This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

ESTADO DA CIDADE DO VATICANO (11/02/1929)

Bandeira da Cidade do Vaticano

Lema – “ ” (latim)

Vatican City – Vatican – Vatikan – Stato della Città del Vaticano
Capital – Cidade do Vaticano.
Religião – Cristianismo (católicos).
Governo – Papado vitalício. Legislativo: Comissão Pontifícia.
Divisão administrativa – Santa Sé (órgão supremo da Igreja Católica) e Cidade do Vaticano (sede da Igreja).
Chefe de Estado – Sua Santidade Papa Francisco, eleito em 13/03/2013.
Constituição em vigor – 1968 (Constituição Apostólica).
Fontes de renda – Fundo de São Pedro (donativos), Instituto per le Opere di Religione (Banco do Vaticano), administração do Patrimônio da Santa Sé (controle do Banco de Roma e do Banco do Espírito Santo).
Moeda (numismática) – euro (01/01/2002). Anteriormente, lira italiana.

O país que rodeia a Basílica de São Pedro é o centro espiritual dos Católicos Apostólicos Romanos de todo o mundo, também é conhecido como Santa Sé ou Santa Sede. O Vaticano atrai turistas por seu museu histórico e pela Capela Sistina, com afrescos de Michelangelo. Com 44 hectares de superfície (0,5 km²) é o menor Estado soberano do mundo. Seu território resume-se a um grande quarteirão encravado na zona oeste de Roma – capital da Itália.

Essa área é o que restou dos Estados Romanos ou Estados Pontifícios, suprimidos com a unificação italiana no século XIX. O Vaticano sobrevive com donativos e aplicações de capital. O chefe de Estado é o Papa. A Igreja Católica é a única a possuir um Estado cujos fundamentos repousam no conceito de “soberania espiritual”.

Características do país – Área triangular que abrange a praça e a Basílica de São Pedro; edifícios administrativos; Pátio Belvedere e palácios pontifícios; igrejas e palácios de Roma; 1 estação de rádio (a 19 km de Roma) e Castelgandolfo (residência papal de verão).

Abaixo, um “se-tenant” de 6 selos que mostra a Cidade do Vaticano e a Basílica de São Pedro, datada do século XVI. Declarado Patrimônio Mundial da Humanidade, pela UNESCO (1986), todos os selos trazem a inscrição italiana “Città del Vaticano – Patrimonio Mondiale”. Notas: Existe outro se-tenant, emitido em 1991, o qual é um tríptico que mostra uma vista panorâmica da Basílica de São Pedro, em estilo barroco. Ver estátuas abaixo do domo.

1986 - Scott: 773.
volta ao topo

Breve História

Durante quase mil anos que se iniciam no tempo do Império de Carlos Magno (século IX), os papas reinam sobre a maioria dos Estados da península Itálica, incluindo a cidade de Roma. Foi em Roma que, durante as perseguições do imperador Nero aos cristãos, o apóstolo São Pedro sofreu o martírio; sobre seu túmulo, na colina Vaticana, o imperador Constantino Magno, no século IV, fez erguer uma primeira basílica dedicada ao apóstolo; no século XVI, no mesmo lugar, foi erguida a atual basílica de S. Pedro, coração e símbolo do Vaticano, de onde os sucessores do Príncipe dos Apóstolos exercem sua missão em relação aos católicos de todo o mundo.

A unificação da Itália absorve os Estados pontifícios. Em 1870, as tropas do Rei Vittorio Emmanuel II entram em Roma e anexam a cidade. O papado não reconhece a nova situação e considera-se prisioneiro... Com o fim do antigo Estado Pontifício, em 1870, e com o surgimento do atual Estado Italiano, o Papa Pio IX refugiou-se junto à basílica de S. Pedro, sem mais ter um espaço próprio para exercer, com autonomia e plena liberdade, sua missão em relação à Igreja do mundo inteiro. Assim também outros três de seus sucessores, Leão XIII, Pio X e Bento XV, consideraram-se “prisioneiros do Vaticano”.

No dia 11 de fevereiro de 1929, sendo Papa Pio XI e, Rei da Itália, Vítor Manuel III, chegou-se à solução concordada do Tratado de Latrão, que deu origem ao Estado do Vaticano na sua configuração atual e estabeleceu os parâmetros da convivência com o Estado Italiano. No acordo a Itália admite a soberania da Santa Sé sobre o Vaticano, concede indenização pelas perdas territoriais e torna o Catolicismo a religião oficial da Itália.

