido pela sua mania de mandar. Ele adora dizer aos outros o que deve ser feito e como. Possuidor de uma autoridade inata e incontestável, ele faz uso dela sem grandes pudores nem diplomacia.

Com dura e gélida franqueza, mostra todo o seu desdém pelas pessoas menos fortes ou menos dinâmicas do que ele. O Dragão jamais demonstra ter medo e possui uma incrível capacidade para desarmar os que, porventura, tiverem a ousadia de questionar a sua autoridade.

Briguento, orgulhoso, e nem por isso menos charmoso, adora brilhar, ser o centro das atenções, dos cuidados e dos afetos de todos. Em contrapartida, é extremamente carinhoso com os familiares, os colegas e os amigos e faz de tudo, e sempre com sucesso, para tirá-los de encrencas e resolver os seus problemas. Curiosamente, o nativo desse signo tende a mostrar o que tem de melhor quando enfrenta alguma dificuldade. Resolvido os problemas, bate em retirada, não sem antes dizer o que pensa da pessoa em apuros e fazer um longo discurso sobre as fraquezas humanas.

A natureza exuberante do Dragão típico impede que ele seja suave ou doce, pois ele prefere ser agressivo a ser astuto. Como acredita que todas as pessoas nasceram para servi-lo, quando não consegue o que quer transforma-se num inimigo dos mais implacáveis.

Apesar de seu temperamento forte, o nativo desse signo não se deixa levar por emoções ou sentimentalismos, chegando mesmo a surpreender muitas vezes por seu bom senso e sabedoria. Graças a seu calor humano e à sua iniglalável vitalidade, o Dragão vive sempre rodeado de pessoas dos mais variados tipos.

Contudo, seus defeitos estão no mesmo nível de suas virtudes. Um Dragão que se preze jamais perderá tempo elaborando armadilhas mesquinhas, como um Rato, por exemplo. Ele não sabe o que é inveja e possui um tremendo espírito humanitário. É incapaz de prejudicar quem quer que esteja em dificuldade e, no seu aspecto mais positivo, não hesita em se sacrificar pela defesa de um alto ideal.

O maior problema do Dragão é que nem sempre estabelece os seus objetivos com facilidade, podendo estar consciente do que não quer, sem saber bem o que quer. Com isso, alguns dragões passam a maior parte da vida na busca de um objetivo existencial. Contudo, uma vez estabelecida a sua meta, ninguém supera o Dragão em entusiasmo.

Ele raramente se deixa vencer, apesar de estar sujeito a depressões ocasionais e de curta duração. Precipitado, otimista e ilógico, atira-se de cabeça naquilo que se propôs levar avente e nada o desviará do caminho traçado. Mesmo que esteja errado, o que jamais admitiria, o Dragão não dará ouvidos aos conselhos dos amigos mais sensatos.

Apesar de ser aberto e falante, prefere não se aprofundar nos assuntos ligados aos sofrimentos passados. Detesta perguntas indiscretas e piadas de mau gosto. Temendo desaparecer uma vez desvendado o mistério de seu fascínio irresistível, ele se afasta das pessoas que queiram esmiuçar-lhe a vida.

Sua marca é a força, apoiada em muita vitalidade. O Dragão está sempre pronto a superar todos os obstáculos com coragem, ainda que não tenha habilidade para lidar com assuntos práticos. Ele se tem na conta de um ser especial e tudo o que acontece com ele parece estar revestido de dons e profecias. É assim que ele olha para o amor, como algo sagrado, que deve estar acima das questões do dia a dia.

Vida Profissional:

Para um Dragão, nada pode ser mais detestável do que a rotina, os horários, as regras. Nada pode lhe causar tanto horror como as ordens dadas por outros. Sua natureza fulgurante e excêntrica o desqualifica para os trabalhos que exijam constância e perseverança. A diplomacia também não é o seu forte, pois prefere dizer o que pensa e quando bem entende.

O Dragão possui uma inesgotável vitalidade. Daí o seu sucesso nas atividades que prometam movimento, agitação, desafios e atitudes pioneiras. Como é extremamente imaginoso e anticonvencional, encontra soluções para os problemas mais intrincados. Aliás, ele adora ser chamado para resolver assuntos complicados pois, além de se sentir reconhecido com isso, ser lembrado nesses casos lhe dá uma sensação de que está atuante, vivo.

O verdadeiro Dragão jamais passa desapercebido e sua vida profissional terá o mesmo fulgor do seu temperamento. Preocupado em deixar a sua marca na história, faz de tudo para conseguir o prestígio e a atenção necessários para que seus atos sejam notados. Para tanto, servem-lhe de muita ajuda seu fôlego e seu entusiasmo, extraordinários, com os quais abre os seus caminhos da forma mais temperada possível.

