This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

ELOGIOS, CRÍTICAS, PEDIDOS E, SOBRETUDO, CORREÇÕES, ENSINAMENTOS E SUGESTÕES RECEBIDAS EM 2007 (primeiro semestre)

Manoel Messias, Desenhista Projetista Desenvolvimento – desenvolvimento @ futuratech.com.br (20/06): Gostaria de saber se vocês tem fábrica dessas pedras q encontrei no site. Precisamos comprar uma quantidade de pedras de rocha para lustres.


Gracy Chrisley Alencar Carvalho – chrisley_4 @ hotmail.com (17/06): Estudo ciências biológicas na Universidade Federal do Maranhão. Gostaria de saber onde posso estudar as girafas com mais intensidade? Se tem algum lugar no Brasil com especialista nelas? Desde já agradeço.


Shaíne – sha.z @ nelsonkuster.adv.br (03/06): Girafas escravizadas... Gostaria de saber o que vcs acham sobre o uso de girafas em circos? Entrei no site de vcs por intermédio de um outro site, do Le Cirque, e eles utilizam girafas para se apresentar. Elas são amordaçadas, e com certeza não deveriam estar ali. Como vcs tem este site dedicado a estes bichos, se pudessem, fazer um apelo a todos os circos que usam animais para ganhar dinheiro, para que parem e devolvam esses bichos ao lugar de onde nunca deveriam ter saído – da floresta.

06/06: Não fiquei aborrecida com sua resposta não, aliás, agradeço pela atenção; li tudo que vc escreveu, e concordo com algumas coisas, mas também discordo de outras. Eu apenas queria entender como alguém pode achar legal ver um animal vivendo num meio totalmente estranho e tendo que realizar atividades que não são de sua natureza. O circo existe há tempos, eu sei, mas isso não significa que precisa ser mantido, como uma tradição (digo, o circo com animais). Só o fato de manter o animal preso, já é agressivo. Desculpa, mas vc gostaria de viver preso a cabrestos e jaulas? Também não sou a favor de zoológicos, que mantém os bichos enjaulados e muitas vezes, maltratados, como vi no zoo aqui de Curitiba. Sobre as experiências, eu concordo que os animais ajudaram para o avanço da ciência e medicina, mas sou contra a idéia de que os fins justificam os meios. Ou seja, o homem usa, maltrata e escraviza animais para buscar algo para si, e isso é muito egoísta. Até na busca de cura para doenças, não acho que temos o direito de sacrificar a vida de outros seres em detrimento da nossa. O problema é que achamos que somos mais importantes que os outros seres, mais evoluídos, e por isso vale tudo para preservar nossa raça...puro egocentrismo. Sobre o que vc disse do parque que vc visitou em Manaus, é terrível mesmo... falta de educação da população e de melhores oportunidades de emprego. Mas, vc só ficou fotografando? Bom, eu não quero travar discussões também, como vc mesmo disse, cada um tem sua opinião, e na verdade, ninguém sabe o que é certo ou errado nesta vida. Não vejo motivos para continuar esta conversa. Obrigada pela atenção, e desculpe a invasão.


Inês Aparecida Baptista do Nascimento Silva Maia (01/06) ines.maia @ fazenda.gov.br (Serviço de Ouvidoria do Ministério da Fazenda) – ines.abn @ gmail.com. Oi amei este site! Oi... não sei se estou falando com sérgio... pois o e-mail fala de camelo? Bom, assumo q estou e vou em frente: Amei! Tudo! O site e você... não tive tempo de ler... Mas ontem ao pesquisar sobre nodo lunar C-A-I – provavelmente de alguma constelação no teu universo Girafamania... esta manhã fiquei lendo as info sobre astrologia e só daí entrei no site... de onde é aq tabela q contém cada grau do zodíaco em relação ao corpo humano? Notei q tem algumas áreas repetidas e porisso fiquei curiosa e acabei caindo aqui! Teus olhos são maravilhosamente cristalinos! Te amei á primeira vista! Bj.

04/06/07: Meu namorado se chama Kamel e meus filhos dizem q lembra camelo... mas ele é árabe e me explicou q camelo em árabe é “jamal” e não como no inglês “camel”... taí a explicação pq fui logo pensando em camelo... sou do dia 22/06/55, nasci às 15h00 em Piracicaba (SP), estou em processo de divórcio e conheci o Kamel no dia 15/06/2006. Ele é viúvo, lindo, jovem e maravilhoso... mas a única “igualdade” q temos é o ascendente: escorpião! Assim considero q plutão nos une... além da idade: qdo o conheci ele estava com 36 anos e eu ia entrar no dia 22+06+2006 = 36! Num ano regido pelo anjo 36! Hj ele está com 37 e eu vou entrar no dia 22+06+2007 = 37! Num novo ano regido pelo anjo da idade dele! Coisas assim... Esse tipo de associação com os nrs. anjos graus orixás santos e deuses, deusas, arcanjos, musas, filosofias, religiões... É q me fascina! Além do Egito! q tb vi no teu site! por td isso é q eu disse q cai lá! Obrigada! Por ser assim e por ter feito aq site só pra esse meu momento! Beijos e com aroma do perfume Angel é delicioso! conhece? estou com esse perfume hj... meio forte, é preciso saber entrar em sintonia quimica com esse perfume! Seu nome vem da onde?

16/03/09: Alô! Eu desapareci... mas vc continua aqui! Foi bom te encontrar depois de tantos anos... lembra de mim? 20/03: Inês, por favor, não leve a mal, mas não me mande mais arquivos de música, ok?! São poucas as coisas que detesto na vida... uma delas é futebol! Acho um horror, perda de tempo etc... ainda mais sendo um time carioca, para quem é paulista... (risos) Como você disse: Nisso vamos discordar sempre! Igual ao que você pensa da Gabi... eh eh eh Você é ambidestra mesmo? Você esteve em que país? Deve ser lindo mesmo esse tarot todo pintado com temas do período Ukiyo... Vi as suas fotos... e posso saber o que você, da Fazenda, estava fazendo no Planalto, em 2005, além de beber o uísque do...? (risos) Lamento pelo situação do Kamel... mas me conte como isso funciona... Por que a decisão no julgamento do processo de cidadania dele foi negativa? Quanto ao Zoo disse apenas para você ficar ciente... Mas olha só, já foi bom eu ter lhe dito, pois desconhecia que em Brasília havia um Hospital do Brinquedo... Sabe se eles têm site? Quanto ao título que você me reencontrou... já soube de ser encontrado na internet por vários motivos, nunca por causa dos nodos lunares... (risos) Não conheço Cavalcante (320km)... na segunda vez que fui à Brasília, visitei também Alto Paraíso e a Chapada dos Veadeiros (a melhor do país) e arredores... Fiquei quase tonto ao ler sua frase: Você perdeu o nosso jantar pagão que teve até a flauta de Pan e um javali com direito a visões do mundo élfico... Devo ter perdido mesmo... (risos) O restaurante que lhe disse é esse mesmo, Mangai, achei ruim a comida naquele excesso de pratos, gostei apenas de alguns toques da decoração... mas achei um ranchão... Não sabia que o Clodovil era geminiano (17/06/37)... prá mim, isso explica a sua polêmica comunicação de sempre e a língua afiada... PS: Muito obrigado por suas palavras: Vc é uma dessas pessoas por quem eu me apaixono sempre e a cada vez que te encontro! Navegar pelo teu céu (ops... site!) foi muito gostoso novamente! Senti o mesmo carinho, amor, paixão q senti na 1ª. vez q lá entrei! Adoro você!

23/03/09: Ambidestra; visitou a Nigéria (5 vezes), Senegal, Guiné Bissau, Cabo Verde e Tunísia (2 vezes). Estou me preparando para ir à Tanzânia no mês que vem!

