This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

BANDEIRAS DO MUNDO

Bandeiras de países, ilhas independentes, províncias e territórios... Clique nos Continentes:

ÁFRICA

AMÉRICA DO NORTE

AMÉRICA CENTRAL E CARIBE

AMÉRICA DO SUL

ÁSIA E ORIENTE MÉDIO

EUROPA

OCEANIA E ILHAS DO PACÍFICO

volta ao topo

BANDEIRA NACIONAL DO BRASIL

No dia 18/09/1822, onze dias após a Proclamação da Independência, D. Pedro I assinou os três primeiros atos oficiais e, entre eles, a definição da primeira Bandeira Nacional, a bandeira do Reino do Brasil.

Nela, aparecia um ramo de café (abaixo, imagem do lado esquerdo da tela, mostrada no cartão telefônico emitido pela Telemar). Nota: Também no atual Brasão de Armas, símbolo da República, o ramo de café representa a riqueza agrícola...

O Brasil teve três bandeiras (mostradas no cartão telefônico da BrasilTelecom do lado direito da tela):

  1. a bandeira do Império (1822 a 1889),
  2. a bandeira da Proclamação da República “provisória” (cópia verde-amarela da americana, durou apenas 4 dias porque não agradou ninguém) e
  3. a bandeira atual, a qual representa o Brasil desde 19/11/1889.

Quando surgiu a Bandeira do Brasil?

– A Bandeira do Brasil foi adotada pelo Decreto de Lei Número 4, de 19/11/1889. Este decreto foi preparado por Benjamin Constant – membro do Governo Provisório.

Segundo recomenda o decreto, tem por base um retângulo verde com proporções de 07:10 e inscrito a ele um losango amarelo que inscreve um círculo azul atravessado por um dístico branco com as palavras “ORDEM E PROGRESSO” escrito em letras verdes, assim como 27 estrelas de cor branca.

Quem foram os responsáveis por sua criação?

– A ideia da nova Bandeira do Brasil deve-se ao professor Raimundo Teixeira Mendes, presidente do Apostolado Positivista do Brasil. Com ele colaboraram o Dr. Miguel Lemos e o professor Manuel Pereira Reis, catedrático de astronomia da Escola Politécnica. O desenho foi executado pelo pintor Décio Vilares.

As cores – As cores verde e amarelo estão associadas à casa real de Bragança, da qual fazia parte o imperador D. Pedro I, e à casa real dos Habsburg, à qual pertencia a imperatriz D. Leopoldina. O círculo interno azul corresponde a uma imagem da esfera celeste, inclinada segundo a latitude da cidade do Rio de Janeiro às 12 horas siderais (8 horas e 30 minutos) do dia 15/11/1889.

A faixa branca – Embora alguns dizem que a faixa não tem qualquer relação com definições astronômicas, que ela não representa a eclíptica, o equador celeste ou o zodíaco, que a faixa é apenas um lugar para a inscrição do lema “Ordem e Progresso”... Oficialmente a faixa branca em sentido oblíquo e descendente com a legenda “Ordem e Progresso”, como uma “divisa”, compõe a representação do céu do Rio de Janeiro no dia 15/11/1889, em que as estrelas simbolizam os estados que formam a União.

O lema “ORDEM E PROGRESSO” foi inspirado no filósofo positivista francês Augusto Comte, que tinha vários seguidores no Brasil, entre eles o professor Raimundo Teixeira Mendes.

Quando a Bandeira Nacional foi modificada

28/05/1968 – Lei nº 5.443 (Anexo nº 1)
01/09/1971 – Lei nº 5.700
11/05/1992 – Lei nº 8.421 [As constelações que figuram na Bandeira Nacional correspondem ao aspecto do céu, na cidade do Rio de Janeiro, às 20 horas, 30 minutos do dia 15/11/1889 (doze horas siderais) e devem ser consideradas como vistas por um observador situado fora da esfera celeste.]