Em virtude de sua natureza impetuosa e pouco diplomática, o Dragão muda frequentemente de profissão até encontrar, finalmente, a carreira que o motivará a viver os rigores do cotidiano.

Liberal consigo mesmo, radical com os outros, o Dragão é um chefe exigente, duro e, muitas vezes, despótico. Não permite palpites nem conselhos de colegas ou assessores, preferindo agir sempre como bem entende. As carreiras mais adequadas para o nativo desse signo são a arquitetura, as artes, o teatro, o cinema e a música.

Vida sentimental:

A vida afetiva do Dragão é tumultuada e rica em experiências exóticas. O caráter vulcânico de suas emoções faz com que sempre esteja cercado de pessoas interessadas e interessantes. Profundamente convencido de suas magníficas qualidades, considera uma honra ser amado por ele. Mas exige que o aceitem exatamente como ele é, com todas as suas virtudes e defeitos. Pouco amigo da sedução diplomática, floreada ou romântica, prefere que o venham conquistar, o que ocorre na maioria das vezes.

Sua natureza é extremamente inquieta. Detesta a rotina e os compromissos e raramente se deixa levar pelas convenções e regras matrimoniais, embora tenha tendência para se casar cedo. Segundo a tradição chinesa, os dragões são mais felizes quando estão sós, pois só assim têm tempo para se dedicar às coisas realmente importantes na vida, o trabalho, por exemplo.

O Dragão exige atenção total da pessoa amada e só é realmente feliz quando recebe todas as adulações a que julga ter direito. Também no amor as pequenas dificuldades emocionais o atraem. Não gosta de conquistas fáceis e os desafios emocionais o motivam, fazendo com que seu interesse pelo parceiro se torne mais duradouro.

Cenas de ciúme não fazem parte do seu temperamento. São bastante capazes de dar à pessoa amada toda a liberdade de que ela necessita, enquanto preservam a própria independência de um modo nem sempre muito diplomático e cuidadoso.

Vida material:

De acordo com a tradição, o Dragão será protegido de modo a não ter de passar por necessidades materiais durante toda a sua vida. Isso não quer dizer que viva em constante fartura, pois a sua natureza generosa não permitirá que seus recursos materiais se multipliquem. Quando decide dar um presente, o Dragão não se preocupa com o saldo bancário. O mesmo acontece quando decide comprar alguma coisa para a sua casa.

Outra característica do Dragão que impede que ele se transforme num amealhador de riquezas, o fascínio que sente por mudanças e reformas de todo tipo. Ele adora mudar e inovar a decoração de sua casa e cultiva um gosto especial pelas obras de arte. Mesmo que não tenha dinheiro, encontra sempre uma forma de comprar aquilo que deseja.

O Dragão é o menos interesseiro de todos os signos do zodíaco chinês. Honesto e orgulhoso, jamais faz algo pelo dinheiro em si. Sua vida é por demais valiosa para ser disperdiçada com preocupações materiais. O Dragão trabalha pelo simples prazer de trabalhar, ama pelo prazer de amar e ajuda os outros pelo prazer de ajudar. Jamais veremos um típico Dragão contando e acumulando dinheiro. Jamais testemunharemos qualquer ato mesquinho de sua parte.

Talvez pelo fato de ser tão aberto em termos materiais, o Dragão parece ser perseguido pelas boas oportunidades. Sua sorte é incrível e seus talentos, inúmeros, qualificam-no para a mais variadas atividades. E, apesar de sua tendência para agir com precipitação e impetuosidade exageradas, o Dragão, na grande maioria dos casos, é muito bem-sucedido.
volta ao topo


SERPENTE
Horas governadas: das 09 horas às 11 horas / Direção de seu signo: sul-sudeste / Estação e mês: primavera e novembro
Signo ocidental correspondente: Touro / Elemento fixo: fogo / Planeta regente: Marte / Cores: vermelha e verde / Planta: samambaia / Flor: urze, cardo
Anos correspondentes:
De 04 de fevereiro de 1905 até 24 de janeiro de 1906
De 23 de janeiro de 1917 até 10 de fevereiro de 1918
De 10 de fevereiro de 1929 até 29 de janeiro de 1930
De 27 de janeiro de 1941 até 14 de fevereiro de 1942
De 14 de fevereiro de 1953 até 02 de fevereiro de 1954
De 02 de fevereiro de 1965 até 20 de janeiro de 1966
De 18 de fevereiro de 1977 até 06 de fevereiro de 1978
De 06 de fevereiro de 1989 até 26 de janeiro de 1990

