This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

BAHIA – BA

www.bahia.ba.gov.br

O estado da Bahia tem como capital a cidade de Salvador e está localizado na região Nordeste do Brasil. Quem nasce na cidade de Salvador é chamado de soteropolitano e não de “salvadorense”...

Se você olhar no dicionário, vai descobrir que baía (sem o h) é um pequeno golfo. E um golfo é um pouquinho de mar que entra pela terra, exatamente como acontece no litoral baiano. Em rigor, o nome do estado deveria ser “Baía”. No entanto, como a forma “Bahia” já estava “consagrada pelo consenso diuturno dos brasileiros”, segundo as normas do Formulário Ortográfico de 1943, ela permaneceu com o “h” intermediário.

Da descoberta em Porto Seguro à primeira Capital do País, a história da Bahia se confunde com a do Brasil. O estado se caracteriza pela combinação de diferentes traços étnicos e culturais e tem no sincretismo religioso uma das suas peculiaridades. A riqueza cultural se reflete, também, no patrimônio arquitetônico. A Bahia possui dez cidades tombadas, com um acervo reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O vasto acervo do Centro Histórico de Salvador, a Capital, fundada em 29/03/1549, foi considerado Patrimônio da Humanidade em 1984. Na cidade, está a sede do governo baiano, o Palácio de Ondina.

Costa do Descobrimento

A Costa do Descobrimento, no sul do estado da Bahia, compreende os municípios de Belmonte, Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro e Prado (porção norte). O importante trecho se estende da baía de Cabrália até a foz do rio Cahy, aproximadamente.

Em direção ao sul, desde Salvador, há os municípios de Valença, Ilhéus, Canavieiras, Belmonte (nome alusivo à cidade natal de Pedro Álvares Cabral), por exemplo, e então chega-se ao município de Santa Cruz Cabrália (cerca de 700 km da Capital) – considerada cidade-berço da Civilização Brasileira.

Sua baía, por séculos chamada de Porto Seguro e atualmente de Baía Cabrália, é o local de chegada das caravelas dos portugueses por ocasião do Descobrimento do Brasil, em 22/04/1500.

Santa Cruz Cabrália é uma das cidades históricas do estado da Bahia, por nela terem sido realizadas a 1ª Missa (Domingo de Páscoa) e a 2ª Missa (de Posse) no Brasil, ambas celebradas por Frei Henrique de Coimbra, capelão da armada de Pedro Álvares Cabral, em 26 de abril e 1 de maio de 1500, respectivamente, a primeira delas na extremidade sul da Baía Cabrália, mais precisamente no Ilhéu da Coroa Vermelha, e a segunda na foz do Rio Mutary.

O Ilhéu da Coroa Vermelha é considerado o ponto de desembarque da expedição de Pedro Álvarez Cabral, em 24/04/1500, além do local da Primeira Missa realizada no Brasil.

Seguindo, chega-se ao município de Porto Seguro: 12 km de praia unem os distritos de Arraial d’Ajuda e de Trancoso (descoberto pelos hippies nos anos 70), Caraíva (vila de pescadores a 40 quilômetros de Trancoso e 70 quilômetros de Porto) e o Parque Nacional de Monte Pascoal, com o Monte Pascoal (cerca de 156 km de Porto) – primeira porção continental avistada pelos portugueses quando descobriram a Terra de Vera Cruz, em 22/04/1500.

Por fim Prado, símbolo da Costa do Descobrimento do Brasil por causa da foz do Rio Cahy que, em 23/04/1500, foi ponto de desembarque de Nicolau Coelho, junto a outros homens, e onde aconteceu o primeiro contato dos portugueses com os índios Pataxós e Tupiniquins – terras que só 400 anos depois seriam desmembradas de Porto Seguro para formar o município de Prado.

No Brasão do estado da Bahia aparece o lema: “PER ARDUA SURGO”... mas não sei o significado...

