This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

Nesta página de GIRAFAMANIA, eu convido você para visitar algumas galerias de fotos de minha autoria e “viajar” pelo mundo através das fotografias de muitos outros fotógrafos em:

FOTOMANIA – uma parte dedicada exclusivamente às artes fotográficas!

Expõe fotos antigas e atuais dos mais famosos fotógrafos do mundo,
assim como oferece um banco de imagens com trabalhos fotográficos do autor.

SergioSakall.com.br ou “Fotomania

Abaixo, crianças de Soweto, sudoeste de Johannesburg – República da África do Sul.
Soweto's children, south-west the Johannesburg – Republic of South Africa.
By Sérgio Sakall © (dezembro de 1998).

"Liberdade, igualdade e fraternidade"
"Kenina e King"

Colecionar fotos é colecionar a história da humanidade, pensando na preservação da imagem...

História da Fotografia no Brasil

Índice sobre Técnicas Fotográficas

Galeria de fotografias de Sérgio Sakall - VISITE!
volta ao topo

“MEMOIRE ARTISTIQUE”

Anteceder é uma palavra curiosa, desperta duas veredas antagônicas que ao mesmo tempo parecem estar ao nosso alcance, bem em nossas mãos...

No caso da primeira, ela nos conduz aos nossos antecessores, causando-nos reminiscências. Seja através dos pais e avós ou seja através de caminhos profissionais que escolhemos nesta vida. Mesmo nas profissões consideradas atuais, penso que de alguma forma há uma raiz, um vínculo, pelo qual nasça a sua história.

No caso da segunda, ela nos remete ao futuro, à preocupação com os nossos filhos, com a sequência natural de nossa história. Muitas vezes, nos conduz à indagações ou predições em relação ao nosso planeta. Daí, surgem perguntas:

— O que será de nossa Terra com a sucessão dos dias, anos e séculos? Ou ainda, será que os nossos sucessores terão nossas fotografias?

Ser fotógrafo, carreira que escolhi, remete-me à uma época não muito longínqua, uma vez que a história da fotografia nasceu a pouco tempo, em terras francesas. Sempre que viajo por lá, tento percorrer também uma linha cronológica, lembrando dos mestres da linguagem fotográfica que já se foram, os quais tanto contribuíram para que a fotografia fosse considerada uma expressão artística.

Atualmente, percebo que o homem apresenta maior consciência na preservação da própria história, embora temos muito que lutar...

A França, país que ostenta um dos maiores índices de educação do planeta, é a pátria de escritores como Balzac, Victor Hugo, Baudelaire, Simone de Beauvoir, entre outros. Berço de famosos, seja no campo da filosofia, da ciência ou das artes num geral – terra de inúmeros fotógrafos – mesmo aqueles que lá não nasceram, em sua grande maioria, de uma forma ou de outra acabaram fotografando, morando ou simplesmente se apaixonando pelo lugar.

À vista disso, os ensaios fotográficos aqui apresentados foram realizados nesse país. Na maior parte dos cliques, busquei me inspirar nos grandes fotógrafos, ora pelo lugar ou por alguma imagem que me surpreendia, ora pelo estilo ou linguagem de cada um, ora pelo nome de algumas de suas obras-primas. Contudo, lembrando-me da história da fotografia, especialmente na vida deles.

Neste trabalho, procuro proteger o já eternizado, aquilo que se conserva em nossa memória histórica, sem me esquecer da prole fotográfica. Sobretudo, desejo homenagear os que não estão mais entre nós, tantos artistas que me antecederam na vocação.

Finalizada a tarefa, notei outra curiosidade: como um presente de duas faces, foi-me possível “conviver”, às vezes, até sentir os mestres do passado, todavia, sem me esquecer daqueles que virão, porque o rigor histórico não está condenado à prosa, sim à poesia: saber quem se “foi”, pode nos lapidar em quem “seremos”...

FOTOGRAFIAS DO ACERVO

Nota: Arrumar títulos, pois contêm erros... Fotografias selecionadas de Paris e de outras regiões da França. Outras sugestões em francês: La nuit de Paris, Voilà mon coeur, Très chic, Très coloriée, Nouvelle Vague, Mise-en-scène, Affiches, Baguette, Pâté de foie, Maîtres, “Ne touchez pas, s’il vous plaît”, Boulevards, Séjour, Abat-jour... (foto dos cilindros do Louvre – que eu não acho; foto do céu e jardim do Palácio)

– Reis de Judá...?, Galeria dos Reis, Musée du Cluny – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Adão no Frigidarium Galo-Romano, Musée de Cluny – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Monocromia. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm. Coleção do artista

– Sustentáculos da arte, Musée de Cluny – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Monocromia. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm.

– “Eremítico” (imagem de santa com velas), Musée de Cluny – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Monocromia. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm.