É o símbolo do misticismo no horóscopo chinês. Quem nasce no ano da Serpente, tem tudo para ser um místico nato e devotado. A Serpente não se cerca de nada que não seja original e que tenha uma história. Não é exatamente um animal com grande poder de comunicação, ainda que tenha boas ideias a passar para frente. E se alguém se atravessa em seu caminho, não duvida em agir com determinação para eliminar o obstáculo. Costuma ganhar todas as batalhas amorosas que elege como meta e encara o amor como um negócio que para ter sucesso, tem que ser bem conduzido.
volta ao topo


CAVALO
Horas governadas: das 11 horas às 13 horas / Direção de seu signo: sul / Estação e mês: verão e dezembro
Signo ocidental correspondente: Gêmeos / Elemento fixo: fogo / Planeta regente: Marte / Cores: vermelha e ocre / Planta: palmeira / Flor: peônia, capuchinha
Anos correspondentes:
De 25 de janeiro de 1906 até 12 de fevereiro de 1907
De 11 de fevereiro de 1918 até 31 de janeiro de 1919
De 30 de janeiro de 1930 até 16 de fevereiro de 1931
De 15 de fevereiro de 1942 até 04 de fevereiro de 1943
De 03 de fevereiro de 1954 até 23 de janeiro de 1955
De 21 de janeiro de 1966 até 08 de fevereiro de 1967
De 07 de fevereiro de 1978 até 27 de janeiro de 1979
De 17 de janeiro de 1990 até 14 de fevereiro de 1991

Eis o perfeito símbolo da jovialidade, da independência e do espírito aventureiro. Seu brilhantismo para a vida prática e sua aguçada atividade mental fazem dele um vencedor. Se há alguma coisa que ele preze acima de tudo, é a vida e a liberdade. E seu maior objetivo na vida é ser feliz. Apaixona-se com facilidade e envolve-se intensamente em cada uma de suas relações. Mas do mesmo jeito fácil que se envolve, também salta fora. Sua vida é experimentar muitos e intensos amores.
volta ao topo


CABRA (bloco do Tajiquistão)
Horas governadas: das 13 horas às 15 horas / Direção de seu signo: sul-sudeste / Estação e mês: verão e janeiro
Signo ocidental correspondente: Câncer / Elemento fixo: fogo / Planeta regente: Marte / Cores: azul-celeste e amarela / Planta: absinto / Flor: madressilva
Anos correspondentes:
De 13 de fevereiro de 1907 até 01 de fevereiro de 1908
De 01 de fevereiro de 1919 até 19 de fevereiro de 1920
De 17 de fevereiro de 1931 até 05 de fevereiro de 1932
De 05 de fevereiro de 1943 até 24 de janeiro de 1944
De 24 de janeiro de 1955 até 11 de fevereiro de 1956
De 09 de fevereiro de 1967 até 29 de janeiro de 1968
De 28 de janeiro de 1979 até 15 de fevereiro de 1980
De 15 de fevereiro de 1991 até 03 de fevereiro de 1992

Na simbologia oriental, este é o animal mais emotivo. Tem o que se pode chamar de bondade perfeita: não guarda rancor, e perdoa todas as injustiças que lhe são feitas. É um grande amigo e gosta de estar sempre cercado pela beleza, em todas as formas. No amor, como em tudo o mais em sua vida, ele nada escolhe sem antes pensar muito, nunca toma uma atitude que não seja resultado de uma grande reflexão.
volta ao topo


MACACO
Horas governadas: das 15 horas às 17 horas / Direção de seu signo: oeste-sudoeste / Estação e mês: verão e fevereiro
Signo ocidental correspondente: Leão / Elemento fixo: metal / Planeta regente: Vênus / Cores: violeta e branca / Planta: sândalo / Flor: sabugueiro
Anos correspondentes:
De 02 de fevereiro de 1908 até 21 de janeiro de 1909
De 20 de fevereiro de 1920 até 07 de fevereiro de 1921
De 06 de fevereiro de 1932 até 25 de janeiro de 1933
De 25 de janeiro de 1944 até 12 de fevereiro de 1945
De 12 de fevereiro de 1956 até 30 de janeiro de 1957
De 30 de janeiro de 1968 até 16 de fevereiro de 1969
De 16 de fevereiro de 1980 até 04 de fevereiro de 1981
De 04 de fevereiro de 1992 até 22 de janeiro de 1993

