This page is part of © GIRAFAMANIA website / Esta página é parte do sítio GIRAFAMANIA

HISTÓRIA DA REPÚBLICA DA TUNÍSIA

O território onde está a Tunísia é colonizado pelos fenícios por volta do ano 1000 antes de Cristo. Eles fundam Cartago, que domina o comércio no mar Mediterrâneo até ser destruída pelos romanos em 146 antes de Cristo. Passa então a fazer parte do Império Romano.

Os árabes conquistam a região no século VII da Era Cristã e transformam a cidade de Túnis em um dos centros da cultura islâmica no norte da África. Em 1574, a Tunísia é incorporada ao Império Turco-Otomano, sendo administrada por governadores turcos (beis) até 1881.

Torna-se protetorado francês em 1883 e, na II Guerra Mundial, é palco de combates. Com o fim do conflito, floresce o movimento nacionalista tunisiano...

Em 1955 ganha autoridade governamental; depois que a monarquia foi abolida, em 1957, a república foi declarada.

Em 1956, a França concede independência à Tunísia. Habib Bourguiba, o principal líder nacionalista, é eleito para a Presidência em 1959, transformando-se posteriormente em presidente vitalício. Em 1964, seu partido torna-se o único legal.

A invasão do sul do país pela Líbia, em 1980, é prontamente repelida pelos tunisianos. Greves operárias e manifestações populares marcam os anos 80 e refletem a insatisfação com o governo Bourguiba.

Em 1987, o líder é considerado incapaz de governar e substituído pelo Primeiro-ministro Zine al-Abidine Ben Ali, que revoga a Presidência vitalícia e concede liberdade partidária.

Há uma retomada do crescimento econômico, que chega a 4,8% em 1992, com o incremento do turismo e das relações com a União Europeia (UE). Nas eleições de março de 1994, Ben Ali e seu partido obtêm folgada vitória. Porém o governo é acusado de perseguir oposicionistas.

Em maio de 1995, a oposição vence em 47 prefeituras. O surgimento de um movimento fundamentalista islâmico preocupa o governo. Em julho de 1995, um acordo de cooperação com a UE busca atrair investimentos estrangeiros.

Um plano quadrienal de desenvolvimento tem início em 1997. Entre as medidas previstas destacam-se a privatização de estatais e a liberalização do mercado financeiro...

Abaixo, um selo contemporâneo emitido pela República Francesa em 1997, presta homenagem aos soldados franceses, vítimas que combateram no norte da África de 1952 a 1962 (Hommage aux combattants français en Afrique du Nord 1952-1962), mostra o mapa da região, inclusive o território da Grã-Bretanha, Gibraltar, e várias cidades de 3 países: Marrocos (a capital do país Rabá, Tânger e Fês), Argélia (a capital Argel, Bechar, Touggourt e El Goléa) e a Tunísia (a capital Tunis e Gabes).

volta ao topo

Localidades

Localização do país – norte da África. Margeia o Mar Mediterrâneo, entre a Argélia e a Líbia. Distante 130 quilômetros a sudoeste da Sicília e 160 ao sul da Sardenha (Itália); ainda a 290 quilômetros de Malta, no Mediterrâneo central.

Características – Litoral com as ilhas Qerqenah e a ilha Djerba; cadeia dos Atlas com numerosos lagos (NO); platô central (S).

O Golfo de Hammamet é um grande golfo situado no nordeste da Tunísia, mais precisamente, ao sul da Península do Cabo Bon. Faz parte do Mar Mediterrâneo. É limitado a norte pelo Cabo Ras Maamoura, perto da cidade de Béni Khiar, e ao sul pela cidade de Monastir. A cidade de Hammamet no norte lhe dá o nome. As principais cidades ao longo do Golfo de Hammamet são: Nabeul, Hammamet, Hergla, Chott Meriem, Sousse e Monastir, todas estas cidades têm forte atividade turística.