25/03/09: Inês! O que você foi fazer na Tunísia, ainda duas vezes (março e julho) tão em seguida? Eu gostaria de conhecer aquele país... Lá precisa de visto? Me conte um pouco, por favor, o que se tem para fazer ou que visitou de relevante... Aiii que inveja senti ao ler isso: Estou me preparando para ir à Tanzânia no mês que vem! Como deve ter visto em meu site que a Tanzânia é o país das girafas - literalmente a casa das girafas! Dizem que o Quênia tem mais exemplares... mas não é verdade. A Tanzânia detém a maior população de girafas do mundo... vivo observando sites de turismo de ambos os países, também de Ongs que atuam por lá... O que fará na Tanzânia? Quais cidades irá; só a capital? Visitará algum Parque ou Reserva Nacional? Você poderia, por favor, me passar o roteiro de viagem tanto da Tanzânia quanto da Tunísia...? À Tunísia eu imagino ir de Lufthansa desde Sampa até Frankfurt, na Alemanha, depois para Túnis que eu sei que tem voo direto... Mas à Tanzânia, vc vai via South Africa? Quanto mais ou menos a passagem? Quanto tempo ficará na Tanzânia? Será que você terá tempo de ir ao Correio de lá? Queria um cartão-postal com girafas, claro... Outras assuntos... Se existe alguma parte de mim que ama estar privado de liberdade de ir e vir, como pensa de você própria.... Definitivamente não! A maior parte de mim é fixa e ponto! Vc já ouviu falar sobre a flexibilidade de uma montanha? Pois é, essa é a minha... (risos) Eu tive a oportunidade de viver sozinho 3 meses na Espanha em 1998... Um mês maravilha! No segundo... comecei a ver defeitos... E antes de teminar o terceiro mês, paguei multa e antecipei a passagem, na época, da Varig... Senti na pele que não nasci para viver liberto pelo mundo, sem a minha base fixa, sem uma família... (risos) Amo viajar! Sempre um mês de preferência... Passei o mês de dezembro último na Colômbia e Equador... queria conhecer a todo custo as Ilhas Galápagos, ainda mais agora com as comemorações de Charles Darwin, que tem sua história intrínseca à essa ilha... Mas acho que as minhas expectativas foram além do que o lugar tem para oferecer... É bonito claro! Mas nada de tão excepcional ou de tão famoso que é a divulgação feita do lugar... Talvez se eu passar a experiência de viver fora já com alguém, seja diferente... Mas curto mesmo é conhecer outros países, como turista... Inês, muito obrigado por verificar o Hospital dos Brinquedos... Ri com sua frase: JÁ VAI LOGO DIZENDO Q É COMPROMETIDO! Precoce, eu? Como diz uma amiga: da missa você não sabe a metade... (risos) Meu livro está esgotado... não tenho mais e nem pretendo uma nova edição... Você fez a conta errada... não foi com 11 anos e sim com 21 anos de idade quando encontrei a minha alma gêmea... e eu que o quis, venci por insistência, pois ele fugia... ah ah ah Quanto ao que você chama de DEMAIS (aquela sua experiência junto ao javali - risos)... não me leve a mal, mas essas coisas eu não me interesso mais... penso que não participaria, pois já no convite eu iria agradecer e dispensar... Demais para mim foi conhecer o Pantanal - andar de carro na Estrada Parque que vai até Corumbá foi o melhor! A estrada de terra era só nossa. Paramos diversas vezes no caminho para ver os bichos, jacarés, garças, jaburus, tucanos e uma infinidade de pássaros... lá senti Deus... Outras demais: entrar no Museu de História Natural de Praga; ver Machu Pichu do pico da montanha ao lado; no meu aniversário de 40 anos almoçar no restaurante do Zoológico de Hamburgo no norte da Alemanha; conhecer a Galeria Uffizi em Florença; ficar enlouquecido na Feira de San Telmo em Buenos Aires com as peças antigas que encontrei; contemplar a obra de Bosch no Museu do Prado em Madri; a primeira vez que vi a faraônica Esplanada dos Ministérios em Brasília; ficar sentado no chão da Praça Vermelha admirando o centro de Moscou e seus transeuntes; ou ficar sentado embaixo da Torre Eiffel e ver os japoneses, os indianos, os árabes, uma verdadeira Torre de Babel; ver o Rio de Janeiro do Pão de Açúcar... Mas ficar sentado por horas num café que tem em frente as Pirâmides de Gizé foi o must! Não queria mais sair de lá! (risos) Naqueles momentos inesquecíveis, quase cinematográficos, quis virar uma esfinge masculina e copular com aquela faraônica... (risos) Quanto ao restaurante de Brasília, claro que foi por causa de um momento bom que você mudou de ideia... porque o restaurante e a comida em si... muita fama pra pouco coisa... Ah! Com certeza uma comida caseira é o que há de melhor na culinária; penso que não apenas na brasileira! Obrigado por me contar tantas coisas... Abraços e inté, PS: O meu M é meio antiquado em alguns quesitos, por exemplo, não escreve e-mails... (risos)

02/04/09: Recebi... mas ainda não tive condições de resp... ontem mesmo lembrei disso... vou resp tão logo termine uma missão... isso eh coisa pra muita conversa! Bj. ines.

09/07/09: Quer dizer que a senhora deu até nome ao gatinho, Buana, que conheceu no Aeroporto de Zanzibar e nem me contou anteriormente como seria a sua viagem para Tanzânia... quiçá conte-me agora que voltou... Aaaiii que tratamento que vc me dá... ignorar um leonino é muito ruim, se não for a pior coisa do mundo.... (rs) Beijos e inté...


Rosa Barros – rosabrandao @ yahoo.com.br (24/05): Buscando Parceria. Olá Camelo! Estou entrando na sua seara informativa para buscar subsídios para um dos meus livros o Continentes Integrados. Onde você mora? O que você faz. Posso lhe passar outras informações... Abraços, Rose, Salvador da Bahia


Adriano Alves Pinto – adriano.16festival @ videobrasil.org.br (22/05): Sou produtor do 16º Festival Internacional de Arte Eletronica SESC, Associação Cultural Videobrasil, a ser realizado em outubro próximo. Um dos artistas convidados para a edição deste ano é o cineasta britânico Peter Greenaway. Ele fará uma instalação que conta a história do personagem fictício Tulse Luper, cuja história se confunde com os principais eventos do século XX. Esta história é contada à partir de 92 maletas com conteúdos variados que narram a trajetória de Luper. Uma das maletas conterá várias miniaturas de animais de zoológico, assim, gostaria de solicitar sua ajuda no sentido de me informar sobre a possibilidade de utilizarmos uma parte de seu interessantíssimo acervo no referido Festival ou, ainda, de indicar outros colecionadores ou fontes, caso seu acervo não contenha outros animais além das girafas. Já contactamos o Sr. Sidnei da Brinquedos Raros, que se dispôs a nos ajudar com itens para outras maletas. Lembrando que a exposição será feita de 01 a 25 de outubro, no SESC Paulista, com entrada gratuita e todo material será mantido em condições apropriadas de preservação e devidamente creditado. Agradeço sua atenção e me coloco à disposição para quaisquer esclarecimentos por e-mail ou, se preferir, pelos telefones 11 3645 0516 ou 11 8568 2119. Atenciosamente.

24/05: Obrigado por seu convite... Eu, sou colecionador há mais de 20 anos e colocar algumas peças de meu interessantíssimo acervo dentro de apenas uma das quase uma centena de maletas seria nada, de modo nenhum valorizar o grande trabalho que tenho de uma vida quase inteira como colecionador... Se fosse eu, um artista convidado, teria material mais do que suficiente para realizar a instalação em duas centenas de maletas ou quiçá mais... Cuja montagem contaria a história de todos ou quase todos os zoológicos do planeta, desde o primeiro em Alexandria, no Egito, até o último em fase de expansão na cidade de Santos, Brasil, por exemplo... Uma das maletas poderia narrar sobre o zoológico de Argel, na Argélia, cujo projeto de Oscar Niemeyer jamais foi aprovado... Outra narraria sobre o atual e mais antigo zoológico do mundo, o zoológico de Viena, na Áustria, com mais de 250 anos ininterruptos de existência... Várias maletas sobre os zoológicos da África, os quais sequer as pessoas imaginam que existam... E assim por diante... Isso tudo no quesito zoológicos, claro... Pois se fosse em outro quesito, um mais adequado à temática vídeos, por exemplo, poderíamos narrar sobre a história de Mazzaropi... Penso que teríamos um número bem maior de maletas, uma vez que Mazzaropi possui mais de 300 produções em seu currículo... Entre essas maletas, duas poderiam ser sobre o zoológico do Rio de Janeiro, onde Mazzaropi teve como confidente e contracenou com uma girafa... Adriano, você nem imagina quantas histórias eu tenho em meu acervo que se confundem com a história do Brasil, que se confundem com a história de vários países, que se confundem com a história do mundo das artes, através dos séculos e séculos... Narrar sobre a história da primeira girafa da China (meados do século XV), outro exemplo, é falar sobre as Grandes Viagens Marítimas e de um mundo pouco conhecido por nós, brasileiros, a Ásia... Quanto a minha ajuda em indicar outros colecionadores, mesmo que indiretamente, ela está on-line, gratuitamente no portal Girafamania... Tanto que você já contatou o Sidnei... Assim como poderá fazer com tantos outros contatos que tenho disponíveis em Girafamania... Adriano, sei que você não tem nada a ver com tudo isso... também sei que eu poderia ter respondido apenas: agradeço por seu convite, entretanto não estou interessado... No entanto, eu quis reponder assim.

24/05: Re: Coleção de animais. Ok. Obrigado.


Fêba the Master® – flaviodiasrocha @ yahoo.com.br (21/05): Espetacular. Seu site, suas coleções e seu conhecimento são simplesmente espetaculares! Parabens! att: Flávio Dias Rocha, Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais. Curso: Administração. Bolsas de Mestrado.

23/05: Bom dia GIRAFA-MEN, Como disse, eu fiquei fascinado pelas suas coleções, como pode um reles mortal ser parte viva de um universo tão fantastico como o seu? Eu sou filatelista, e tbm apaixonado por muitas coisas, como II Guerra mundial, futebol, avioes militares, balões, arquitetura, animais, peixes ornamentais, aquarismo, informatica, leitura, historia, geografia, e particularmente tudo que e sadio neste mundo. Sou casado, tenho um casal de filhos e sou tec. de informática. E vc, é casado com uma girafa? rs Onde fica a girafamania? onde vc mora? Eu particularmente, já tive o apelido de Girafa na adolescência, por conta de meus atuais 1,90 m +/- ...rs Agora, tenho este apelido: Fêba. (Que vem da cabeça raspada qdo criança, parecia que tinha saído da Febem.. rs) Se encontrar uma girafa perdida, mostro-lhe o caminho da luz... rs Abraços.