Sua capacidade de improvisação é notável e graças a ela consegue enfrentar situações complicadas. Seu pensamento está sempre voltado para o amanhã, o que passou, passou. Isso vale também para seus afetos. Um relacionamento com alguém de Macaco estará sempre em mutação, mas mudanças sempre feitas a dois.
volta ao topo


GALO
Horas governadas: das 17 horas às 19 horas / Direção de seu signo: oeste / Estação e mês: outono e março
Signo ocidental correspondente: Virgem / Elemento fixo: metal / Planeta regente: Vênus / Cores: amarela / Planta: laranjeira / Flor: girassol
Anos correspondentes:
De 22 de janeiro de 1909 até 09 de fevereiro de 1910
De 08 de fevereiro de 1921 até 27 de janeiro de 1922
De 26 de janeiro de 1933 até 13 de fevereiro de 1934
De 13 de fevereiro de 1945 até 01 de fevereiro de 1946
De 31 de janeiro de 1957 até 17 de fevereiro de 1958
De 17 de fevereiro de 1969 até 05 de fevereiro de 1970
De 05 de fevereiro de 1981 até 24 de janeiro de 1982
De 23 de janeiro de 1993 até 09 de fevereiro de 1994

Eis o exato perfil do animal mais excêntrico entre todos do horóscopo chinês. Por isso, não é exatamente fácil conviver com ele. É agressivo, auto-confiante em excesso e não modera suas críticas, ainda que sejam justas, ele as faz num tom, que muitas vezes deixa marcas difíceis de apagar. É muito organizado, minucioso, tem uma imaginação delirante. No amor, não costuma perder as batalhas, quem o Galo escolher, o Galo terá. Mas uma vez apaixonado, ele é terno, generoso, que não tolhe a liberdade do parceiro.
volta ao topo


CÃO ou CACHORRO
Horas governadas: das 19 horas às 21 horas / Direção de seu signo: oeste-noroeste / Estação e mês: outono e abril
Signo ocidental correspondente: Libra / Elemento fixo: metal / Planeta regente: Vênus / Cores: preta, azul-marinha / Planta: dormideira e nenúfar / Flor: flor-de-laranjeira
Anos correspondentes:
De 10 de fevereiro de 1910 até 29 de janeiro de 1911
De 28 de janeiro de 1922 até 15 de fevereiro de 1923
De 14 de fevereiro de 1934 até 03 de fevereiro de 1935
De 02 de fevereiro de 1946 até 21 de janeiro de 1947
De 18 de fevereiro de 1958 até 07 de fevereiro de 1959
De 06 de fevereiro de 1970 até 26 de janeiro de 1971
De 25 de janeiro de 1982 até 12 de fevereiro de 1983
De 10 de fevereiro de 1994 até 30 de janeiro de 1995

Reúne muitas qualidades: honestidade, constância, inteligência e não sabe viver criando armadilhas para os outros. Tem tudo para vencer na vida, principalmente à medida que vai ficando mais velho. Seu afeto não é ganho com facilidade, ele pode sentir atração por muita gente, mas só se apaixonará depois de uma escolha criteriosa e então será fiel e carinhoso.
volta ao topo


PORCO
Horas governadas: das 21 horas às 23 horas / Direção de seu signo: norte-noroeste / Estação e mês: outono e maio
Signo ocidental correspondente: Escorpião / Elemento fixo: água / Planeta regente: Mercúrio / Cores: azul e verde-claro / Planta: acácia / Flor: giesta
Anos correspondentes:
De 30 de janeiro de 1911 até 17 de fevereiro de 1912
De 16 de fevereiro de 1923 até 04 de fevereiro de 1924
De 04 de fevereiro de 1935 até 23 de janeiro de 1936
De 22 de janeiro de 1947 até 09 de fevereiro de 1948
De 08 de fevereiro de 1959 até 27 de janeiro de 1960
De 27 de janeiro de 1971 até 15 de janeiro de 1972
De 13 de fevereiro de 1983 até 01 de fevereiro de 1984
De 31 de janeiro de 1995 até 18 de fevereiro de 1996

Como o Boi, personifica a paciência no horóscopo chinês. Uma paciência que ele usa, inclusive, para esperar que os outros descubram a pessoa maravilhosa que é, apesar de sua aparência não despertar maiores atenções a primeira vista. É franco, honesto, tem uma compreensão acima da média, dos outros e do mundo. No amor é pura sensação, sentir é sua palavra chave. Quando se apaixona, é carinhoso como ninguém mais.

Entrada principal !
Última atualização: 17/04/2012.
volta ao topo

MAPA GIRAFAMANIA PÁGINA PRINCIPAL
MAPA GIRAFAMANIA