A bandeira é o pavilhão oficial do estado brasileiro da Bahia. Com forte inspiração na bandeira dos Estados Unidos da América, mesclada com um triângulo evocativo ao símbolo maçônico, já adotados nas conjurações mineira e baiana...

volta ao topo

Na Bandeira Nacional do Brasil a estrela que representa o estado da Bahia é a estrela (abaixo, número 10): Gacrux = γ Ghama Crucis, Cruzeiro do Sul – topo da cruz.

volta ao topo

05 – DIRETORIA REGIONAL DOS CORREIOS DA BAHIA – DR/BA

Faixa(s) de CEP da UF BA: 40000-000 a 48999-999

Unidades Operacionais em Salvador: 118

– AC Agência Central Salvador – AC/DR/BA
Praça da Inglaterra, s/n – Comércio – Salvador – Bahia (BA) – CEP: 40015-970

– AC Agência Filatélica da Pituba – AF/DR/BA
Avenida Paulo VI, 190 – Pituba – Salvador – Bahia (BA) – CEP: 41810-971
Telefone: (71) 3346-2030 – (71) 3346-8410 (SFIL)

► Na Diretoria Regional da Bahia o lançamento da série “Zoológicos do Brasil” ocorreu no Jardim Zoológico de Salvador...

Unidades Operacionais no estado: ?

Municípios do estado da Bahia (417):