25/05: Quando eu perguntei onde fica girafamania, não me referi ao site e sim ao local, que vc já respondeu agora, pois é do tatuape... Pq vc perguntou se sou mineiro? Não sou não, sou paulistano da Liberdade, mas tenho raizes lá, meu pai é de lá. Vou ver se tem alguma girafa perdida em minha casa, seja em selos ou em algum cacareco... Ah, tem um desenho 1/2 boca que minha filha fez de girafa, serve? Faz um tempinho que guardo, pois ela é uma grande desenhista, embora ainda com 4 anos. rs Acho que seria interessante vc colocar em sua coleção. Posso te mandar pelo correio. Vc tem algo relacionado ao professor Girafales da turma do chaves? Vc come com frequência no Giraffa's? Coleciona tbm as embalagens de lanches de lá? Vc aceita qualquer coisa que se refira a girafa? Na filatelia coleciono Tematica sobre II Guerra mundial, estou pensando em montar agora uma sobre peixes e borboletas. E to pensando em montar uma coleção sobre girafa pra te desbancar... brincadeira... rs Fico por aqui. Abraço, forte como urso e de ALTO nível de sinceridade como girafa.


Eliézer – eb_____ @ hotmail.com (19/05): Gostaria de saber se você tem conhecimentos em identificação de selos da Turquia, pois navegando pela net encontrei algumas informações em seu site. Tenho alguns selos que pertenciam à meu avô porém como não sou colecionador não sei como catalogá-los e identificá-los. Gostaria de saber se você pode me ajudar ou indicar alguma maneira para fazer esta identificação e catalogação, ou se conhece alguém que tenha este conhecimento. Desde já agradeço.


*Vittorio Esposito* – v.esposito @ uol.com.br (16/05), Data Nascimento: 25/11/1939 (IP: 201.58.215.57) – Cidade: Ubá, Minas Gerais (MG): Navegando por sua página sobre os primeiros selos do mundo, o que muito me agradou, deparei-me com uma incoincidência: Vc disse que o 1º selo dos EEUU mostra o sr. Benjamim Franklin como Primeiro Presidente dos EEUU. Tenho impressão de que há um engano seu a respeito, smj, pois o Primeiro Presidente dos EEUU foi o Sr.George Washington, favor conferir. Atenciosamente. George Washington – Wikipédia. Amigo Camelo Pardalis para sua apreciação sobre o assunto click no link abaixo...

22/05: Obrigado pela resposta ao meu e-mail. Fico satisfeito quando isso acontece mormente num assunto tão bacana como a Filatelia Mundial. Com isso devo tb lhe informar que os meus conhecimentos foram de fato dilatados com essa sua informação – sinceramente desconhecia o 1º selos dos EEUU (emissão) – Vivendo e aprendendo cada vez mais. Muito obrigado e sucesso. Em adendo devo informar que tenho um bloco dos EEUU mostrando este fato – mas eu havia esquecido em meus alfarrabios.

24/05: Vou procurar em meus alfarrábios o tal bloco – eu o comprei ha muito tempo e está guardado nos meus arquivos meio embrulhados. Aguarde, pls. Amigo Sérgio, conforme lhe prometi aqui vão dois selos scaneados: Um referente ao centenário do selo americano, também um selo polonês com uma Girafa – muito bonito – e, eu acho que vc não tem este selo - não ví em seu demonstrativo. Espero ter satisfeito a sua solicitação e qq coisa estou as ordens naquilo que me for possível. Abraços.

25/05: Estou lhe enviando um scaneado do selo de X cents, recortado com tesoura, do bloco do centenário do selo, que lhe enviei anteriormente, para sua apreciação, avaliação e/ou colocação no seu site – que por sinal – é melhor do que o google – fallei e tá falado. Vc conseguiria alguma coisa sobre o nosso grande amigo Caballus, pois estou montando uma coleção para futura mostra – já tenho cerca de 100 páginas montadas, faltando tão somente o acabamento/encerramento. Preciso de FDCs, flâmulas, blocos, enfim tudo relativo ao grandis animalis – caballus – rs. Caro Pardalis – Nós temos sim um pequeno zoológico em nosso Parque Municipal / Horto Florestal mas, os animais são de pequeno porte e tem muito tempo que lá não vou e não sei se está desativado... Ps: Vc já montou alguma exposição/mostra filatélica? PSII – Vc tem postais máximos em duplicata e trocaria? Eu coleciono de tudo (numismática, filatelia, postalfilia, cartofilia e CTs – menos os verdinhos do tio sam qui tão difici prá xuxu). PS: vou dar uma chegadinha no nosso zoo park para ver se ainda existe e o que há atualmente...

25/05: Impressionante mesmo! Amigo Sierguiei, estoy muy impressionado con usted por todo lo que ha hecho en su vida. How they used to say in Italy mamma mia. Vc tem uma bagagem fenomenal. Parabéns e muitíssimos anos de vida e prosperidade. Abraços, Vittorio. Receber informações: girafas, numismática, coleções, filatelia, países, fotografias, telecartofilia. Mensagem: Amigo Sergio estou me inscrevendo em seu site para qu'eu possa aprender mais sobre filatelia de um modo geral.

26/05: Sim eu quero peças sobre cavalos Equus caballus, o nosso cavalinho doméstico puro sangue árabe e/ou manga-larga, marchador etc e tal – igualmente sobre os camelos pardalis que vc tem. Também é uma coleção muito bonita. Abraços and have a nice day. Vc é descendente de Húngaros não, eu gosto muito dos selos húngaros e estou empenhado em conhecer a lingua húngara (que é dificil pra xuxú). Seria difícil vc pesquisar alguma coisa sobre a mesma ai em sampa – dicionários bilingues, gramática etc e tal – sem compromisso? Aguardo noticias from you. Sou filho de Italianos vindos diretamente da Calábria (Paola), sou filho de pura origem. Estou procurando material para montagem de minha coleção sobre Cavalos caballus equus, com o material aa epigrafe e gostaria que vc me incluísse no rol dos colecionadores e/ou fornecedores desse tipo de material e forneço meu endereço postal... Abraços e muito obrigado pela distinção. Veja se vc tem estes dois selos: 1 de Laos, o maior, e o pequeno é um ocapi da Guinea Equatorial. Espero que vc não os tenha. E se positivo de-me seu endereço postal para remetê-los para vc.

29/05: Amigo, nunca fui à Itália mas conheço tudo de lá. Tenho, em montagem uma coleção de selos italianos, principalmente os turísticos que me mostram a Italia todinha – muito bonita – um pouco semelhante a girafamania mas, de muito longe. Minha Filha, meu Neto e meu Genro já foram várias vezes lá. Meu genro é um grande traçador de roteiros viagisticos. E quanto à gramática e dicionários bilingue húngaros – são difíceis de conseguir? Russo eu sei um pouco pois aprendi sozinho através de fitas e livros e tenho um gramática espanhola/russa. Aguardo notícias. Quantos aos selos estou começando a gostar deles tb. Ok? Mande-me seu endereço postal pls.

05/06: Estou lhe enviando os selos das girafas conf. pedido e tb um postal de Ubá ref. praça Ari Barroso para sua apreciação e se possível envie-me um postal bem bacana de Sampa. Ok? Abraços desde Ubá - Terra da Manga e das meninas brejeiras... 19/09/07: Selos Nacionais – Zoológico. Amigo Sergio, Parabéns pela sua participação na confecção/elaboração da sextila de selos nacionais – parabéns mesmo. Espero merecer um FDC com a Girafa. OK. 21/09/07: Nós ficamos sabendo através do informativo Filatelia 77.


Mauren Ginaldo Souza – maurenginaldo @ gmail.com (12/05): Dúvida. Pesquisando na Internet descobri a Pedra da Roseta, e fiquei bastante curioso para descobrir seu conteúdo. Porém em nenhum site que naveguei consegui ler as traduções do que esta escrito na pedra. Você tem essas informações ou sabe onde posso encontrá-la? Obrigado pela atenção.


Kleber de Burgos – kleber @ burgos.com.br (11/05): Saudação de Filatelista/Fotojornalista. Esta mensagem segue para parabenizar você pelo seu excelente website! Lá pude encontrar muita informação de relevência em filatelia. Essas informações têm me ajudado bastante, pois decorrido duas décadas longe de minha coleção filatélica, aos poucos, estou a retomar esse hobby que diz muito sobre minha pessoa. Para mim, os selos sempre foram portadores de mensagens; quando criança, costumava imaginar os países onde foram emitidos, suas tradições, seu povo e tudo mais que o selo trazia às minhas mãos. Hoje, conheço alguns desses países e confesso que já tinha estado neles antes mesmo da presença física. Para mim, não apenas os livros nos levam a mundos (imaginários ou não), os selos assim também o fazem.

A dedicação e entusiasmo evidenciados em seu site, fez-me curioso por saber um pouco mais de sua pessoa. Em seu currículo, pude constatar com grata surpresa que você também é fotógrafo. Então está aí mais uma coisa que temos em comum: sou graduado em Comunicação Social, e como fotojornalista, trabalhei em jornais locais. Recentemente desenvolvo trabalhos de registros ambientais junto a entidades do Terceiro Setor. Nasci em São Paulo, mas adotei a cidade de Recife como meu lugar no mundo.

Esse meu trabalho de registro ambiental me levou ao estudo da avifauna, e a decorrente aproximação com biólogos especializados em ornitologia. O resumo da ópera acho que já é de seu conhecimento: um bom biólogo sempre nos ajuda a entender, conhecer, amar (e por fim preservar) outros organismos viventes. Então fui “picado” pelas aves. Hoje sou um dedicado observador de aves e aprendiz da ornitologia amadora. Isso me levou a pensar em iniciar uma coleção temática. A princípio pensei em aves aquáticas e/ou raptores. Você saberia me dizer se há algum ponto-de-encontro virtual onde colecionadores de aves fazem trocas de selos? Aqui em Recife, estou à disposição.