Nota: Curioso notar que apenas na bandeira do Brasil a constelação aparece “invertida” em relação ao que vemos no céu. Isso porque nessa bandeira o céu é representado considerando um hipotético observador fora da esfera celeste (tendo a Terra por centro), e não um observador na superfície de nosso planeta.

As estrelas – Cada estrela representa cada um dos Estados da Federação. Todas as estrelas têm 5 pontas, entretanto elas não têm o mesmo tamanho.

As estrelas aparecem em cinco dimensões: de primeira, segunda, terceira, quarta e quinta grandezas. Estas dimensões não correspondem diretamente às magnitudes astronômicas, mas estão relacionadas com elas. Quanto maior a magnitude da estrela maior é o seu tamanho na Bandeira.

A constelação mais representativa do Hemisfério Sul é a Cruz do Sul ou Cruzeiro do Sul que, além do Escudo Brasileiro, integra as Bandeiras Nacionais do Brasil, Austrália, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné e Samoa Ocidental, por exemplo.

Na Bandeira Nacional podemos ver 5 estrelas da constelação Cruzeiro do Sul, as quais representam os 5 principais estados à época da Proclamação da República, sendo um estado da região Nordeste, “Gacrux” – Bahia, e os outros quatro estados que compõem a região Sudeste: “Pálida” – Minas Gerais, “Intrometida” – Espírito Santo, “Acrux” – São Paulo e “Mimosa” – Rio de Janeiro.

Astronomia na Bandeira do Brasil – Nove constelações (Cão Maior, Cão Menor, Carina, Cruzeiro do Sul, Escorpião, Hidra Fêmea, Oitante, Triângulo Austral e Virgem), com um total de 27 estrelas, estão representadas na nossa Bandeira.

Abaixo, relação entre as estrelas e os estados da Federação. Primeiramente o número da estrela na bandeira, depois lista em ordem alfabética por nome de estado, em seguida o nome da estrela (apenas duas não constam) e, entre parênteses, a letra grega que indica sua posição na constelação correspondente. Por último, quando houver, comentário para fácil identificação da estrela na Bandeira do Brasil.

14) Acre – Dhanab al Shuja (estrela ghama da Hidra Fêmea); estrela “solitária” abaixo do lema
21) Alagoas – Sargas (estrela thita da constelação de Escorpião)
7) Amapá – Mirzam (estrela vita da constelação Cão Maior)
2) Amazonas – Procyon (estrela alfa da constelação Cão Menor); estrela na extrema esquerda da bandeira
10) Bahia – Gacrux (estrela ghama da constelação Cruzeiro do Sul); estrela no topo da cruz
17) Ceará – Wei (estrela épsilon da constelação de Escorpião)
27) DF/Brasília – Polaris Australis (estrela sigma do Oitante); menor estrela da bandeira, aquela mais inferior na bandeira
12) Espírito Santo – Intrometida (estrela épsilon da constelação Cruzeiro do Sul); a menor, entre o lado esquerdo e a base da cruz
9) Goiás – Canopus (estrela alfa da constelação Argus? ou Carina)
16) Maranhão – Acrab ou Graffias (estrela vita da constelação de Escorpião); estrela na extrema direita da bandeira, sob o lema
5) Mato Grosso – Sirius (estrela alfa da constelação Cão Maior)
3) Mato Grosso do Sul – Alphard (estrela alfa da constelação Hidra Fêmea)
11) Minas Gerais – Pálida (estrela dhelta da constelação Cruzeiro do Sul); estrela do lado esquerdo da cruz
1) Pará – Spica (estrela alfa da constelação de Virgem); única estrela na parte superior da bandeira, acima do lema
19) Paraíba – Girtab (estrela khi da constelação de Escorpião)
25) Paraná – s/nome (estrela ghama do Triângulo Austral)
20) Pernambuco – Denebakrab (estrela mi da constelação de Escorpião)
15) Piauí – Antares (estrela alfa da constelação de Escorpião)
26) Rio de Janeiro – Mimosa (estrela vita da constelação Cruzeiro do Sul); estrela do lado direito da cruz
18) Rio Grande do Norte – Shaula (estrela lamdha da constelação de Escorpião)
24) Rio Grande do Sul – Atria (estrela alfa do Triângulo Austral)
4) Rondônia – Wezen (estrela dhelta da constelação Cão Maior)
6) Roraima – Muliphem (estrela ghama da constelação do Cão Maior)
23) Santa Catarina – s/nome (estrela dhelta do Triângulo Austral)
13) São Paulo – Acrux (estrela alfa da Cruzeiro do Sul); Estrela de Magalhães, na base da cruz, maior e a mais brilhante
22) Sergipe – Apollyon (estrela iota da constelação de Escorpião)
8) Tocantins – Adhara (estrela épsilon da constelação Cão Maior)