Divisão administrativa – 24 províncias:

1. Província: Ariana (Aryanah) | Capital: Ariana – Situada ao norte de Túnis, constituindo um de seus mais importantes subúrbios. A cidade encontra-se a 5 minutos do Aeroporto Internacional de Túnis-Cartago e a 15 minutos das ruínas de Cartago. Outras cidades: Ettadhamen-Mnihla, Kalâat el-Andalous, Raoued, Sidi Thabet e La Soukra.

Le Parc Ennahli ou Parque Nahli, em Ariana – Inaugurado em 1997 está localizado na floresta de Nahli, próximo à área urbana da cidade de Ariana. Na rodovia nacional N° 8, entre Túnis e Bizerte. O parque cobre uma área com cerca de 210 hectares, dos quais 30 são desenvolvidos. O Parque Nahli é um parque florestal, sombreado por eucaliptos e acácias, constituído principalmente por trilhas, um museu de abelhas e um lugar de jogos.


2. Província: Béja | Capital: Béja – Situada a 150 km de Túnis. Outras cidades: El Maâgoula, Goubellat, Medjez el-Bab, Nefza, Téboursouk, Testour e Zahret Mediou. Dougga ou Thugga – Patrimônio da Humanidade, é um sítio arqueológico da época romana localizado na cidade de Téboursouk.


3. Província: Ben Arous | Capital: Ben Arous – Situada ao sul de Túnis. Outras cidades: Bou Mhel el-Bassatine, El Mourouj, Ezzahra, Hammam Chott, Hammam Lif, Khalidia, Mégrine, Mohamedia-Fouchana, Mornag e Radès (a sudeste de Túnis, subdividida em Radès Medina, Radès Méliane, Rades Forêt, Chouchet Radès, El Malleha, Noubou e The Olympic City).

Parque Farhat Hached, em Radès – Localizado na floresta de Rades. Próximo a Cidade Olímpica de Rades. Sua superfície total é estimada em 250 hectares de floresta que contém árvores como pinheiros, eucaliptos e acácias. Foi aberto ao público em 05/06/2002 e inclui um museu ambiental, um parque animal, superfícies verdes e trilhas.

Parque Nacional Boukornine, ou Djebel Boukornine, também chamado de Monte Bou Kornine – Série de 4 valores emitida em 29/12/1998 – Jornada Mundial da Diversidade Biológica (International Day for Biological Diversity): Animais Selvagens do Parque Nacional Boukornine, Wildlife in National Park – Boukornine National Park. Artistas: Ahmed Fekih (para o selo da lebre) e Yosr Jamoussi (para os demais). Os selos mostram: 70 – Gazelle de Montagne, Mountain Gazelles (Gazella gazella); 110 – Le Lievre Brun (lebre-marrom), European Hare (Lepus europaeus); 250 – Aigle de Bonelli (águia-bonelli), Bonelli’s Eagle (Aquila fasciatus); e 500 – Cyclamen de Perse (flor-persa), Cyclamen (Cyclamen persicum). Picotagem: 12¾. Scott: 1175/1178. Michel: 1411/1414. SG: 1399/1402. Yvert: 1350/1353. NT

volta ao topo

4. Província: Bizerte (Bizerta) | Capital: Bizerte – Cidade murada com vielas, mercado e porto, situada no litoral norte, entre o mar Mediterrâneo e o lago de Bizerte, 65 km a noroeste de Túnis e a 15 km do Cabo Branco. É a cidade mais antiga da Tunísia, fundada cerca de 1100 a.C. por fenícios provenientes de Tiro (Líbano). Outras cidades: Aousja, El Alia, Ghar El Melh, Mateur, Menzel Bourguiba, Menzel Jemil, Menzel Abderrahmane, Metline, Raf Raf, Ras Jebel, Sejenane e Tinja.