13/05: Por várias vezes usei o Google, em quase todas retornou a info de sua página. A princípio não dei muita atenção, mas depois da décima vez, comecei a prestar bastante atenção. Foi assim que encontrei a Girafamania. Obrigado pelos links relativos à filatelia temática, vou visitá-los :). Quanto a Helena só tenho elogios. Estive lá, dia desses e ela me atendeu muito bem. Inclusive por orientação dela, em breve, vou emitir um selo personalizado para comemorar os 40 anos de uma ONG local.

O Zoo, agora re-batizado de Parque de Dois Irmãos está muito bem cuidado... Quanto a foto do Zoo, tenho algumas sim. Que tipo de foto você quer ? Dê uma olhada no site acima, ele também é uma boa fonte de fotos. Também nele, há um email para contato. Mas caso você não consiga obter as informações que precisa, então entre novamente em contato comigo que eu verei o que posso fazer, Ok? Quanto as búfagas... sei não viu Sérgio... acho que vou preferir as aves aquáticas :))). Abraço e à disposição.

15/05: Estou lhe enviando esta mensagem com cópia para o amigo Gustavo Pacheco (pacheco.gl @ gmail.com). O Gustavo é o presidente de uma das mais antigas sociedades ornitológicas do Brasil, a OAP-Observadores de Aves de Pernambuco. Ele foi responsável pelo Museu de História Natural do Zoo de Dois Irmãos e sabe muita coisa sobre o local. Tenho certeza que você poderá contar com ele para obter algumas informações. Quanto ao Mafra, devido a seu recente afastamento daquela entidade, não acredito ser um bom momento para entrar em contato com ele. A foto para o seu site está em um dos inúmeros CDs que tenho. Vou procurar e enviar para você, Ok? Grande abraço.

14/07/08: Dúvida sobre Contato nos Correios. Olá Sérgio, Parabéns por sua página eletrônica. Por favor, você saberia informar qual email deverei usar para enviar uma sugestão de emissão de selo aos Correios? Por sua ajuda, agradeço antecipadamente. 15/07/08: Olá Sérgio, Muito agradecido. Abração. / Além de vc não me responder qual é a sua sugestão, Kadê a foto da girafa de Sampa ou de Recife que vc me prometeu? Ou uma foto sua de qualquer girafa? Estou brincando...

16/07/08: Ainda bem que você não terminou esta como a piada da formiga e do elefante, hahaha. Deixa comigo, se algum dia fotografar uma girafa, mando pra você. Aqui em Recife não há nenhuma. Assim que enviar uma mensagem de minha sugestão, farei com cópia para você. Boa memória a sua. 17/07/08: Não confio em minha memória. Hoje, uma vaga lembrança.... Mas tentei recordar de alguma girafa no zoo de Recife. Acho que aqui nunca teve uma.

28/12/08: Filatelista de Recife. Caro Sérgio, Como vai? espero que o Natal tenha sido de muita paz. Uns meses atrás, escrevi para você solicitando os emails da diretoria de filatelia em BSB. Pois é... tive que formatar minha HD e perdi tais dados. Por favor, você poderia me ajudar novamente com essa informação? De antemão agradeço por sua sempre bem-humorada colaboração :) 04/01/2009: Olá Kleber! Desculpe-me pelo atraso na resposta, estava viajando... Pessoal de Brasília...


Ernesto Villares – ernestovillares @ ig.com.br (11/05): Por favor talvez vocês possam me ajudar estou tentando comprar uma girafa de pelúcia (de boa qualidade), para uma pessoa muito especial, mas não estou encontrando aonde comprar? (só achei importados). Obrigado!


Orlando Flexa – orlando.flexa @ gmail.com (26/04): Pergunta... Sem querer cai no seu portal. Parece-me que você é especialista em girafas, mas possui uma área muito interessante de répteis. Vamos lá à minha história: Eu salvei uma jiboinha de ser sacrificada em um terreno em Paulínia, onde mataram sua mãe e irmãs. Quando soube fui buscá-la antes da chacina. No começo ela era um pouco arisca, talvez pelos ataques ou pela sua própria espécie silvestre. Mas com o passar dos meses, ela se tornou quase como um cãozinho. Fiquei com dó de mandar pra zoológicos, pois a área que tenho pra ela em meu sítio é muito maior e mais equipada do que qualquer lugar que eu tenha conhecido. Ela se tornou parte de nossa família e eu morro de medo que alguém venha recolhê-la e jogá-la em uma centena de animais em espaços espremidos, tais quais um presídio. Li tudo a respeito de cuidados e alimentação, e ela tem tudo além do que precisa. Isso sem falar que ela quase pede pra tirar ela de vez em quando do terrário pra levar pra passear, é muito cômica...rs Bom, eu caí aqui pra ver se você pode me ajudar a identificá-la. A foto mais parecida dela eu achei no seu site e a referência é a Jiboia de Cropan; Bom, ela é quase aquilo. Só que ela é mais acinzentanda (um cinza chumbo ligeiramente esverdeado), tem o dorso salmão e a ponta do rabo preta e amarela. Ela possui desenhos simétricos pelo corpo todo muito semelhantes a temáticas indígenas, com losangos em cinza-escuro e vinho. Minha dúvida é que não consigo achar uma foto com um exemplar idêntico pra saber exatamente de que espécie (ou sub) ela é. Você conhece alguém que possa me ajudar? Grato pela atenção.


Marcelo Henrique Cury – marcelohcury @ msn.com (24/04): Sou aluno do Bacharelado em Química Tecnológica da Universidade de São Paulo – Instituto de Química de São Carlos e todo ano no mês de setembro é organizado a Semana da Química. Neste ano a semana é de 24/09 à 28/09 e o Tema é Fotografia mais ligado a química, reações, emulsões. Por isto estou lhe enviando este e-mail para me auxiliar indicando profissionais que possam ministrar palestra ou minicurso no evento e também se for possível o nome de Empresas Brasileiras que trabalham neste Processo. Muito obrigado pela atenção e desde já agradeço.


Cainara Vidigal de Paiva – cainaravidigal @ hotmail.com (18/04): Olá, não nos conhecemos.. Na verdade nem sei pq resolvi te enviar este email.. Estava na google procurando o significado do nome Eduardo e me deparei com a sua biografia.. Então resolvi olhar o resto, no caso a sua home page sobre girafas. Achei interessante, apesar de não entender nada sobre o assunto! hahaha Mas acho que oq me intrigou de fato foi ver alguém tão entusiamado por girafas.. Nunca me passou pela cabeça alguém apaixonado por girafas, não que eu achasse isso uma possibilidade remota, apenas nunca havia pensado nisso antes.. Mas enfim.. pra quem não sabe nem pq tá escrevendo já escrevi demais,né?! hahaha Concluindo: achei mto interessante o seu trabalho e resolvi lhe escrever, desculpa a ousadia. =) De qq forma, parabéns pelo trabalho. Abraço.


Djalma Rocha – drocha @ pvp.com.br (10/04): Bar Girafa. Na minha cidade tem um barzinho com o nome girafa, onde amostra à noite uma belíssima imagem de luzes de uma girafa. Voçê tem interesse em uma fotografia para a sua coleção ? Aguardo seu retorno. Sds.


Horacio Herborn – hherborn @ hotmail.com, Porto Alegre – Rio Grande do Sul (RS) – horaciocomissoes @ masterhoteis.com.br (09/04): Eu tenho um selo da DDR novo com a goma original de cor verde com uma girafa, o selo é retangular ou comprido. Se o Sr não tiver, poderemos negociá-lo. Sem mais, atenciosamente. Porto Alegre (RS).

11/04: Muito obrigado pela sua resposta. Espero poder ajudar a sua coleçao em próxima oportunidade. De conseguir algum material sobre o zoológico de Sapucaia do Sul, caso eu consiga entro em contato. Para seu conhecimento quero informar que eu tenho uma coleção de selos do Brasil, também bastante avançada em quadras novas sem uso desde 1900 até 2000, tenhos várias de cada uma. Também tenho uma coleção de selos da Alemanha, antes, durante e depois da guerra com farto material de tarjetas e envelopes do zepelin e da época da censura. Um forte abraço.

13/04: Girafa gaúcha: No site a seguir você encontrará informações do seu interesse e também procurando na net: Parque Zoológico de Sapucaia. Temos um segundo zoológico de porte menor que é o Pampas Safári que é particular e que se caracteriza por ter os animais soltos, os visitantes percorrem uma trilha com seu próprio automóvel. Não me lembro se eles tem alguma girafa. De qualquer forma se eu conseguir algum material entrarei em contato. Sem mais, atenciosamente.

23/04: Recebi duas folhas com selos 1o. Dia de Emissão da Alemanha ano 1994: 1) Composé com dois selos, um apresenta Carl Hagenbeck e vários animais desenhados e entre eles uma girafa, o segundo outros animais. Selo homengem aos 150 anos do zoo de Berlin. 2) Outra folha 1o. dia 18/12/1995 em homenagem aos nossos filhos, o selo tem diversos animais, e a folha onde está o selo tem o desenho de uma girafa.

25/04: São duas folhas pequenas que você chama de Souvenir. Não é edital pelo que me consta. Fica para outra, se não se importa cada vez que eu encontrar algo relacionado com girafa prendo o grito de repente eu acerto. Abraços.