Abaixo, lista em ordem numérica de localização das estrelas na Bandeira do Brasil:

1 – Pará
2 – Amazonas
3 – Mato Grosso do Sul
4 – Rondônia
5 – Mato Grosso
6 – Roraima
7 – Amapá
8 – Tocantins
9 – Goiás
10 – Bahia
11 – Minas Gerais
12 – Espírito Santo
13 – São Paulo
14 – Acre
15 – Piauí
16 – Maranhão
17 – Ceará
18 – Rio Grande do Norte
19 – Paraíba
20 – Pernambuco
21 – Alagoas
22 – Sergipe
23 – Santa Catarina
24 – Rio Grande do Sul
25 – Paraná
26 – Rio de Janeiro
27 – Brasília
volta ao topo

Fontes: www.brasilrepublica.com (ótimo sítio com estados e regiões, bandeiras, brasões, hinos e presidentes)
Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Bandeira_do_Brasil)
Observatório Nacional (www.on.br/glossario/alfabeto/b/bandeirabrasil.html)

A coleção com 27 selos da “Série Bandeiras dos Estados do Brasil” compreende 7 emissões em anos diferentes... Desde 1981 até 1999, portanto demorou 18 anos para se ter todas as bandeiras dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal representadas através de selos postais... São elas (alguns dados abaixo estão incompletos):

I. 19/11/1981 (RHM: C-1231/C-1235), 5 selos: Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Pernambuco e Sergipe
II. 19/11/1982 (RHM: C-1294/C-1298), 5 selos: Ceará, Espírito Santo, Paraíba, Rio Grande do Norte e Rondônia (FDCs)
III. 19/11/1983 (RHM: C-1363/C-1367), 5 selos: Amazonas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio de Janeiro (FDCs)
IV. 19/11/1984 (RHM: C-1425/C-1429), 5 selos: Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Santa Catarina (FDCs)
V. 1985 (RHM: C-/C-), 4 selos: Acre, Pará, Rio Grande do Sul e São Paulo (FDCs)
VI. 1990 (RHM: C-/C-), 1 selo: bandeira do estado de Tocantins (FDC)
VII. 19/11/1999 (RHM: C-2226/C-2227), 2 selos: Amapá e Roraima (FDCs)

Nota: Agreguei toda a série na coleção “Zoológicos do Brasil”...

Aprendendo: Nome geográfico pode ou não ter artigo?

No caso dos estados, a prática ou a forma oficial por eles adotada é que determina se os Estados Brasileiros devem ou não ter o nome precedido de artigo. Na lista abaixo, podemos ver os estados em que têm artigos e, apenas para fácil identificação, nos estados em que não têm artigo foi utilizado o sinal “_”.