Para enfrentar a perda de influência o Papa João XXIII (1958-1963) abre diálogo com outras igrejas e com o mundo laico. O processo desemboca no Concílio Vaticano II (1962-1965), o primeiro concílio ecumênico em quase cem anos. As encíclicas sociais de João XXIII – Mater et Magistra, Pacem in Terris – e de seu sucessor, Paulo VI (1963-1978) – Populorium Progressio –, abrem caminho para a Teologia da Libertação (1968) e para o alinhamento de uma parte do clero católico com a esquerda... Em 1968, Paulo VI frustra os católicos liberais ao condenar os métodos anticoncepcionais na encíclica Humanae Vitae. Em 1978, o Catolicismo deixa de ser a religião oficial da Itália...


PAPAS DO SÉCULO XX

O Romano Pontífice, como sucessor de Pedro, é o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade quer dos Bispos quer dos fiéis (Lumen Gentium, 23). O Papa também é chamado Santo Padre e ainda de Pontífice, termo que significa “fazedor de ponte”, aquele que faz a “ponte” entre o Céu e a Terra. Abaixo, respectivamente, as imagens mostram:

Papa Leão XIII (Leo PP. XIII) – Gioacchino Pecci, 20/II/1878 – 20/VII/1903
Papa Pio X (Pius PP. X) – Giuseppe Sarto, 09/VIII/1903 – 20/VIII/1914
Papa Bento XV (Benedictus PP. XV) – Giacomo della Chiesa, 03/IX/1914 – 22/I/1922

O Papa Pio XI (Pius PP. XI) – Achille Ratti, 06/II/1922 – 10/II/1939; última foto à direita, foi quem proclamou Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

Papa Pio XII (Pius PP. XII) – Eugenio Pacelli, 02/III/1939 – 09/X/1958
Papa João XXIII (Ioannes PP. XXIII) – Angelo Giuseppe Roncalli, 28/X/1958 – 03/VI/1963
Papa Paulo VI (Paulus PP. VI) – Giovanni Battista Montini, 21/VI/1963 – 06/VIII/1978
Papa João Paulo I (Ioannes Paulus PP. I) – Albino Luciani, 26/VIII/1978 – 28/IX/1978

volta ao topo

Papa João Paulo II (Ioannes Paulus PP. II) – Karol Jósef Woytjla, 16/X/1978 – 02/IV/2005

Nasceu na cidade de Wadowice, Polônia, em 18/05/1920. Com 58 anos de idade é eleito o 264º Papa da Igreja Católica, o primeiro Papa polonês e o primeiro não-italiano desde o século XVI (1523). Em 1981 é baleado pelo extremista turco Mehemet Ali Agca, na praça de São Pedro, no Vaticano. Escreve Cruzando o Limiar da Esperança (1994), com 5 milhões de exemplares vendidos em 35 países. Em seu pontificado de 26 anos, o terceiro maior da história, João Paulo II visitou 135 países.

Nota: Emissões postais que mostram Sua Santidade Papa João Paulo II (His Holiness Pope John Paul II) ao lado de girafas: Quênia (1985) e República Centro Africana (2011).

O Correio brasileiro já emitiu 6 séries na temática Papa, além do selo In Memoriam a João XXIII, datado de 1964, temos 4 emissões para João Paulo II (mostrados nesta página abaixo: 1980, 1991, 1997 e 2005), ainda o selo alusivo a Bento XVI (2007), tendo ao fundo a Basílica do Santuário Nacional de Aparecida.

João Paulo II visitou o Brasil 3 vezes: 1980, 1991 e 1997. Abaixo, 3 selos emitidos pelo Vaticano sobre as 3 viagens do Papa ao Brasil. Todos foram emitidos no ano posterior a viagem e cada um deles mostra a data da visita, respectivamente, da esquerda para à direita:

03/12/1981 – Série Papa no Mundo, 30 junho a 11 julho 1980
24/11/1992 – Selo aéreo “Viaggio in Brasile”, 12 a 21 outubro 1991
01/12/1998 – Rio de Janeiro, 2 a 6 outubro 1997

Em 1980, o Brasil tinha 480 anos de existência e, pela primeira vez, era visitado oficialmente por um Papa. Ele beatificou Anchieta, em 1980 (não tenho certeza da data)... Naquele período, João Paulo II conheceu 13 ou 14? cidades do país...

Em 24/06/1980 foi emitida uma série de 5 valores “X Congresso Eucarístico Nacional e Visita do Papa João Paulo II ao Brasil”, ocorrido entre 30 de junho a 12/07/1980, em Fortaleza, no Estado do Ceará (CE). Artista: Martha Poppe. RHM: C-1148/C-1152. Os 5 selos mostram:

• Cr$ 4,00: Papa e Catedral de Fortaleza – Ceará (CE)
• Cr$ 4,00: Papa e Basílica de São Pedro – Cidade do Vaticano, Itália
• Cr$ 24,00: Papa e Basílica Nossa Senhora Aparecida – Aparecida (SP)
• Cr$ 28,00: Papa e Catedral São Sebastião – Rio de Janeiro (RJ)
• Cr$ 30,00: Papa e Catedral de Brasília – Brasília (DF)

João Paulo II assistiu a redemocratização brasileira... Em sua visita de 1980, foi recebido por um general, João Batista Figueiredo – último presidente da ditadura militar. Em Roma, o Papa foi visitado por um sucessor civil, o presidente José Sarney, que governou o Brasil entre 1985 a 1990.