Abaíra
Abaré
Acajutiba
Adustina
Água Fria
Aiquara
Alagoinhas
Alcobaça
Almadina
Amargosa
Amélia Rodrigues
América Dourada
Anagé
Andaraí
Andorinha
Angical
Anguera
Antas
Antônio Cardoso
Antônio Gonçalves
Aporá
Apuarema
Araças
Aracatu
Araci
Aramari
Arataca
Aratuípe
Aurelino Leal
Baianópolis
Baixa Grande
Banzaê
Barra
Barra da Estiva
Barra do Choça
Barra do Mendes
Barra do Rocha
Barreiras
Barro Alto
Barrocas
Belmonte
Belo Campo
Biritinga
Boa Nova
Boa Vista do Tupim
Bom Jesus da Lapa
Bom Jesus da Serra
Boninal
Bonito
Boquira
Botuporã
Brejões
Brejolândia
Brotas de Macaúbas
Brumado
Buerarema
Buritirama
Caatiba
Cabaceiras do Paraguaçu
Cachoeira
Caculé
Caém
Caetanos
Caetité
Cafarnaum
Cairu
Caldeirão Grande
Camacan
Camaçari
Camamu
Campo Alegre de Lourdes
Campo Formoso
Canápolis
Canarana
Canavieiras
Candeal
Candeias
Candiba
Cândido Sales
Cansanção
Canudos
Capela do Alto Alegre
Capim Grosso
Caraíbas
Caravelas
Cardeal da Silva
Carinhanha
Casa Nova
Castro Alves
Catolândia
Catu
Caturama
Central
Chorrochó
Cícero Dantas
Cipó
Coaraci
Cocos
Conceição da Feira
Conceição do Almeida
Conceição do Coité
Conceição do Jacuípe
Conde
Condeúba
Contendas do Sincorá
Coração de Maria
Cordeiros
Coribe
Coronel João Sá
Correntina
Cotegipe
Cravolândia
Crisópolis
Cristópolis
Cruz das Almas
Curaçá
Dário Meira
Dias d’Ávila
Dom Basílio
Dom Macedo Costa
Elísio Medrado
Encruzilhada
Entre Rios
Érico Cardoso
Esplanada
Euclides da Cunha
Eunápolis
Fátima
Feira da Mata
Feira de Santana (CEPs da cidade: 44000-000 a 44149-999, Data da Alteração: 31/10/2008)
– Envelope Centenário da Imigração Japonesa circulado de São Paulo para Feira de Santana (Reginaldo), em 15/07/08 – Modalidade: CARTA NÃO COMERCIAL + Reg. + MP, Peso: 216 gramas, Valor do Porte: R$ 2,30 (dois reais e trinta centavos) + Registro Nacional (Objeto RC011710160BR): R$ 2,60 (dois reais e sessenta centavos) + Mão Própria: R$ 3,20 (três reais e vinte centavos), perfazendo um total de R$ 8,10 (oito reais e dez centavos), que paguei com porte correto de 1 bloco Centenário da Imigração Japonesa (7,00) + 1 selo Girafa (0,60) + 2 selos ordinários Sapateiro (0,40) + 2 selos ordinários Costureira (0,10).
Filadélfia
Firmino Alves
Floresta Azul
Formosa do Rio Preto
Gandu
Gavião
Gentio do Ouro
Glória
Gongogi
Governador Lomanto Júnior
Governador Mangabeira
Guajeru
Guanambi
Guaratinga
Heliópolis
Iaçu
Ibiassucê
Ibicaraí
Ibicoara
Ibicuí
Ibipeba
Ibipitanga
Ibiquera
Ibirapitanga
Ibirapuã
Ibirataia
Ibitiara
Ibititá
Ibotirama
Ichu
Igaporã
Igrapiúna
Iguaí
Ilhéus (28/06 – Dia do Aniversário de Ilhéus)
Inhambupe
Ipecaetá
Ipiaú
Ipirá
Ipupiara
Irajuba
Iramaia
Iraquara
Irará
Irecê
Itabela
Itaberaba
Itabuna
Itacaré
Itaeté
Itagi
Itagibá
Itagimirim
Itaguaçu da Bahia
Itaju do Colônia
Itajuípe
Itamaraju
Itamari
Itambé
Itanagra
Itanhém
Itaparica
Itapé
Itapebi
Itapetinga
Itapicuru
Itapitanga
Itaquara
Itarantim
Itatim
Itiruçu
Itiúba
Itororó
Ituaçu
Ituberá
Iuiú
Jaborandi
Jacaraci
Jacobina
Jaguaquara
Jaguarari
Jaguaripe
Jandaíra
Jequié
Jeremoabo
Jiquiriçá
Jitaúna
João Dourado
Juazeiro
Jucuruçu
Jussara
Jussari
Jussiape
Lafaiete Coutinho
Lagoa Real
Laje
Lajedão
Lajedinho
Lajedo do Tabocal
Lamarão
Lapão
Lauro de Freitas – AC Agência Central Lauro de Freitas – AC/DR/PB (22/11/2007)
Lençóis
Licínio de Almeida
Livramento de Nossa Senhora
Luís Eduardo Magalhães
Macajuba
Macarani
Macaúbas
Macururé
Madre de Deus
Maetinga
Maiquinique
Mairi
Malhada
Malhada de Pedras
Manoel Vitorino
Mansidão
Maracás
Maragogipe
Maraú
Marcionílio Souza
Mascote
Mata de São João
Matina
Medeiros Neto
Miguel Calmon
Milagres
Mirangaba
Mirante
Monte Santo
Morpará
Morro do Chapéu
Mortugaba
Mucugê
Mucuri
Mulungu do Morro
Mundo Novo
Muniz Ferreira
Muquém de São Francisco
Muritiba
Mutuípe
Nazaré
Nilo Peçanha
Nordestina
Nova Canaã
Nova Fátima
Nova Ibiá
Nova Itarana
Nova Redenção
Nova Soure
Nova Viçosa
Novo Horizonte
Novo Triunfo
Olindina
Oliveira dos Brejinhos
Ouriçangas
Ourolândia
Palmas de Monte Alto
Palmeiras
Paramirim
Paratinga
Paripiranga
Pau Brasil
Paulo Afonso
Pé de Serra
Pedrão
Pedro Alexandre
Piatã
Pilão Arcado
Pindaí
Pindobaçu
Pintadas
Piraí do Norte
Piripá
Piritiba
Planaltino
Planalto
Poções
Pojuca
Ponto Novo
Porto Seguro (30/06/1891 – Dia do Aniversário de Porto Seguro)
Potiraguá
Prado
Presidente Dutra
Presidente Jânio Quadros
Presidente Tancredo Neves
Queimadas
Quijingue
Quixabeira
Rafael Jambeiro
Remanso
Retirolândia
Riachão das Neves
Riachão do Jacuípe
Riacho de Santana
Ribeira do Amparo
Ribeira do Pombal
Ribeirão do Largo
Rio de Contas
Rio do Antônio
Rio do Pires
Rio Real
Rodelas
Ruy Barbosa
Salinas da Margarida
Salvador
– Envelope circulado de São Paulo para Salvador em 11/10/07, Ana Cláudia Silva Guimarães – Gerente da Agência Filatélica da Pituba (baacfilatelica@correios.com.br), que recebeu na frente carimbo de favor (tipo carimbo de chegada) da Agência Filatélica da Pituba, em 15/10/07. Nota: Vera quem a indicou. Rita quem trouxe o envelope.
– Envelope circulado de São Paulo para Salvador em 11/10/07, Adriana Oliveira da Silva – Chefe da Seção de Filatelia (adrianaoliveira@correios.com.br), que recebeu carimbo da Gerência de Vendas no Varejo, Seção de Filatelia da DR/BA, em 15/10/07. Nota: Rita quem trouxe o envelope.
Santa Bárbara
Santa Brígida
Santa Cruz Cabrália (23/07/1564 – Dia do Aniversário da Cidade)
Santa Cruz da Vitória
Santa Inês
Santa Luzia
Santa Maria da Vitória
Santa Rita de Cássia
Santa Teresinha
Santaluz
Santana
Santanópolis
Santo Amaro
Santo Antônio de Jesus
Santo Estêvão
São Desidério
São Domingos
São Felipe
São Félix
São Félix do Coribe
São Francisco do Conde
São Gabriel
São Gonçalo dos Campos
São José da Vitória
São José do Jacuípe
São Miguel das Matas
São Sebastião do Passé
Sapeaçu
Sátiro Dias
Saubara
Saúde
Seabra
Sebastião Laranjeiras
Senhor do Bonfim
Sento Sé
Serra do Ramalho
Serra Dourada
Serra Preta
Serrinha
Serrolândia
Simões Filho
Sítio do Mato
Sítio do Quinto
Sobradinho
Souto Soares
Tabocas do Brejo Velho
Tanhaçu
Tanque Novo
Tanquinho
Taperoá
Tapiramutá
Teixeira de Freitas
Teodoro Sampaio
Teofilândia
Teolândia
Terra Nova
Tremedal
Tucano
Uauá
Ubaíra
Ubaitaba
Ubatã
Uibaí
Umburanas
Una
Urandi
Uruçuca
Utinga
Valença
Valente (Glauber)
Várzea da Roça
Várzea do Poço
Várzea Nova
Varzedo
Vera Cruz
Vereda
Vitória da Conquista
Wagner
Wanderley
Wenceslau Guimarães
Xique-Xique