J.Lima 03/04/2007: Somos da Secretaria de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (FCF/USP), São Paulo (11) 3091-3621 – (11) 3091-3141, e acabamos de ser “salvos” pela tua página, em função das muitas, e boas, informações acerca do alfabeto grego. Parabéns! E muito obrigado. Cordialmente, Tudo que é verdadeiro, nobre, justo, puro, amável, louvável, que seja virtude ou digno de louvor: eis o que deve ocupar vossos pensamentos (Filipenses 4:8)

17/07/07: A tua página foi útil no seguinte sentido: aqui na Secretaria recebemos dissertações de mestrado e teses de doutorado cujos assuntos trazem títulos, muitas vezes, com palavras em latim, em inglês e em grego. Ocorre que, para o cadastramento de alguns títulos, necessitamos redigitá-los. Nesta hora, fizemos uso da tabela de letras gregas que estava disponível na página da GirafaMania. E não há porque haver “frios-na-barriga”: a Universidade mantém permanente canal com a comunidade, pelo qual transmite e recebe soluções. Toda boa troca enriquece ambos os lados. Parabéns pelo trabalho desenvolvido. E, se me permite uma curiosidade: por que o interesse pelas girafas?

19/07/07: Minha curiosidade, graças a Deus, é o poço das Adelaídes. Não tem fim... Tenho amor pelos animais de modo geral, e esses que têm uns focinhos grandes me causam ainda mais apreço: cavalos, bois, camelos, girafas... Eu os acho tão “sinceros” e amigos, pura e simplesmente por terem esses narizes enormes e abertos para o mundo. Claro que isso, nem de longe, deve ser um critério inteligente de se distinguir os bichos no reino animal. Mas aos leigos tudo é permitido. Pois bem, fui e descobri como foi possível do alfabeto grego se chegar às girafas: o teu site é uma verdadeira enciclopédia. E muito bem organizada! Espero que seja tão divertido e prazeiroso manter o site atualizado quanto o é de se ler e se percorrer a quase infinita quantidade de conexões. Fiquei particularmente encantado com o mapa de 1497 que faz constar a Etiópia e, associado à ela, uma girafa. E gostei de rever o quadro da girafa queimando feito pelo Dalí: já tinha visto o quadro antes e, pasme, não tinha reparado na girafa (o que, seguramente, me coloca como um legítimo representante das toupeiras – eu assumo). Dizer que eu coleciono cartões postais é uma infâmia, perto do trabalho de colecionador que você desenvolve. Na verdade, eu amontôo, sem critério algum, uma ou duas centenas de postais recebidos de boa parte do Brasil e do mundo. Não seio onde no mundo você está, já que a internet torna qualquer estrangeiro num vizinho. Ainda assim, querendo, mande-me um postal. Com o mesmo prazer que eu o receber eu o retribuirei.

20/07/07: Dizer que vc é divertido até por e-mail me parece pouco... é divertido sim fazer e manter o site, sobretudo quando recebo e-mails assim como o seu. Como também sou curioso, talvez topeiro (risos), conte-me o que é o poço das Adelaídes... Nunca ouvi falar... A propósito, eu acho que o nome do bicho correto não é “topeiro” e sim toupeira... Jorge, ri com seu critério inteligente em distinguir os bichos no reino animal: “focinhos grandes”, como foi possível do alfabeto grego chegar às girafas, a quase infinita quantidade de conexões de Girafamania, de você não ter reparado na girafa de Dalí, claro... Permita-me dizer uma coisa, já que és colecionador de cartões-postais – palavra que se grafa com hífem. Mas Jorge, por que você não separa os seus cartões por Estados, por exemplo? Já é uma das maneiras que se pode organizar uma coleção...

08/11/07: Como você pode perceber, sou bem “rápido” para responder mensagens. Esta tua é de 20/07 – dia dos amigos. Aliás, já somos amigos? Acho que não, pois nunca tomamos um café juntos. E, neste ritmo, vamos demorar uns 40 anos... Daqui a 40 estarei com 74 e acho que não vou me lembrar de mais nada por causa daquele alemão que ataca os velhos. Não sou um especialista em mitologia grega. O fato é que essas tais Adelaídes foram condenadas pelo tiozinho (Zeus) a encherem com água um poço sem fundo. Talvez daí eu deva ter feito algum comentário do tipo quão trabalhoso deva ser manter no ar uma página da envergadura da tua. O pitoresco dessa história grega é que tempos depois Zeus quis libertar as Adelaídes dessa dura faina e sabe o que aconteceu? Elas se rebelaram! Imagina você que as meninas disseram ao então Todo-Poderoso que as mesmas passaram os tempos fazendo aquilo e que elas não sabiam fazer outra coisa, de forma que preferiam atravessar a eternidade na mesma labuta. Vai compreender as mulheres... Sei pouco sobre topeiros e toupeiras, com ou sem “u”, de forma que você pode continuar a falar-me deles com a mesma proficiência que fala das girafas, pois, provavelmente, quando eu melhorar, e muito, ainda não terei atingindo o grau de “toupeira”: eu ainda sou uma pobre anta junior. Com relação aos cartões-postais, com hífen, eu os tenho aos montes e não consigo imaginar um jeito de mantê-los em ordem. Não apenas para os guardar, mas também para os mostrar. Meu amigo Cristian, que é chileno, fez painéis enormes com os dele e os separou por regiões do Chile. Ficou muito interessante e didático. A propósito: não tenho cartões-postais desta parte do mundo onde você está (Zolé). Então, se houver o que mandar, mande-me... Prometo retribuir em menos de um ano.

28/11/07: Já disponibilizei aos demais daqui o farto material grego por você enviado. Li um pouco de tudo e confesso que já me sinto um helenista, tamanha a quantidade e a diversidade de informações sobre um só lugar reunidas nesses arquivos. Fiquei supreso com o fato de omega não ser pronunciado com força no “o”: meu mundo caiu e também o da minha colega Elaine. Ainda não encontrei, nesta minha já longa vida (34 anos) alguém que procunciasse essa palavra da forma como ensinada na tua compilação. E finalmente pude entender o ódio que gregos têm pelos turcos e vice-versa. O que me faz pensar que quando estive num restaurante turco em Roma confundi-o com um restaurante grego e os meus amigos disseram que se eu fizesse isso de maneira mais visível do que fizera minha vida correria sério risco... Eu, se tivesse tido acesso ao teu material antes, poderia ter ficado livre de tamanho perigo. Agradecemos você por compartilhar conosco.

02/01/08: Os postais sobre girafas também são bem-vindos, haja visto que eu não tenho nenhum. Mas estranha-me que a Zona Leste, do tamanho que é, não tenha cartões postais... Ainda falando de postais, encontrei um jeito de expor pelo menos uma parte do meu acervo: eu os coloquei sob o tampo de vidro da minha mesa de jantar. Apesar o vidro ser ligeiramente fumê, o efeito ficou bom. Quando você for em casa, você os verá (isso é um segundo convite; o primeiro, para tomarmos um café, continua de pé, à espera de um milagre, digo, à espera de uma oportunidade). Passei o Natal e o Ano Novo com meus primeiros hóspedes oficiais. Minha casa sempre foi um entre-e-sai de gente, mas nunca ninguém estivera lá como “hóspede”. Também, pudera, num lugar tão pequeno, nunca me passara pela cabeça receber gente. Pois não é que estou com meu amigo Lobinho e sua mãe, Lili? Eles estão dormindo no meu quarto e eu no sofá-cama da sala. Foram ocasiões legais, o Natal/Ano Novo. Mas com mãe em casa, não importa se minha ou não, a história é sempre a mesma: engordei 4 quilos em uma semana. O que só contribuiu para tornar a minha relação com minhas calças um pouco mais complicada... Regogize-se: desta vez não demorei tanto tempo assim para te responder...

09/06/08: ... Como finalmente eu voltei a ter meus sábados livres, pois terminaram minhas duras aulas, e como a coisa anda meio apertada para o meu lado, decidi me dedicar mais a esses trabalhinhos extras. Prometo mandar cartões postais dos lugares por onde eu passar. E, como tentativa de agradecimento prévio, compartilho um poema que fiz para a Giulia, pequena guria ítalo-brasileira dona de um sorriso lindo, moradora de Roma e que me chama graciosamente de Tio Dódi: Farfalla à Giulia – Amarelinha, a borboleta voa: amarelando o céu azul. Voa, voa, voa voa: bem pequenininha. Bem amarelinha. Sorri, bate as asas: voa. Pousa numa flor, pousa em duas: pousa em todas as flores do jardim. Assim: amarelinha. Voa aqui, voa ali, voa em todo lugar. Só não voa na chuva. Quando chove, a borboleta amarelinha dorme, bem quietinha, debaixo do beiral (São Paulo, 31/01/2008). Caso você também queira divulgar um trabalho teu, agora eu tenho um blogue: é só mandar que eu divulgo lá (a audiência é altissima, perto de 2 pessoas por mês – uma delas sempre sou eu).

10/06/08: Quero prestar favor a vc, entretanto não desta forma que sugere... nem saberia onde afixar tal divulgação... Sugiro e posso fazer uma publicação no meu site, se quiser... OK?! Nunca ouvi dizer sobre os mil euros (determinação legal), se não eles mandam voltar do aeroporto mesmo...

02/07/08: Seguramente, o teu site é 15 milhões de vezes mais visitado que o meu singelo blogue... Se você puder fazer minha publicidade no teu site, ficarei grato... A história dos mil euros é assim, segundo a página do consulado da Itália: para não pedir visto aqui mesmo no Brasil, posso viajar como turista. Nesta modalidade, devo comprovar 52 euros por dia de permanência em solo europeu. É claro que eu não preciso ter os mil euros em cash: pode ser, por exemplo, em cartão de crédito. Na primeira vez que fui, não tive problema algum e ninguém me perguntou nada. Mas não gosto de dar sorte para o azar e como fiquei sabendo de um pessoalzinho que voltou do aeroporto mesmo, já fiquei “esperto”. Sendo preto, pobre e proletário, tenho que dar uma de escolteiro e ficar sempre alerta... Se eu fosse branco, burguês e banqueiro a vida seria mais fácil. Ou não (como diria Caetano Veloso). Então, em outras palavras, já aceitei o teu convite, de modo que você só precisa me lembrar as datas da exposição. Estaremos de volta da viagem no dia 12 de outubro.