Bandeira (artigo) Estado Natural (gentílicos) Sigla Capital Natural (gentílico) Aniversário nº/mu. Área/km² Censo 2010
o Acre acriano AC Rio Branco rio-branquense 28/12/1882 22 153.149 732.793
_ Alagoas alagoano AL Maceió maceioense 05/12/1815 102 27.933 3.120.922
o Amapá amapaense AP Macapá macapaense 04/02/1758 16 143.453 668.689
o Amazonas baré ou
amazonense
AM Manaus manauara ou
manauense
24/10/1669 62 1.577.820 3.480.937
a Bahia baiano BA Salvador soteropolitano 29/03/1549 417 567.295 14.021.432
o Ceará cearense CE Fortaleza fortalezense 13/04/1726 184 146.348 8.448.055
o Distrito Federal distrital DF Brasília brasiliense 21/04/1960 1 5.822 2.562.963
o Espírito Santo capixaba ES Vitória vitoriense 08/09/1551 78 46.184 3.512.672
_ Goiás goiano GO Goiânia goianiense 24/10/1933 246 341.289 6.004.045
o Maranhão maranhanse MA São Luís são-luisense 08/09/1612 217 333.365 6.569.683
_ Mato Grosso mato-grossense MT Cuiabá cuiabano 08/04/1719 139 906.806 3.033.991
_ Mato Grosso do Sul sul-mato-grossense MS Campo Grande campo-grandense 26/08/1899 77 358.158 2.449.341
_ Minas Gerais mineiro MG Belo Horizonte belo-horizontino 12/12/1897 856 588.383 19.595.309
o Pará paraense PA Belém belenense 12/01/1616 143 1.253.164 7.588.078
a Paraíba paraibano PB João Pessoa pessoense 05/08/1585 223 56.584 3.766.834
o Paraná paranaense PR Curitiba curitibano 29/03/1693 399 199.709 10.439.601
_ Pernambuco pernambucano PE Recife recifense 12/03/1537 185 98.937 8.796.032
o Piauí piauiense PI Teresina teresinense 16/08/1852 222 252.378 3.119.015
o Rio de Janeiro fluminense RJ Rio de Janeiro carioca 01/03/1565 92 43.909 15.993.583
o Rio Grande do Norte potiguar RN Natal natalense 25/12/1599 167 53.306 3.168.133
o Rio Grande do Sul gaúcho RS Porto Alegre porto-alegrense 26/03/1772 496 282.062 10.695.532
_ Rondônia rondoniense RO Porto Velho porto-velhense 02/10/1914 52 238.512 1.560.501
_ Roraima roraimense RR Boa Vista boa-vistense 09/07/1890 15 224.298 451.227
_ Santa Catarina catarinense SC Florianópolis florianopolitano 23/03/1726 293 95.442 6.249.682
_ São Paulo paulista SP São Paulo paulistano 25/01/1554 645 248.808 41.252.160
_ Sergipe sergipano SE Aracajú aracajuano 17/03/1855 75 22.050 2.068.031
_ Tocantins tocantinense TO Palmas palmense 20/05/1989 139 278.421 1.383.453
o Brasil brasileiro BR Distrito Federal distrital Total: 5.562 8.514.204 190.732.694

Municípios: O sítio da Confederação Nacional de Municípios – CNM (www.cnm.org.br) é uma ferramenta elaborada para dar subsídios à sociedade brasileira no que se refere aos 5.562 municípios do país.

Abaixo, lista de Dia do Aniversário das capitais dos estados brasileiros e da Capital Federal (organizada por meses do ano):