Mas antes disso, na sexta-feira, dia 11/06/1982, o Papa João Paulo II realizou um pequeno discurso, em sua breve escala no Rio de Janeiro, por ocasião da viagem pastoral à Argentina... Em continuidade a viagem que fez à Grã-Bretanha, durante a qual não cessou de implorar pela paz...

Ambas as viagens ocorreram por ocasião do conflito que semeou a morte entre os povos beligerantes no Atlântico Sul (Guerra das Malvinas)...

Quando o Papa voltou pela segunda vez ao Brasil (1991), João Paulo II encontrou no poder Fernando Collor de Mello – primeiro presidente eleito pelo voto direto em 30 anos. Abaixo, série em formato “se-tenant” de 2 valores, XII Congresso Eucarístico Nacional – Natal (RN) e Visita do Papa João Paulo II, emitida em 06/10/1991. RHM: C-1749/C-1750. Os 2 selos mostram: Papa (Cr$ 50,00) e Logotipo (Cr$ 400,00).

Na cidade de Salvador, o Papa visitou Irmã Dulce, a qual se encontrava nos últimos dias de sua vida. Irmã Dulce viveu com dedicação total às crianças pobres da Bahia... Abaixo (lado esquerdo da tela), selo “Homenagem à Irmã Dulce”, emitido em 13/03/1993, com valor facial de Cr$ 3.500,00 (RHM: C-1829).

Em uma de suas tantas viagens, o Papa Peregrino também visitou Madre Teresa de Calcutá, que após sua morte em 1993, foi beatificada por ele. Na imagem central, selo “Madre Teresa de Calcutá” (RHM: C-2173) – um dos 4 selos da série “Paz e Fraternidade”, quadra emitida em 25/10/1998, cujos selos têm valor facial de R$ 0,31 cada e, respectivamente, mostram: Madre Teresa, Frei Galvão, Betinho e Frei Damião. RHM: C-2173/C-2176.

Na terceira e última visita ao Brasil (1997), o Papa foi recebido pelo sociólogo Fernando Henrique Cardoso – primeiro presidente eleito em voto direto a concluir o mandato, em quase 40 anos. Acima (do lado direito da tela), selo “II Encontro Mundial do Papa com as Famílias”, emitido em 22/09/1997 com valor facial de R$ 1,20. RHM: C-2043. O selo mostra o Papa, a estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e uma família.

Ele participou do II Encontro Mundial do Papa com as Famílias, realizado na cidade do Rio de Janeiro – onde permaneceu 4 dias e realizou uma missa campal no Aterro do Flamengo, para mais de dois milhões de pessoas. Em seus pronunciamentos condena o divórcio, o aborto e os métodos artificiais de contracepção. Do alto do Corcovado, aos pés do Cristo Redentor, novamente, o Papa abençoou a cidade maravilhosa.

João Paulo II não chegou a ver no poder Luis Inácio Lula da Silva, o líder sindical que conheceu no Brasil em 1980 e reviu no Vaticano como líder político 9 anos mais tarde... Sua Santidade, o Papa João Paulo II, morreu no Vaticano, no dia 02/04/2005.

No mês seguinte, em 18/05/2005, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos emitiu 5 milhões de selos em Homenagem Póstuma, com valor facial de R$ 0,80 cada selo (RHM: C-2609); mostrado ao lado através do máximo postal.

Nota: Sempre que um papa morre, os correios do Vaticano emitem a série “Sede Vacante” (que em português quer dizer “Trono Vago”) e a mesma fica em circulação por um período muito pequeno, até que seja eleito o novo papa.

Edital nº 5: lançado em todas as Capitais brasileiras e Bauru (SP), o selo foi criado com base em fotografias produzidas em 1991, durante a visita de João Paulo II ao Brasil. Em primeiro plano, com um gesto de bênção, o Papa segura o cajado com o Crucifixo, que sempre o acompanhou em suas viagens. A imagem representa João Paulo II em plena execução de sua obra missionária, demonstrando grande vitalidade e simpatia, características marcantes de sua personalidade.

Ao fundo, a imagem do Pontífice descendo a escada de um avião simboliza sua chegada em solo brasileiro. A cor azul, sugere uma leitura mais abstrata e espiritualizada, levando à compreensão de que o mensageiro da esperança, simbolicamente, vem do alto, transmitindo alegria, fé e esperança a todos os povos cristãos. Complementando o selo, na parte superior, encontra-se o símbolo heráldico criado para representar o Pontificado de João Paulo II.