03/07/08: Jorge, qual será seu roteiro? Quanto aos cartões-postais de lá, agradeço mas não precisa não... Se vc for para Siena gostaria de poder te fazer uma encomenda... (risos) Jorge, quer dizer que vc terá que justificar nas eleições que acontecerão uma semana antes de sua volta da Itália? Assisti sim ao filme Madagascar... inclusive já tenho na coleção girafídea selos postais e cartões telefônicos a respeito... imagine se não?!

28/07/08: Fique tranquilo: você é um perfeito cavalheiro e não me disse nada que me chateasse... 22/08/08: Sábado, às 18 horas, uns amigos passarão em casa para irmos à Festa Italiana (Achiropita) comermos uma massa. Assim, eu já vou entrando no espírito italiano, pois estou a menos de 30 dias da minha viagem...

19/03/09: Retirei os dados do grego e coloquei no português... Sugeriu outra frase... 05/05/09: Nós e nossas respostas rápidas. Meu querido, agora ando um pouco mais livre que antes. Assim, quando você puder marcar o tal café, estarei à disposição. Meu endereço aqui na USP... Bom, eu fico no prédio da administração da Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Isto é no Conjunto das Químicas, perto do bandejão...


Adriano Luis Andrade Justino – adrianoj @ gazetadopovo.com.br (20/03): Matéria Gazeta do Povo. Olá, vi o texto de vocês na internet sobre os nomes de bicho que os brasileiros usam para denominar as pessoas. Gostaria do contato da pessoa que fez tal trabalho para conversar sobre o assunto. Pode ser? Abraços, Adriano Justino, repórter Gazeta do Povo, (41) 3321-5318.


Cecilia Ghiraldelli – ceciliaghiraldelli @ uol.com.br (10/03): Gostei muito das explicações na área de astrologia, vc mesmo as escreveu? Estou utilizando alguns trechos para explicar para amigos um pouco de astrologia....td bem? Agradeço. 13/03/07: Rs... Ok... Uma girafa perdida... encaminho ao seu site... Obrigada.


Beth Jurelevicius – beleleth @ gmail.com (09/03): Girafas astrológicas. Adorei seu site, o encontrei no google procurando netuno em escorpião através do link Escorpião. Porém, no teu site (maravilhoso), não consegui o caminho pra este link. Vc pode me ajudar? Obrigada e mais uma vez parabéns! 18/04: Obrigada pela dica no site :) Tenho uma peculiaridade pra te apresentar, não sei se vc já conhece. Tem uma comunidade no orkut sobre girafas... Só que eles negam a existência delas ;) Depois dá uma conferida. Abraços.


Christianne – chrisingles @ hotmail.com – Leonardo (leoingles @ superig.com.br) (09/03): Sou fotógrafa iniciante e moro na região da grande Florianópolis. Mas sou na verdade paulista. Queria te parabenizar pelo site. Estou procurando me aperfeiçoar em questões que envolvam a fotografia e tenho tido muita dificuldade em encontrar embasamento teórico que fuja do básico. Buscando no google equilíbrio e composição acabei encontrando seu site. Achei informações valiosíssimas, que exploram composição, planos, cor etc. (conhecimentos indispensáveis a um fotógrafo que pretende ter um domínio mínimo sobre suas fotos) e inclusive referências bibliográficas, que pretendo explorar aos poucos. As informações são passadas de forma clara e sem pretensão. Meus parabéns. Gostei muito. Moro numa cidade chamada Antônio Carlos que fica a 40 km de Fpólis. Comecei a fotografar profissionalmente eventos no final do ano passado, mas como objetivo pessoal pretendo fazer alguns trabalhos mais ligados a cultura e povos. Se você precisar de algo que possa ajudar aqui no Sul...

14/03: Pode deixar. Qualquer informação que eu tenha sobre girafas vou passar a você. Bem... aqui em Antônio Carlos não tem girafa não (risos)! Mas se eu te contar o que aconteceu comigo em uma ocasião, você não vai acreditar... Antônio Carlos é um município pequeno (+ ou - 8 mil habitantes), de colonização alemã. Colonos agricultores. Algumas famílias de colonos moram em regiões completamente isoladas, onde o acesso é feito somente por estradas de terra, devido à geografia de morros. Esses colonos raramente saem de casa, o que só é possível porque praticam uma agricultura de subsistência. Numa ocasião eu estava, não me lembro por que, no prédio da prefeitura e uma senhora dessas, que mora lá longe e só sai de casa vez ou outra, ou para comprar um vestido de festa ou para falar com o prefeito (porque até pão eles fazem em casa), e esse o caso, aguardava tambem no mesmo lugar que eu. E aí eu e a senhora começamos a conversar e conversa vai, conversa vem, ela falou, com toda a convicção: É... na época em que eu era pequena, até girafa a gente via aqui.... Eu quase caí pra trás: Como assim, girafa?!, perguntei. Girafa, ué!, respondeu ela. Eu, incrédula, insisti: Mas... como era essa girafa?. Ora! Era como toda girafa!!!, respondeu ela. E aí eu fiquei pensando numa forma de dizer para a tal senhora que possivelmente era outro bicho, porque não tem girafas no Brasil etc. Mas nesse mesmo momento a tal senhora foi chamada para a sala do prefeito e eu nunca mais a vi. Até hoje me pergunto, de curiosa, que animal ela pode ter confundido com uma girafa?! Uma ema talvez?! Não!!! Mesmo que, hipoteticamente, houvessem emas na região, uma ema não tem nada haver com uma girafa, não é? A não ser o pescoço comprido... Mas eu vou investigar. E te prometo que se achar uma girafa aqui (risos), vou te informar de primeira mão. Abraços, Chris.


Fabiola Arantes – fabiolaarantes @ hotmail.com (08/03): Coleção à venda. Eu trouxe uma coleção de selos da Alemanha e gostaria de vendê-la. Podem me ajudar? 10/03: Coleção à venda. Muito obrigada por responder!


Flávia Galante – flaviagte @ yahoo.com.br (07/03): Informação. Olá, gostaria de saber onde compro aqui em Belo Horizonte a régua de girafa pra medir altura de criança. Grata.


African Contemporary – info @ africancontemporary.com (01/03): Pinturas de girafas. Olá. Vimos o seu site e pensámos que talvez esteja interessado em alguns dos quadros da nossa galeria. Dê uma olhada em: africancontemporary.com. Um abraço, Nuno Salgueiro-Lobo, Director African Contemporary.


Inês Garcia Coelho – ig.coelho @ uol.com.br – girafatoys.com.br (Florianópolis, 28/02): Parabéns pelo site Girafamania. Fiquei impressionada com a quantidade de informações sobre as Girafas editadas em seu site. Sua paixão pelas Girafas, além de inquestionável, é principalmente admirável e muito louvável! O motivo de meu contato, além de dirigir-lhe as merecidas congratulações, trata-se também de um pedido de autorização para fazer um link de seu site com a minha loja virtual. Fiz um pequeno link de caráter educativo que você poderá conferir clicando em Girafatoys. No caso de uma manifestação sua em contrário, mesmo com pesar, estarei retirando o link imediatamente. Quero ressaltar que minha loja conta com uma logística de 1ª linha, que garante a qualidade dos produtos e a rápida entrega. Além disso, conto com um sistema de segurança que é o mesmo utilizado pela empresa aérea GOL. No aguardo de seu retorno. Muito grata pela atenção.

02/03: Estou muito feliz em receber sua resposta, principalmente pela forma atenciosa e simpática que você a fez. Para esclarecer, minha proposta não foi fazer uma troca de link e sim apenas ter a sua autorização para que meus clientes possam acessar o seu site por meio da minha loja. Eu penso que o caráter educativo sempre deve estar presente, independentemente de meu negócio tratar-se de um comércio. Eu percebi que você não usa patrocínios em seu site e por isso não propuz troca. Se você julgar adequado, com certeza eu teria interesse, mas fica totalmente a seu critério. Com relação ao direcionamento do link, você tem toda a razão. Eu escolhi aquela página, pelo caráter mais infantil, mas nem percebi que não aparecia o menu. Já estou alterando, ok? Com relação ao zoológico de Floripa, vou me informar a respeito pra você, pode deixar. Interessante a sua ligação com zoológicos, pois ultimamente tenho pensado que uma forma de divulgar minha loja seria patrocinar as Girafas nos zoológicos. O que você acha? Ainda não entrei em contato com nenhum. Você tem idéia se os zoológicos teriam interesse? Seria muito caro? Foi em uma grande busca que fiz a procura de imagens de girafa para o logotipo Girafatoys que encontrei a Girafamania. Nesta busca encontrei uma linda peça de porcelana que pode lhe interessar. É um porta guardanapos em forma de girafa. Você já tem?

04/03: Em nenhum momento pensei em te vender a peça em forma de girafa. Imagina! Meu negócio são os brinquedos de minha loja. Você se diverte colecionando e eu também me divirto presenteando ou indicando o que vejo para os colecionadores, beleza? Logo te dou notícias do zoológico, ok?