12/01/1616 – Aniversário da cidade de Belém, capital do Estado do Pará (PA)
25/01/1554 – Aniversário da cidade de São Paulo, capital do Estado de São Paulo (SP)
04/02/1758 – Aniversário da cidade de Macapá, capital do Estado do Amapá (AP)
01/03/1565 – Aniversário da cidade do Rio de Janeiro, capital do Estado do Rio de Janeiro (RJ)
12/03/1537 – Aniversário da cidade do Recife, capital do Estado de Pernambuco (PE)
17/03/1855 – Aniversário da cidade de Aracaju, capital do Estado de Sergipe (SE)
23/03/1726 – Aniversário da cidade de Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina (SC)
26/03/1772 – Aniversário da cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul (RS)
29/03/1549 – Aniversário da cidade de Salvador, capital do Estado da Bahia (BA)
29/03/1693 – Aniversário da cidade de Curitiba, capital do Estado do Paraná (PR)
08/04/1719 – Aniversário da cidade de Cuiabá, capital do Estado do Mato Grosso (MT)
13/04/1726 – Aniversário da cidade de Fortaleza, capital do Estado do Ceará (CE)
21/04/1960 – Aniversário da cidade de Brasília, Capital Federal do Brasil, Distrito Federal (DF)
20/05/1989 – Aniversário da cidade de Palmas, capital do Estado de Tocantins (TO)
09/07/1890 – Aniversário da cidade de Boa Vista, capital do Estado de Roraima (RR)
05/08/1585 – Aniversário da cidade de João Pessoa, capital do Estado da Paraíba (PB)
16/08/1852 – Aniversário da cidade de Terezina, capital do Estado do Piauí (PI)
26/08/1899 – Aniversário da cidade de Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul (MS)
08/09/1612 – Aniversário da cidade de São Luiz, capital do Estado do Maranhão (MA)
08/09/1551 – Aniversário da cidade de Vitória, capital do Estado do Espírito Santo (ES)
02/10/1914 – Aniversário da cidade de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia (RO)
24/10/1669 – Aniversário da cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas (AM)
24/10/1933 – Aniversário da cidade de Goiânia, capital do Estado de Goiás (GO)
05/12/1815 – Aniversário da cidade de Maceió, capital do Estado de Alagoas (AL)
12/12/1897 – Aniversário da cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais (MG)
25/12/1599 – Aniversário da cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte (RN)
28/12/1882 – Aniversário da cidade de Rio Branco, capital do Estado do Acre (AC)

Abaixo, lista de algumas Datas Comemorativas do Brasil e novamente o Dia do Aniversário das capitais dos estados brasileiros (agora organizada por ano):

Em 20/01/1500, Vicente Yañez Pinzón (integrou a 1ª Armada de Cristóvão Colombo que descobriu a América em 1492) comandando a caravela Niña, descobre o Cabo de “Santa Maria de la Consolación”, hoje Cabo de Santo Agostinho – PE (www.cabo.pe.gov.br). Foi elevada a categoria de cidade a então Vila do Cabo de Santo Agostinho em 09/07/1877 – data de aniversário. Nota: Vicente Yáñez Pinzón, Diego de Lepe, Duarte Pacheco Pereira, mas alguns historiadores citam como sendo o almirante chinês Zheng He (1371-1433) como descobridor do Brasil e do continente americano no todo, pois os europeus usavam cópias de mapas chineses antigos que já descreviam as Américas, Estreito de Magalhães, Porto Rico e Guadalupe...