Parc National de l’Ichkeul – Patrimônio da Humanidade, o Parque Nacional Ichkeul foi inscrito na ONU em 07/12/1996. O selo foi emitido em 1986 e mostra uma espécie de pato bravo europeu ou ganso, Oie Cendree (Greylag), no Parque Nacional de Ichkeul. NT

Parque Nacional Zembra e Zembretta – Série de 4 valores + 1 bloco emitida em 10/04/2002, sobre Animais do Parque Nacional Zembra e Zembretta. Dois selos têm valor facial de 250 millimes e desenhos de Ali Fakhet, os outros dois têm valor facial de 600 millimes e desenhos de Sadok Ben Yacoub. Os selos mostram: Mouflon de Corse (Ovis musimon), Le Lapin de Garenne (Oryctolagus cuniculus), Le Goéland d’Audouin (Larus audouinii) e Le Faucon pèlerin (Falco peregrinus brookei). Números: 1670/1673. Yvert: 1451/1454.

Bloco com inscrição na margem inferior “Animaux Sauvages Particuliers du Parc National de Zembra et Zembretta”. NT

volta ao topo

5. Província: Gabès (Gabes) | Capital: Gabès – Situada a 376 km ao sul de Túnis, a cidade é famosa pelas suas praias e o Mercado de Especiarias. A cidade foi palco de várias guerras, desde as guerras Púnicas até à Segunda Guerra Mundial. Outras cidades: Chenini Nahal, El Hamma, Ghannouch (Ghanoosh), Mareth, Matwiya, Matmâta (a rara Matmata ou Metmata ainda está em seu estado original), Menzel el Habeeb, Métouia, Nouvelle Matmata (New Matmata), Oudhref, Widthreff e Zarat.


6. Província: Gafsa | Capital: Gafsa – Outras cidades: El Guettar, El Ksar, Mdhila, Métlaoui, Moularès, Redeyef e Sened.


7. Província: Jendouba | Capital: Jendouba – Localizada no noroeste da Tunísia. Outras cidades: Aïn Draham, Beni M’Tir, Bou Salem, Fernana, Ghardimaou, Oued Melliz e Tabarka (com formações rochosas que são restos de erosão das montanhas; Hotel Hammam Bourguiba, termas).


8. Província: Kairouan | Capital: Kairouan (Al Qayrawan ou Cidade Fenícia de Qairouan, Patrimônio da Humanidade) – Localizada cerca de 160 km ao sul de Túnis é conhecida como “a cidade das 50 mesquitas”. Seu rico patrimônio arquitetônico inclui a Grande Mesquita (com 400 colunas de mármore e pórfiro da sala de orações, com inscrições fenícias, romanas e árabes) e a Mesquita das Três Portas; além de reservatórios de água construídos por Aglabiés e o mausoléu do barbeiro. Outras cidades: Aïn Djeloula, Alaâ, Bou Hajla, Chebika, Echrarda, Oueslatia, Haffouz, Hajeb El Ayoun, Menzel Mehiri, Nasrallah e Sbikha.


9. Província: Kasserine | Capital: Kasserine – Situada abaixo Jebel ech Chambi, a maior montanha da Tunísia. Outras cidades: Fériana, Foussana, Haïdra, Jedelienne, Magel Bel Abbès, Sbeïtla, Sbiba, Thala e Thélepte.


10. Província: Kebili | Capital: Kebili (sudoeste) – Outras cidades: Douz (possibilidade de andar a camelo pelas dunas e de assistir a um jantar típico berbere), Djemna (Jemna), El Golâa e Souk El Ahed (Souk Lahad).


11. Província: Kef | Capital: El Kef (também transliterado como Al-Kāf ou Le Kef) – Situada no noroeste do país; durante o Império Romano era chamada de Sicca Veneria. Outras cidades: Dahmani, Jérissa, El Ksour, Kalaat Senan (Kalaat es Senam), Kalâat Khasba, Menzel Salem, Nebeur, Sakiet Sidi Youssef, Sers, Tajerouine e Touiref.