Rubens Mazão – rmazao @ gmail.com (24/02): Colecionismo. É amigo Sérgio, Também faço parte deste grupo de colecionadores (numismática). Parabéns pelo seu site, Grande abraço do amigo. 27/02: Só para começar a ajuda. Aqui tem uma girafinha (produto.mercadolivre). Vou verificar com alguns colecionadores aqui em Goiânia, caso apareça algo de seu interesse pode ficar tranqüilo que lhe informo na hora. Ficarei de olho... Grande abraço do amigo.


Wadvan Barcellos – wadvananna @ hotmail.com (24/02), Cc: lyvia_enfermeira @ hotmail.com; wadvananna @ hotmail.com
Subject: Associar meus filhos no Clubinho Girafamania. Mensagem: Esses são Demétrios e Dídimo de Vila Velha, Espírito Santo (ES).


Iconografia – iconografia @ educacional.com.br – www.educacional.com.br (portalpositivo.com.br e aprendebrasil.com.br)
Claudia Cruz, Divisão de Portais – Iconografia | Positivo Informática S.A. | Fone: (41) 3312-3651 | Fax: (41) 3312-3601

08/11/2005: Vem por meio desta solicitar autorização para reproduzir a imagem de Mendel, em anexo, em conteúdo interno de nossos CDs e sites Portal Educacional, Portal Positivo e Portal Aprende Brasil comercializados em todo o território nacional e de acesso restrito a alunos cadastrados, e nas personalizações dos referidos portais para as escolas conveniadas. Esperando compreensão de sua parte para a importância que este projeto representa, gostaríamos de receber informações sobre a possível utilização dessa imagem e a maneira como o crédito deve constar na referida obra, caso a autorização seja aprovada.

11/07/2005 (Amanda Nicocelli – anicocelli @ positivo.com.br): A Editora Positivo informa que está em vias de aprovar o projeto didático intitulado ALET – Aprendendo a ler e escrever textos, destinado aos alunos de 5ª à 8ª série, do Ensino Fundamental, com autoria de Maria Fernandes e Sebastião Andreu, e para concretizá-lo, estamos na dependência de obter autorização para reproduzir o texto “Mazzaropi”, pesquisado no dia 09/06/2005. Solicitamos autorização para reprodução do texto relacionado acima, no livro de 6ª série. Esperando compreensão para a importância didática desse projeto, solicitamos informações sobre a maneira como o crédito deve constar na referida obra, caso o aprove. Agradecendo antecipadamente, aguardamos seu posicionamento e colocamo-nos à disposição para maiores esclarecimentos... Atenciosamente, Setor de Iconografia – Editora Positivo.

23/02/2007: Ilhas Malvinas... 26/02: Agradecemos sua atenção e preciosa contribuição ao nosso projeto! O nosso autor de História está escrevendo um conteúdo especial sobre a guerra nas Ilhas Malvinas e pretendemos utilizar essas imagens para ilustrar a história das ilhas e também o conflito. Agradecemos se puder nos enviar mais informações sobre os selos, isso irá contribuir muito com o projeto. 23/03: Recentemente recebemos sua autorização para utilizar os selos publicados em seu site. Agora, gostaríamos de solicitar autorização para utilizarmos a imagem da ave “Carcará”... 26/03: Mais uma vez muito obrigada pela sua atenção e contribuição ao nosso projeto. Segundo o nosso professor de biologia, o nome científico do Carcará é... Sérgio, estou te enviando um login e senha temporários para você conhecer o Portal Educacional, certo? Login, Senha, validade até 26/05/2007.

06/11: Expedição Langsdorff... 07/11: Realmente você tem sido um grande colaborador de nossos projetos autorizando o uso de imagens do seu site. Muito obrigada pela sua atenção aos nossos pedidos! Ficou mesmo muito bacana a sua matéria sobre o assunto. E que interessante o trabalho da Adriana Florence, você viu o site dela? Sérgio, pretendemos utilizar essas imagens para ilustrar um conteúdo de História sobre os 200 anos da família real no Brasil. Sempre citamos o uso nos CD-ROMS em nossos pedidos, mas, nunca sabemos se um determinado conteúdo será ou não publicado também no CD. Então, podemos lhe enviar o link deste conteúdo quando for publicado. Que tal? Porém, para que possamos realmente utilizar essas imagens, ainda estamos aguardando uma resposta dos Correios, pois sem a autorização deles não poderemos publicar. E ainda precisamos descobrir quem pode autorizar o uso do selo russo. Se recebermos todas as autorizações necessárias, aí sim utilizaremos as imagens. Esperamos que tudo corra bem!

08/11: Compreendo sua resposta, infelizmente, a senha tem mesmo um prazo de validade. Não posso prometer nada, mas vou pensar numa solução para isso. Conforme o e-mail de solicitação que enviei, esse material de História será publicado nos sites da Positivo Informática que são comercializados sim. Os CDs também são comercializados, juntamente com o material didático impresso. O uso das imagens não é puramente comercial, é sempre para ilustrar um conteúdo didático e de finalidade educacional. Mas, devido à parte comercial de nossos projetos, sempre precisamos ter todas as autorizações antes de utilizar imagens. Obrigada pela informação sobre o selo comemorativo! Eu não sabia. Vou passar essa informação para a autora deste material. Você acredita que não tenho fotos da girafa? Aliás, faz muito tempo que não vou ao zoo. Mas eu vou tirar uma foto para você, ok?


Samantha Neves – samanthata @ terra.com.br (22/02): Trabalho na Câmara de Vitória ES, e hoje foi publicado no jornal A Gazeta uma foto de um leão adulto que tem sido mantido em cativeiro - Frigorifico - em condições de espaço e higiene duvidosas. Contatei o IBAMA que me informou que o proprietario já fora notificado, mas como o Estado não tem para onde trasferir este animal fica sob os cuidados do dono do frigorifico, até que achem um local adequado. O que não deve ocorrer pois o Espírito Santo não possui zoológico. O que podemos fazer para transferir este animal? Como proceder? Vc poderia me ajudar? Aguardo retorno o mais breve possível.

06/03: Desculpe pela demora em responder. Olha eu mandei e-mail para tudo que se relacionava a proteção animal, ai achei você. rs Pois então, já encontramos um local para o Simba, mas o problema agora é o transporte. Mas espero que logo se resolva. Qualquer novidade, entro em contato. Obrigada pelo apoio.


Vitoria Delfim – vitoriadelfim @ bol.com.br (17/02/2007): Oi eu gostaria de saber o que as GIRAFAS gostam de comer e qual é a sua presas. Eu gostaria da resposta mais rápido possivél. Muito Obrigado pela a atenção. bjs!


Toni – Antonio Esperança – contraste.braga @ gmail.com (03/02/07), Seller: contraste* (Maxicard Mozambique Giraffes) S. Victor, 4710-000 Braga – Portugal. 14/02: Parabéns pelo seu site da GIRAFAMANIA, está muito interessante e pedagógico eu proprio já aprendi muita coisa. Continue com este seu projecto que nos ajuda a todos a aprender e compreender estes animais e assim também nos sensibilizar para a vida animal no seu estado mais puro. Cumprimentos. P.S. o seu postal já está a caminho.


David Rayel – davidrayel @ terra.com.br (03/02): Dúvidas sobre o Franco (moéda). Estudo culturas. Vi que o senhor é estudioso de numismática e gostaria de saber, claro, se for do seu conhecimento, qual é o nome dado aos centavos do antigo Franco europeu, mais especialmente da região de Pas-de-Calais (França). Agradeço sua compreensão e ajuda de antemão. www.animesplus.com.br


Tais – taisbulcao @ oi.com.br (01/02): Nomes russos. Gostaria de saber como se formam os nomes próprios e familiares em russo, Obrigada.


Vânia Lúcia – vania @ ro.senac.br (26/01): Gostei do seu trabalho... Parabéns! Passei para dizer SMILE... E parabenizar pelas suas fotos e site. Ia esquecendo... Inté! Nota: Arquivo Passei para dizer SMILE.doc (70,8KB), com duas imagens.


Maurício Marques – mauricio_1972 @ uol.com.br (24/01): Através do site de busca tive acesso a sua página e encontrei informações do fotógrafo Marc Ferrez, peciso adquir a obra O Brasil de Marc Ferrez (francês), como posso adquirí-lo? Porém encontra-se esgotado, se puderem me auxiliar, agradeço. Atenciosamente.


João Alecio Poleto – joaoalecio @ hotmail.com (22/01): Energia Acadêmica (energia @ energiacademia.com.br). Gostaria de saber se existe também uma loja onde você vende alguns produtos. obrigado.


Antonio Carlos de Moura – moura.vir @ terra.com.br (17/01): Girafas à venda. Estou de mudança para um apartamento e não terei lugar para minhas seis girafas de madeira feitas em Bali. São de vários tamanhos, tendo a maior cerca de 1,80 m. de altura e a menor 20 cm. Você pode me indicar alguém que tenha interesse em adquiri-las e qual a faixa de preço que seria razoável? Grato.


Natália Martins – natalia.martins @ sp.senac.br (15/01): Exposição de Fotos. Olá Sérgio, você tem fotos antigas da cidade de São Paulo? Faz exposição delas? Obrigada. Grande Hotel São Pedro, Hotel Escola SENAC.


Paulo Pestana – ppdiscoi @ netcabo.pt (11/01): Lua e a sua influência na agricultura. Caro amigo internauta, Tomei conhecimento do V. site hoje a fazer uma pesquisa sobre a influência da Lua na agricultura. Mas como é relacionado com Portugal e este situa-se no hemisfério norte e o Brasil no sul, gostaria se saber se a influência é semelhante. Obrigado pelo incomodo que lhe estou a causar.