Nota: Em 01/05/2011 o Papa João Paulo II foi beatificado...

Papa Bento XVI (Benedictus PP. XVI) – Joseph Ratzinger, eleito em 19/IV/2005 – renunciou em 28/II/2013
Nascido na Alemanha em 16/04/1927, visitou o Brasil de 9 a 13/05/2007. Tornou-se Papa Emérito Bento XVI após a renúncia.

Papa Francisco (Francescum PP.) – Jorge Mario Bergoglio, nascido em Buenos Aires – Argentina, no dia 17/12/1936, foi eleito o 266º Papa em 13/III/2013.

Jorge Mario Bergoglio nació en la ciudad de Buenos Aires el 17/12/1936, hijo de un inmigrante italiano Mario Bergoglio que se desempeño como empleado ferroviario y Regina también de origen italiano. Luego de egresar como técnico químico, decidió dar espacio a su vocación pastoral e ingreso en un seminario de la orden jesuítica. Fue ordenado sacerdote el 13/12/1969. Desarrollo una gran actividad sacerdotal, hasta que fue designado arzobispo de Buenos Aires el 28/02/1998. Se lo puede definir como una persona sensible al sufrimiento de los más humildes, austero, cultor del bajo perfil y simpatizante de club San Lorenzo de Almagro. Al fallecer Juan Pablo II, su nombre sonó como uno de los cardenales con más chance de acceder al trono de Pedro, aunque considerando que todo lo que acontece en el conclave, es estrictamente secreto, no se puede asegurar que haya sido así. Fue electo Papa, luego de la renuncia de Benedicto XVI el día 13/03/2013, a la edad de 76 años, adoptando el nombre de Francisco I y siendo la primera vez que un oriundo del continente americano desempeña esa función. Se especula que eligió ese nombre por San Francisco de Asís, el hijo de un rico comerciante que decidió servir a Dios y vivir bajo la más estricta pobreza y observancia de los Evangelios. A partir del año mil DC, la tradición de cambiar el nombre simboliza un segundo nacimiento...

volta ao topo

O primeiro selo data de 1° de “gennaio” de 1852, pois a região utilizou selos dos antigos Estados Romanos da Itália, com valor facial de ½ bajocchi ou em italiano “Mezzo Bajocco”. Selos específicos do Estado Cidade do Vaticano são emitidos desde 1929.

A primeira série compreende 14 valores, 7 mostram o Brasão Papal e os outros 7 mostram o Papa Pio XI.. Abaixo (lado esquerdo), o primeiro selo postal (Scott: 1), com valor facial de 5 centesimi (marrom sobre rosa). Do lado direito da tela, selo sobre selo emitido em 1952, em comemoração ao Centenário do Primeiro Selo Postal.


FILATELIA

São duas as línguas ou idiomas oficiais: italiano e latim.

► “Girafa” em diferentes línguas no Vaticano – giraffa (italiano) – giraffa (latim)
► Girafas em Museus


1974

Série de 3 valores... “Bíblia” um deles, com valor facial de 25 liras, mostra girafas na Arca de Noé... Scott: 548/549.

NT
volta ao topo

Outras emissões:
1944 – Raphael
1954 – St. Augustine. Scott: 187/188. JT
1959 – St. Papa Sixtus II. Agapitus, Filícissimus, Cyprianus, Fructuosus. Scott: 256/261. JT
1961 – Centenário do jornal. Scott: 310/312. JT
1964 – Salve os Monumentos da Núbia
1970 – Michelangelo
1974 – Tomás de Aquino
1976 – O último julgamento. Scott: C60/C62. JT
1977 – São Francisco de Assis
1977 – Clássicas esculturas: Criação. Scott: 623/628. JT
1980 – Albertus Magnus
1983 – Mendel
1987 – St. Augustine. Scott: 779/782. JT
1994 – Adão e Eva. Scott: 944/951. JT
1996 – Marco Polo
1997 – Aristóteles
1990 – Bloco lugares na Palestina. Scott: 1112.
2000 – Fotos do Papa e de Jovens. Scott: 1160/1163. JT
2004 – Salvador Dalí
2004 – AIDS

Visita: Agosto/2007
Standard ISO: VA – Adesão UPU: 01/06/1929

Vatican the Holy See – www.vatican.va

Ufficio Filatelico e Numismatico – Governatorato Città del Vaticano
E-mail: ufn@scv.va

GIRAFAMANIA
Última atualização: 19/07/2013.
volta ao topo

UCRÂNIA PAÍSES DA EUROPA
CHIPRE