12. Província: Mahdia | Capital: Mahdia – Situada ao sul de Monastir e sudeste de Sousse. Outras cidades: Bou Merdes, Chebba, Chorbane, El Bradâa, El Djem (El Jem – Patrimônio da Humanidade, com as ruínas de El Jemm, cujo anfiteatro romano concorre com o Coliseu pelas dimensões), Essouassi, Hebira, Hiboun, Kerker, Ksour Essef, Melloulèche, Ouled Chamekh, Rejiche e Sidi Alouane.


13. Província: Manouba (5,5 km da capital) | Capital: Manouba – Outras cidades: Borj El Amri, Djedeida (Jedaida), Douar Hicher, El Battan, Mornaguia, Oued Ellil e Tebourba.


14. Província: Médenine | Capital: Médenine (Medenine) – Djerba ou Jerba, destino turístico por excelência, é uma ilha de 514 km² situada no Golfo de Gabès. Outras cidades: Ajim (na ilha de Djerba), Ben Gardane, Beni Khedache, Houmt Souk (principal cidade na ilha de Djerba; abriga a Sinagoga de Ghriba – onde houve um atentado terrorista suicida que matou turistas alemães e franceses, além de tunisianos, em 11/04/02), Midoun (na ilha de Djerba) e Zarzis.


15. Província: Monastir | Capital: Monastir – Situada no Golfo de Hammamet, a 20 km ao sul de Sousse e a 162 km ao sul de Túnis. Outras cidades: Amiret El Fhoul, Amiret El Hojjaj, Amiret Touazra, Bekalta, Bembla, Beni Hassen, Bennane, Bouhjar, Cherahil, El Masdour, Ghenada, Jemmal, Zaouiet Kontech, Khniss, Ksar Hellal, Ksibet el-Médiouni, Lamta, Menzel Ennour, Menzel Farsi, Menzel Hayet, Menzel Kamel, Moknine, Ouerdanin, Sayada, Téboulba e Touza.


16. Província: Nabeul | Capital: Nabeul – Situada no Golfo de Hammamet. Cidade Púnica de Kerkuane e sua Necrópole – Patrimônio da Humanidade. Kerkuane é uma cidade púnica situada 12 quilômetros ao norte de Kélibia. Kerkuane foi uma das mais importantes cidades fenícias, em conjunto com Cartago, Sousse (Hadrumetum) e Utica. Outras cidades: Béni Khalled, Béni Khiar, Bou Argoub, Dar Châabane El Fehri, El Haouaria, El Mida, Grombalia, Hammam El Guezaz, Hammamet, Kélibia (Kelibia), Korba (Curubis), Korbous (estação termal a 60 km de Túnis; Pepe quem indicou), Menzel Bouzelfa, Menzel Temime, Soliman e Takelsa.


17. Província: Sfax | Capital: Sfax – Situada a 270 km ao sudeste de Túnis. Fundada em 849 d.C. sobre as ruínas de Taparura e Thaenae, é um porto no Golfo de Gabès. Outras cidades: Agareb, Bir Ali Ben Khélifa, Bir Salah, Chihia, El Aïn, Graïba, Gremda, Jebiniana, Kerkennah, El Hencha, Mahrès, Menzel Chaker, Sakiet Eddaïer, Sakiet Ezzit, Skhira e Thyna.


18. Província: Sidi Bouzid | Capital: Sidi Bouzid – Situada no centro do país, onde o vendedor de rua tunisiano Mohamed Bouazizi (1984-2011), cuja autoimolação no dia 17/12/2010 foi o estopim dos protestos na Tunísia que levaram ao então presidente Ben Ali a renunciar depois de 23 anos no poder... Outras cidades: Bir El Hafey, Cebbala Ouled Asker, Jilma, Menzel Bouzaiane, Meknassy, Mezzouna, Ouled Haffouz, Regueb e Sidi Ali Ben Aoun.


19. Província: Siliana | Capital: Siliana – Situada a 130 km ao sudoeste de Túnis Outras cidades: Bargou, Bou Arada, El Aroussa, El Krib, Eles, Gaâfour, Kesra, Makthar, Rouhia e Sidi Bou Rouis.