Alguns Museus em Salvador:

Associação de Museus da Bahia

Museu de Arte da Bahia

Museu Geológico da Bahia

Memorial do Teatro Castro Alves

MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia – www.mam.ba.gov.br
Av. Contorno s/n, Solar do Unhão
Nota: Trabalho exposto no salão do artista Rogério Pinto.

MAFRO – Museu Afro-Brasileiro
Praça XV de Novembro, s/n – Faculdade de Medicina – Terreiro de Jesus – Centro Histórico, CEP: 40025-010, Salvador – Bahia (BA)
mafro@ufba.br – www.ceao.ufba.br/mafro
Missão: Apresentar ao público elementos da cultura material africana e da herança cultural negra na sociedade brasileira. Desenvolver estudos voltados para as temáticas afro-brasileiras e africanas.
Histórico da formação do acervo: Objetos da cultura material africana de origem religiosa, artística e da vida cotidiana. São esculturas, máscaras, tecidos, adornos, cerâmicas, instrumentos musicais, jogos e tapeçarias, provenientes do continente africano, adquiridos na década de 1970 pelo Ministério das Relações Exteriores ou através de doações das diversas embaixadas dos países da África. Objetos de origem brasileira, relacionados à religião afro-brasileira na Bahia, suas divindades e sacerdotes, doados pela comunidade afro-baiana ou adquiridos no mercado local.

13/03/1989 – Selo Ano da Biblioteca Pública, com valor facial de NCz$ 0,25 centavos, o selo mostra aspectos da Biblioteca Pública da Bahia 1811-1989. Artista: Martha Poppe. Picotagem: 11½. Tiragem: 2.100.000 selos. Impressão: Ofsete. Papel: Cuchê gomado. Yvert: 1905. Scott: 2162. Michel: 2288. RHM: C-1620.

Entrada principal !
Última atualização: 07/04/2013.
volta ao topo

BANDEIRAS MAPA GIRAFAMANIA
BANDEIRAS