09/03/1500 – A Frota de Pedro Álvares Cabral parte de Lisboa, Portugal.
22/04/1500 – Dia do Descobrimento do Brasil Cabral avistou o Monte Pascoal, localizado na Costa do Descobrimento, no município de Porto Seguro, Bahia.
26/04/1500 – Dia da 1ª Missa no Brasil • Frei Henrique de Coimbra celebrou a 1ª missa em terras brasileiras; hoje o local é conhecido como Coroa Vermelha, Bahia.
02/05/1500 – Cabral deixa o Brasil e parte para a Índia.
04/10/1501 – Descoberta do Rio São Francisco, por Américo Vespúcio, Bahia.
01/11/1501 – Descoberta da Baía de Todos os Santos, no Dia de Todos os Santos, por André Gonçalves e Américo Vespúcio; originando o nome do atual da Bahia.
01/01/1502 – Descobrimento da Baía do Rio de Janeiro (RJ), por André Golçalves e Américo Vespúcio.
06/01/1502 – Descobrimento de Angra dos Reis (angra designa uma enseada largamente aberta), no Dia de Reis, por Golçalves e Vespúcio; elevada à categoria de Vila em 1608.
10/08/1503 – Fernando de Noronha, por Américo Vespúcio na “2ª Expedição Exploradora” de Gonçalo Coelho, entre 10/06/1503 e 18/06/1504.
03/01/1531 – O navegador Martin Afonso de Souza chega à Bahia.
22/01/1532 – Fundação da Vila de São Vicente (SP), por Martim Afonso de Souza, 1ª vila fundada pelos portugueses na América.
12/03/1535 – Fundação da cidade de Olinda, Pernambuco (PE), por Duarte Coelho.
23/05/1535 – Fundação da cidade de Vila Velha (Vila do Espírito Santo), pelo português Vasco Fernandes Coutinho, donatário da Capitania do Espírito Santo.
12/03/1537 – Fundação da cidade de Recife, Pernambuco (PE)
26/01/1546 – Fundação da cidade de Santos (SP), por Brás Cubas e transformada em Vila neste dia.
29/03/1549 – Fundação da cidade de Salvador (São Salvador), por Tomé de Sousa, capitania da Baía de Todos os Santos (chegada dos primeiros Jesuítas ao Brasil).
08/09/1551 – Fundação da cidade de Vitória, Espírito Santo (ES)
25/01/1554 – Fundação da cidade de São Paulo de Piratininga, pelos jesuítas liderados por Manuel da Nóbrega, São Paulo (SP)
01/03/1565 – Fundação da cidade do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ)
05/08/1585 – Fundação da cidade de João Pessoa (Filipéia de Nossa Senhora das Neves), Paraíba (PB)
25/12/1599 – Fundação da cidade de Natal, Rio Grande do Norte (RN)
01/09/1611 – Fundação da cidade de Mogi das Cruzes, cuja oficialização ocorreu neste dia.
08/09/1612 – Fundação da cidade de São Luiz, Maranhão (MA)
12/01/1616 – Fundação da cidade de Belém, Pará (PA)
24/10/1669 – Fundação da cidade de Manaus, Amazonas (AM)
29/03/1693 – Fundação da cidade de Curitiba, Paraná (PR)
16/07/1696 – Aniversário de Mariana (MG)
08/04/1719 – Fundação da cidade de Cuiabá, Mato Grosso (MT)
23/03/1726 – Fundação da cidade de Florianópolis, Santa Catarina (SC)
13/04/1726 – Fundação da cidade de Fortaleza, Ceará (CE)
04/02/1758 – Fundação da cidade de Macapá, Amapá (AP)
26/03/1772 – Fundação da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS)
05/12/1815 – Fundação da cidade de Maceió, Alagoas (AL)
16/12/1815 – O Brasil é Elevado à Categoria de Reino Unido
07/09/1822 – Dia da Pátria • O Brasil permaneceu colônia até este dia, quando foi proclamada a Independência do Brasil, pelo então Príncipe Regente do Brasil D. Pedro I.
16/08/1852 – Fundação da cidade de Teresina, Piauí (PI)
17/03/1855 – Fundação da cidade de Aracaju, Sergipe (SE)
28/12/1882 – Fundação da cidade de Rio Branco, Acre (AC)
15/11/1889 – Proclamação da República, por Marechal Deodoro da Fonseca.
12/12/1897 – Fundação da cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais (MG)
09/07/1890 – Fundação da cidade de Boa Vista, Roraima (RR)
26/08/1899 – Fundação da cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul (MS)
02/10/1914 – Fundação da cidade de Porto Velho, Rondônia (RO)
24/10/1933 – Fundação da cidade de Goiânia, Goiás (GO)
20/05/1989 – Fundação da cidade de Palmas, Tocantins (TO)
21/04/1960 – Fundação da cidade de Brasília, Distrito Federal (DF)


Flags on Stamps – www.flagsonstamps.info

Banderart Indústria Têxtil Ltda. – www.bandeirart.com.br

Visite a página: Bandeiras de Tânganica!

Entrada principal !
Última atualização: 07/04/2013.
volta ao topo

DOAÇÕES MAPA GIRAFAMANIA
BANDEIRAS DE PAÍSES AFRICANOS