20. Província: Sousse | Capital: Sousse – Patrimônio da Humanidade situada no Golfo de Hammamet, a 140 km ao sul de Túnis (Medina de Sousse; Hotel Palm Marina). Outras cidades: Akouda, Bouficha (88 km de Túnis; na estrada que vai para Sousse), Enfida (Enfidha), Ezzouhour, Hammam Sousse, Hergla, Kalâa Kebira, Kalâa Seghira, Kondar, Ksibet Thrayet, Messaadine, M’saken, Sidi Bou Ali, Sidi El Hani e Zaouiet Sousse.

Le Parc Animalier Friguia à Bouficha – O Parque de Animais Friguia de Bouficha está localizado na área de Ain Errahma-Bouchifa, na governadoria de Sousse. Esse espaço cultural e de entretenimento foi inaugurado em 10/11/2000. Tem 36 hectares, mais de 300 animais de 40 espécies da África, entre eles crocodilo, girafa, leão, leopardo etc. É uma espécie de zoológico com grandes espaços onde os animais permanecem em semi-liberdade. Há possibilidade de se andar a camelo (dromedário) pelo parque. A fotografia do lado direito da tela mostra os portões do parque, assim como selo postal ao lado.

Abaixo, mapa com endereço: Parc Frigia, em Bouficha – localizado a 88 quilômetros da capital Túnis (hotel.kanta@planet.tn).

volta ao topo

21. Província: Tataouine (maior em área) | Capital: Tataouine – Situada no sul da Tunísia, a 531 km de Túnis. Outras cidades: Bir Lahmar, Dehiba, Ghomrassen e Remada.


22. Província: Tozeur | Capital: Tozeur – Situada a 450 km sudoeste de Túnis, próxima ao lago salgado de Chott Djerid (Chott el-Jérid que, segundo a lenda, é o lugar natal da deusa grega Atena), abriga o Museu de Artes e Tradições “Dar Cheraiet”. Outras cidades: Degache, El Hamma du Jérid, Nefta ou Nafta (no lago Chott Djerid; oásis de montanha de Chebika, Mides e Tamerza; visitar o palmeiral chamado “La Corbeille” para apreciar a mais bela paisagem de oásis do sul da Tunísia) e Tamerza.

Erosão de rochas no oásis de montanha Chebika (localizado próximo à cidade de Nefta, no lago salgado de Chott Djerid). By Editions Mirage, Tunisia, 2000.

Vale com paredes rochosas no oásis de montanha Chebika. By Tunisie Lumiere, Tunisia, 2000.

Camadas horizontais de rochas sedimentárias, no oásis de montanha Mides (localizado próximo à cidade de Nefta, no lago salgado de Chott Djerid, oeste montanhoso da Tunísia). By Editions Mirage, Tunisia, 2000.

A cadeia de montanhas do Monte Atlas foi formada pela erosão das rochas, no oásis de montanha Tamerza (localizado próximo à cidade de Nefta, no lago salgado de Chott Djerid, oeste montanhoso da Tunísia). By Tunisie Lumiere, Tunisia, 2000.

volta ao topo

23. Província: Túnis (Tunes) | Capital: Túnis (capital nacional do país) – Situada em um golfo do mar Mediterrâneo, o golfo de Tunes, do qual é separada pelo lago de Tunes e pelo porto de La Goulette. Em torno da cidade encontram-se os subúrbios de Cartago, La Marsa e Sidi Bou Said. Outras cidades: Cartago (Carthage), Gammarth, La Goulette, La Marsa, Le Bardo, Le Kram, Sidi Bou Saïd (cidade localizada a 20 km de Túnis que possui muita arte mulçumana) e Sidi Hassine.

