This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do site GIRAFAMANIA

girafa na língua hindi

GIRAFA

A imagem acima mostra a palavra girafa grafada em hindi; enviada por Ricardo em 18/10/08, que teve como fonte o site que faz traduções automáticas (www.howtosayin.com/good+morning.html)

O hindi é a língua nacional literária da Índia, derivada do sânscrito.

hindi GIRAFA

Ao tronco indo-europeu pertencem 425 línguas, entre elas sete das dez mais faladas do planeta (em ordem alfabética): alemão, bengali, espanhol, hindi, inglês, português e russo.

Nota: parece-me que por não ter a palavra girafa em hindi, eles usam o inglês mesmo...

volta ao topo

SÂNSCRITO

O sânscrito, a língua clássica da Índia, parece não ter nenhuma relação com as formas ocidentais, porém é aparentado com quase todas as línguas da Europa, inclusive com o português.

Tudo teve início com o povo que começou a conquistar a Índia por volta de 1500 antes de Cristo. Quase toda a literatura indiana antiga foi escrita na língua ária, o sânscrito. A língua nacional da Índia moderna é escrita com caracteres derivados do sânscrito.

O sânscrito vem da árvore linguística chamada Indo-Europeias. O tronco da árvore foi uma língua comum falada provavelmente na região noroeste do Mar Negro a cerca de 2.500 anos antes de Cristo.

Depois, o povo que vivia naquela região emigrou em diferentes direções e a árvore se ramificou em línguas diferentes mas aparentadas. Sânscrito (do Sânscr. samskrta, puro, aperfeiçoado, polido) é uma língua indo-ariana antiga que foi a língua sagrada da civilização brâmane.

Os mais antigos textos em sânscrito, os Vedas (que significa “saber”), são coletâneas de cantos religiosos, dos tratados litúrgicos e dos comentários sobre esses cantos. Foram transmitidos oralmente entre 1.800 e 500 antes de Cristo; sua transcrição, posterior, reproduz fielmente o texto oral e permite seguir a evolução da língua.

Quando, por volta do século V antes de Cristo, o gramático Panini descreveu a língua e fixou sua norma linguística, o sânscrito era uma língua litúrgica, o que continuou sendo até a época contemporânea: as línguas vivas da Índia eram na verdade os dialetos vulgares (ou práscritos) que deram origem às diversas línguas faladas atualmente.

A “descoberta” do sânscrito por filólogos europeus, no final do século XVII, deu origem à linguística indo-europeia e à gramática comparada (o sânscrito representa uma fase de língua bem próxima de suas origens indo-europeias).

Mantém-se, hoje, como língua culta da Índia, se bem que alterada por influência de outros falares. Não obstante a língua oficial da Índia seja o hindu, há mais de 15 línguas nacionais, faladas em 1.600 dialetos.

Curiosidade: a palavra inglesa “rupee”, utilizada no sistema monetário de vários países, é deriva do sânscrito “rupya” que significa “prata”...

Curiosidade: “Satyagraha” foi o termo usado pelo pacifista indiano Mahatma Gandhi durante sua campanha pela independência da Índia. Em sânscrito, Satya significa 'verdade'. Já agraha quer dizer 'firmeza'. Assim, Satyagraha é a 'firmeza na verdade', ou 'firmeza da verdade'. Satyagraha significa o princípio da não-agressão, ou uma forma não-violenta de protesto, como um meio de revolução. Satyagraha também é traduzido como “o caminho da verdade” ou “a busca da verdade”.

Entrada principal !
Última atualização: 27/03/2010.
volta ao topo

ETIMOLOGIA TUDO SOBRE AS GIRAFAS
ETIMOLOGIA