– “L’arqueiro du Antoine Boudelle”, Musée d’Orsay – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Casal sentado no Louvre, Musée du Louvre – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Louvre azul (com luar), Musée du Louvre – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Antigo e moderno, Musée du Louvre – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Dans du Hôtel des Invalides, Musée de l’Armée – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Tríptico do ..... Beaubourg?, Centro George Pompidu – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Foto da mulher com o cachorro, Château de Vincennes – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Díptico: Zoo (Bois de Vincennes, 1996), Ménagerie (Jardin des Plantes) – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Lac de Daumesnil ou de Gravelle (o que tem cascata artificial), Bois de Vincennes, Paris, 1996

– Navegando pelo Rio Sena – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– “Raios du temple?”, Rio Sena – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Flamaeur du Paris...?, Bauconistes às margens du Seine, Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Homem pescando no rio Sena – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Evolução da cor..., La Tour Eiffel – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Quand les hombres alcançam les ceux...? (Pictorialista, foto da torre levemente desfocada), Tour Eiffel – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Carte-de-visite: La plus du mounde, (8 inteiras, das coloridas em P/B, cada 10 × 15), Tour Eiffel – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– L’explosion de la Tour Eiffel (cromo horizontal com filtro laranja), Tour Eiffel – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.
Nota: Talvez, fotografei a mais famosa de todas as “atrizes”, la Tour Eiffel, não me utilizando de construir fundos elaborados com materiais vistosos tais como espelhos ou celofane, mas sim do fundo não menos vistoso, todavia mais claro e direto, assim como no final de sua carreira, Cecil Beaton.

– Vue aérienne sur la Seine et la Tour Eiffel (às margens do rio Sena), Place de la Concorde – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Andrógino, meio homem e meio peixe..., Place de la Concorde, Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– L’inspiracion vindo aux céus?, Place de la Concorde – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Luminária com a roda gigante, Place de la Concorde – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Tríptico: Obelisco na diagonal, Place de la Concorde – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– La grand association avec l’histoire de Paris?, Tríptico da Cathédrale Nôtre-Dame – Paris, 2000
Matriz: negativos p&b. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm.

– Tesouro e obra-prima de Saint Louis?, La Sainte-Chapelle – Ile de la Cité, Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Monocromia. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm.

– Mulher na chuva..., Ile de la Cité – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– “Coluna coríntia de la Madeleine?”, Fachada da Igreja Maria Madalena – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak metálico, 20 × 25 cm.

– Foto das pessoas com fundo à igreja...
Amanhecer na Sacré-Coeur..., Montmartre – Paris, 2000

Colline du Palais du Trocadéro, Palais de Chaillot – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– “L’expression du Duret”, La Fontaine Saint Michel, Place Saint Michel – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Colunnes, Panthéon – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– ???, Cimetière du Père Lachaise – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– L’Arche de la Fraternité, Le Grand Arche, La Defense – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Enamorados, Ponte ? – Paris, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Cavalo do carrossel – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Holand avec ta familie?, Maison de la familie ... – Paris, 2000
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– TGV – Trains de Grand Vitesse – Paris, 1996

– Arts dans du metro, Champs-Élysées Clemenceau – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Retratos de tipos negros P/B, Metro ... – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Vendedor do metro P/B, Metro... – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Entrada do Metro – Place des Abbesses

– Qu’es que ce? Ce une esfére ou ce le céu?, La Geòde, Parc de la Villette – Paris, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– As xícaras do chapeleiro maluco, Euro Disney, Fantasyland – Paris, 1996
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Vaso em primeiro plano – Château de Versailles, 1996
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.
Nota: Eugène Atget, matutino, fez a fotografia Vaso no jardim do castelo, Versailles, em 1900.

– Monalisa dans chez moi – São Paulo, 2001
Impressão a gelatina e brometo de prata. Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– Pictorialista (foto do quadro da Liberdade) – São Paulo, 2001
Impressão a gelatina e brometo de prata. Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

LESTE DA FRANÇA

– Le Château-Fort, Le Château du Haut-Koenigsbourg – Strasbourg, Alsace, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Les maisons in Kaysersberg, Haut-Rhin – Alsace, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Cláudia Baptiste avec sus files?, Maison de la familie Baptiste, Strasbourg, Bas-Rhin – Alsace, 1996
Matriz: negativo colorido. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

L’église Abbatiale; Le cloître (jardim interno); La salle des chevaliers (as colunas no subsolo)
Mont Saint Michel – Normandie, 2000

– “A porta aberta?” (ampliada ao contrário), Mont Saint Michel – Normandie, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– “Faire une promenade au temps”, Mont Saint Michel – Normandie, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

– Homens trabalhando no mangue, Monte Saint Michel – Normandie, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 30 × 40 cm.

– “Vue sur les remparts”, Mont Saint Michel – Normandie, 2000
Matriz: negativo p&b. Papel Kodak, 20 × 25 cm.

REVIERA FRANCESA – SUL DA FRANÇA
Cathédrale Orthodoxe Russe Saint Nicolas – Nice, Côte d’Azur, 1996
La plage – Nice, Côte d’Azur, 1996
Menton – Côte d’Azur, 1996
Cannes – Côte d’Azur, 1996
Saint Tropez – Côte d’Azur, 1996
Le perfume... Grasse – Côte d’Azur, 1996
Vue próxima du port... – Marseille, 1996
Sainte Véronique essuyant la face de Jésus, Basilique Notre Dame de la Garde – Marseille, 1996
La Basilique et la Vierge Couronnée – Lourdes, Pyrénées, 1998
Le Château Fort – Lourdes, Pyrénées, 1998
Saint Jean Pied de Port – Pays Basque, Pyrénées, 1998
Pau – Pyrénées, 1998

Entrada principal !
Última atualização: 20/09/2012.
volta ao topo

CAMINHOS MAPA GIRAFAMANIA
PRINCIPAL