Túnis (Hotel El Moradi Gammarth, de frente para o mar)

Medina de Túnis – Patrimônio da Humanidade (é o velho bairro da capital do país) ou Sítio de Cartago – Carthage, localizada no subúrbio de Túnis (tão vinculada à nossa história por seu feudo do grande guerreiro cartaginês Aníbal; banhos termais de Antonino e de seus restos arqueológicos)

Palácio de Dar Ben Abdullah é uma manção tunisiana do final do século XVIII e começo do XIX, onde está exposta uma coleção de utensílios e mobiliário.

A grande mesquita Ez-Zitouna (no centro da Medina) a maior da capital Túnis, foi iniciada pelos regentes Umayyad, em 732 e, finalizada pelos Aghlabites, em 864. No início era uma importante universidade árabe-islâmica que funcionou até há poucos anos atrás, quando se decidiu montar a Universidade de Túnis.

Construída em 1813, como alojamento de soldados, por Hammouda Husseinite, hoje, é a Livraria Biblioteca Nacional.

Souk Birka, ouro souk, foi construído no século XVII.

Mesquita de Sidi Yousef, uma mesquita turca do século XVII foi a primeira há ter um minarete octagonal e tornou-se um modelo de arquitetura para várias outras mesquitas turcas.

Dar Hussein, uma casa árabe, decorada com vários artefactos islâmicos, incluindo os valiosos manuscritos Qur’an. Esse prédio foi ocupado pela armada francesa quando a França ocupou a Tunísia; após a independência ele se tornou um Instituto Nacional de Arte e Arqueologia.

Dar El Haddad é um dos mais velhos palácios na Medina.

Praias estão próximas à La Marsa e Gammarth. Em Túnis não há praias, pois está situada junto ao lago bem poluído...

Parc Zoológique Belvédère / Tunis Belvedere Zoo
Endereço: Parc Zoologique de la ville de Tunis, BP267 – Le Belvédère – 1002 Tunis, Tunisia

O Parque Zoológico Mirante de Túnis foi fundado em 1910 (outra fonte: 1963)... Atualmente, tem uma área de 14ha e é administrado pelo governo municipal. O zoo está localizado dentro do parque, no centro da cidade de Túnis. Além dos animais, é de interesse também pela sua luxuriante vegetação subtropical e pela fonte midha, fonte das abluções (ablutions fountain), do século XVII, antigamente no Souk el Trouk (Turks’ Souk)...

O Museu Nacional do Bardo, também conhecido como Museu Nacional Alaoui, considerado um dos mais importantes no Magrebe (Maghreb – região africana que abrange o noroeste da África), é uma obra-prima da arquitetura mouro-espanhola e exibe uma vasta coleção de relíquias de cada período do passado da Tunísia, incluindo a melhor coleção de mosaicos romanos do mundo. Endereço: Le Bardo-2000, Túnis.

Parque Essaada, em La Marsa – O Parque Essaada de La Marsa foi criado por decisão de sua excelência o presidente Zine El Abidine Ben Ali para a municipalidade de La Marsa e através da conversão de seus jardins em um parque de diversões, inaugurado em 09/10/2002. Sua superfície é estimada em 9 hectares. É um espaço cultural e esportivo bem suprido por um maravilhoso ambiente natural. O Parque Essaada de La Marsa (Essaada Park of La Marsa) é composto de um conjunto de jardins, um espaço de entretenimento virtual compreendendo vários computadores, um espaço de entretenimento de jogos e brincadeiras para crianças, quadras de boliche e cantos para relaxamento e leitura.


24. Província: Zaghouan | Capital: Zaghouan – Situada a nordeste da Tunísia. Outras cidades: El Fahs, Djebel Oust, Bir Mcherga, Nadhour e Zriba.

Nota: Sabine em 06/11. Túnis; Bizerte; Tabarka; Ain Draham, ruínas romanas de Bulla Regia; Sousse; Dougga. No caminho para o deserto: ruínas de El Jem e Gabes.

Entrada principal !
Última atualização: 19/01/2013.
volta ao topo

TUNÍSIA
PAÍSES DA ÁFRICA