César Obeid – obeid @ terra.com.br (08/01): Primeiramente parabenizo seu site e as informações que nos oferece sobre a girafa. Escrevo para crianças e estou pesquisando sobre alguns animais (curiosidades). Tenho lido em alguns sites que a girafa limpa as orelhas com a língua? É verdade? Agradeço se puder me responder. Abraços e feliz 2007 (teatrodecordel.com.br).

29/03: dúvida. Sou escritor e moro em São Paulo, capital. Há alguns meses te escrevi sobre uma curiosidade sobre a língua da girafa, lembra? Minha dúvida é: Tenho visto alguns sites, como o seu, que colocam esta linda frase atribuída ao Leonardo Da Vinci. Você teria o nome do livro no qual ela se encontra? Vou editar um livro para crianças e gostaria de utilizá-la na abertura, mas eu necessito saber o nome do livro. Ficarei muito grato se puder ajudar, Um abraço, muita luz e parabéns pelo trabalho. 03/04: Muito obrigado pelo retorno, vou procurar também. Como vai sair em livro, seria bacana saber a fonte mesmo, vamos ver... Um grande abraço e muita luz na caminhada, agora uma brincadeira....

O meu grande amigo Sérgio / No seu site sempre abafa
Que relata o universo / Tão fantástico da Girafa
E correndo atrás dos bichos / Ele nunca sente estafa....


Synval Cardoso – synvalc @ yahoo.fr (03/01): Vi na sua página que você colocou a foto e referências desse selo selo do Uruguai emitido em 29/01/2003: Iemanjá. Já tem uma data que eu procuro esse selo, você está vendendo ele? Deseja trocar por algum outro? Obrigado.

06/01: Acho que sempre vale a pena tentar, não é? Então se algum dia você resolver se desfazer dele ou se encontrar algum a mais por favor lembre-se de mim... Tenho sim uma girafa perdida na minha coleção muito lindinha em barro mas também não vendo não, mas se você quizer trocar pelo selo a gente pode ver o que faz. Coleciono tudo que tem a ver com as religiões afro-brasileiras (Umbanda, Candomblé, Catimbó etc). Encontrei seu site procurando nos selos Indumentárias de Orixás (já possuo todos a única coisa que me falta são os Máximos Orixás (Iemanjá).

09/01: Ah esqueci de dizer, se vc não se interessar por essa estátua da girafa, como eu estou na Europa, posso conseguir com mais facilidade selo de girafa para trocar com o selo de Iemanjá se você se interessar.


Fernando Núñez Freire – fnunezfreire @ hotmail.com (01/01/07): Jirafa en Galego. En galego se dice XIRAFA. Un cordial saludo y enhorabuena por su página, es formidable, me encanta. Feliz Año Nuevo. Galicia – España.

Fernando Nunez Freire (05/01) / Nascimento: 13/07/62 – fnunezfreire @ hotmail.com / Cidade Porri... / Espanha. Info: Numismática, Filatelia, Telecartofilia.

02/01: Me gustaria empezar una colección tematica sobre el tema SIDA-AIDS, llevo mucho tiempo buscando información sobre este tema y por fin la encontré en este site, me gustaría recibir sugerencias, ideas, consejos sobre como hacerlo, como conseguir los sellos etc... Yo tengo muchos sellos de muchos paises, especialmente España, Argentina, Brasil, Portugal, paises europeos, todo en usado, antigüo y moderno. Cambiaría por sellos con el tema anteriormente indicado SIDA-AIDS. Muchas gracias.

27/04: Informacion nuevo sello girafas: Zoológico Nacional. Espero que esta información te sea de utilidad. ¿Sabrias decirme donde puedo encontrar yo informacion sobre el tema de la Historia de la Biblia en los sellos?. Un cordial saludo. Re: Una filatelia de España me envia un listado de novedades mundiales por e-mail periodicamente, si estas interesado podría pasarte su dirección. Es gratis. En cuanto a los sellos de la Biblia y del Arca de Noe que tu conoces, supongo son los que tienes en tu pagina, y esos ya los he visto, si te enteras de algun sitio donde pueda encontrar mas, te agradeceria me lo dijeses. Espero que entiendas el español. Un saludo amigo.

01/05: Informacion oferta sellos girafas. Seguro que te interesa esta información... ¿Has visitado alguna vez Avionstamps? En el lado izquierdo aparece la opcion de seleccionar temas, si pinchas giraffe salen muchisimos sellos de girafas... Saludos.


Júnia Izabel (sagitário) – juniaizabel2 @ gmail.com (31/12/06). Cidade: Viçosa – Minas Gerais (MG). http://juniaizabel.blogspot.com – http://juniaizabel.multiply.com. Correção para o site. Olá, Acabei de chegar de Cabo Verde e, apaixonada que estou pelo lugar, resolvi ir vendo mapas e outras coisas, pra tentar dimunuir a sodade. Entrei no seu site e vi um comentário sobre um cartão postal antigo (dos anos 20), em que mostra o Ilhéu que fica perto da Ilha de São Vicente (eu o via todos os dias, da cidade de Mindelo). Sobre o cartão, vê-se o seguinte: O Cartão Postal dos anos 20 mostra Ilheu dos Pássaros, parece que também é chamada de Ilha de Santantão, localizada em São Vicente de Cabo Verde. Aqui ocorreu um pequeno engano... Espero ter sido clara o suficiente e que tenha ajudado. Se houver alguma dúvida, por favor, me escreva.

01/01/07: Conheci, há 2 anos, uma caboverdiana, na internet. Ela me falou sobre a questão do lixo em CV, da falta de programas pra conscientização, reaproveitamento e reciclagem (que é a minha área). Então veio a idéia (dela) de fazer um projeto pra ensinar a reaproveitar garrafas pet que são grandes poluidoras etc. Como em CV quase nada se cria/produz, tudo é importado. E... sendo tudo importado, vem tudo embalado. E... sendo embalado, as embalagens viram lixo. E... sendo lá um arquipélago no mei do oceano, e não tendo ninguém na costa que se interesse em receber de volta as embalagens, eles acabam icinerando. Fizemos um projeto básico e foi aprovado! Daí, com o apoio da Shell Cabo Verde, do Centro Cultural de Mindelo e da Câmara Municipal de São Vicente, lá fomos nós! Eu, saindo de Viçosa - Minas. Ela, de Rotterdan, na Holanda. A Fatú é da Ilha de S.Vicente. Do Brasil pra lá, o embarque é em Fortaleza com destino à cidade da Praia. Da Praia peguei outro vôo pra S.Vicente. A maioria da população é magra. Comem pouco, só o necessário. Tem peixe praticamente todos os dias. Normalmente, 2 pratos quentes e uma salada. Claro que tem um caldo antes. Depois das refeições servem uma fruta (produto de luxo) e um chá. Em S.Vicente produzem papaia, tãmara, manga. Com casas de pedra (antigas) e outras modernas e modernosas. As construções mais novas são um escândalo de luxuosas, enormes e coloridas. Nenhuma aldeia está livre dessas construções exibidas. Em Mindelo fizemos exposição no Centro Cultural. Pude ver uma mostra de batik e tear, lindíssima; outra de um lutiê (Aniceto), com violões, bandolins, cavaquinhos e viola portuguesa de primeira linha; uma mostra permanente de artesanato africano, com peças de todas as ilhas e alguns países da costa; feira de livros; exposição de artesanato em tecido; mostra de bonecas de pano... enfim, tudo cheio de pura cultura. A comida é bem parecida com a nossa, mta coisa à base de milho. O prato mais típico é a catchupa, feita com milho branco (aquele de canjica) ou o amarelo (pilado, pra tirar a casca), feijão, pertences de porco, frango, peixe e legumes. Tudo cozido junto. Pra servir tiram o caldo e servem primeiro. Depois, os caroços numa vasilha, as carnes em outra e os legumes, numa terceira. Cada um põe no prato a parte que quiser. Sempre fazem em grande quantidade, sobrando pro dia seguinte. No café da manhã guisam os caroços (milho e feijão). Refogam alho e uns pedacins de carne no azeite e deitam os grãos, que ficam mei que fritos. É pra comer e tomar café. Mto bom. Ou, em criolo catchupa ê sab p´afronta (catchupa é bom demais da conta!). Embora CV seja um país africano, lá não tem fauna típica (o que já era de se esperar...rs..). Mas conheci 2 leões criolos. Um é o John Leão (dono de várias lojas em Mindelo) e, o outro, o Leão Lopes (do meio artístico). Lá existe uma coisa que é a morabeza. Não tem explicação. É um sentimento. É um bem-querer. É um jeito de ser recebido, de ser bem tratado, de se sentir bem e feliz. Gradecida, Sérgio, pela oportunidade de ficar aqui, relembrando esses 20 dias tão maravilhosos que passei lá. Já fiz mais 2 projetos de cunho ambiental e devo voltar a partir de março. Torça por mim. Té mais. Beijins.


Ronaldo Rondina – r.rondina @ gmail.com (30/12/06): Parabéns pela sua home page. Está ótima. Gostaria de te pedir autorização para pegar alguns textos de seu site. É para um trabalho particular e não será publicado em nenhum meio de comunicação. São os textos refentes à geopolítica dos países. Grato.

Entrada principal !
Última atualização: 15/02/2011.
volta ao topo

CONTATOS 2006 MAPA GIRAFAMANIA
CONTATOS 2007 (segundo semestre)